em

Primos da mesma idade: benefícios e desafios

Como estimular a amizade entre os primos e administrar os desafios dessa relação?
primos da mesma idade
Crédito: Unsplash

Sempre rendendo muitas brincadeiras e brigas na infância e lembranças especiais na vida adulta, a amizade entre primos da mesma idade é realmente uma preciosidade. E você sabe quais são os benefícios de se ter essas pessoas vivendo por perto – ou até mesmo aqueles distantes, que se vêem somente nas férias?

Quais são os benefícios de ter um primo da mesma idade

primos da mesma idade vantagens
Crédito: Unsplash

Os primos podem ser tão unidos quanto irmãos. Quando acontece deles serem da mesma idade, é ainda melhor. Se você tem sobrinhos da mesma idade que seus filhos ou mesmo tem um primo da mesma faixa etária que você, saiba quais os benefícios e desafios dessa relação.

1. Irmãos por escolha

Os primos da mesma idade e amigos são irmãos por escolha, aqueles que por mais que não tenham os mesmos pais, compartilham valores, gostos e confidências.

São eles que vão ajudar a assoprar o machucado da primeira queda na bicicleta, a convencer os tios a deixar o outro ir a uma festa à noite, na adolescência, e que vão dar apoio durante a primeira entrevista de emprego.

2. Referência de irmãos para filhos únicos

Filhos únicos, quando pequenos, tendem a não compreender muito bem como se dão as relações com outras crianças, sendo os primos um bom laboratório para a socialização.

É com os primos da mesma idade que vão aprender a dividir os brinquedos, as ideias, as dores e as vitórias. Aprendem também a desenvolver a empatia pelo sentimento do outro, compreendendo mais facilmente que o mundo é muito mais amplo do que seu quintal.

3. Não moram na mesma casa

Sem sombra de dúvidas esse é um benefício, pois não têm que conviver o tempo todo, restando espaço para a saudade e, com isso, uma maior tolerância quando estão reunidos.

Além disso, podem praticar o desapego, despedidas e reencontros, fortalecendo a inteligência emocional de ambos. Isso os faz crescer mais fortes e com maior tendência a compreender os laços, mesmo que não estejam presentes fisicamente.

4. Diversão em festas chatas da família

Confesse, quantas festas chatas de família você já foi na infância (e às vezes tem que ir ainda hoje)? Os primos da mesma idade são uma excelente fonte de distração e diversão das conversas chatas dos adultos.

Eles têm assuntos e brincadeiras em comum. Acabam por contar as horas para a chegada desses eventos, quando eles sabem que vão poder se divertir – e até fazer arte – juntos.

5. União em protestos e pedidos

primos da mesma idade união
Crédito: Unsplash

Quem nunca se uniu em um motim para tentar convencer uma tia, ou até mais de uma, a fazer alguma atividade que ela não queria, que atire a primeira pedra.

Sem sombra de dúvidas, a união em torno de um objetivo em comum fortalece o vínculo e ajuda a conquistar o objetivo em questão, seja um sorvete antes do almoço ou uma festa do pijama.

6. Muitas brincadeiras em comum

Como cresceram juntos, mesmo que se vissem somente nas férias, terão sempre aquelas brincadeiras em comum e, com o passar do tempo, vão introduzindo novas formas de interação.

Essa similaridade ajuda a fortalecer a confiança em locais estranhos, pois sabem que podem ser aceitos e aprendem a se portar diante de uma adversidade, como aquela brincadeira que todos querem, exceto um.

7. Não julgamento

Uma das melhores coisas de se ter primos da mesma idade é poder ser que você é, sem esperar julgamentos ou olhares tortos. Têm brincadeiras que só se faz em casa, com caretas doidas, fantasias bizarras feitas do lençol da avó ou da tia e máscaras de papel.

Ter a liberdade do não julgamento ajuda a construir a personalidade, que será apresentada de forma mais apurada em outros meios.

8. Fazer coisas juntos

Fazer séries de fotos, jogar aquele jogo de tabuleiro que dura o dia inteiro (brigando e fazendo as pazes rapidamente), praticar o futebol e vôlei são atividades comuns entre primos amigos.

Além disso, podem compartilhar hobbies, como assistir séries em comum e criar teorias malucas sobre elas, gostar do mesmo estilo musical e outros, reforçando laços e a importância de se estar perto de pessoas que se ama.

9. Conselhos e experiências

Vai chegar uma época da vida em que as dúvidas vão começar a brotar como em uma fonte natural e nem sempre se tem a proximidade necessária com os adultos.

É aí que entram os primos da mesma idade, que podem ajudar a tirar essas dúvidas, dar conselhos e trocar experiências, seja na vida, sobre um tema da escola ou sobre um jogo.

10. Piadas internas

A melhor parte, sem dúvidas, é poder fazer piadas internas e só vocês entenderem. A vivência é tão vasta e a afinidade tão grande, que as piadinhas sobre uma situação ou até mesmo um parente, acabam gerando gargalhadas, sem que ninguém suspeite.

Isso cria uma cumplicidade para a vida, dando maior segurança e estimulando a criatividade, além de limites, pois compreenderão quando passarem deste.

Como estimular a amizade entre primos da mesma idade

primos da mesma idade como estimular
Crédito: Unsplash

1. Primos irmãos

A melhor frase para se dizer em uma das inúmeras discussões que tiverem vai ser: “vocês são primos irmãos! Os adultos irão antes de vocês e o que vai restar da família? Exato! Vocês! Sejam amigos, se amem, se respeitem, pois essa é uma amizade para levar toda a vida”.

Vai funcionar de primeira? Não. Mas repita sempre e peça a ajuda do resto da família para colocar as coisas em ordem. Acredite, uma hora eles vão perceber que o tio gente boa estava certa.

2. Criar atividades colaborativas

De nada adianta conversar e deixar a turma entendiada. Enquanto eles são crianças, crie brincadeiras, jogos e atividades nas quais possam interagir, sempre com supervisão.

Com o tempo, eles vão aprendendo sozinhos a criar essas atividades e se entender, recorrendo aos tios e pais somente em casos mais graves.

3. Criar assuntos em comum

Nem sempre a turma mais jovem consegue encontrar tópicos em comum, mas os pais conhecem bem as atividades e gostos de cada um.

Então que tal criar temas e assuntos em comum para eles discutirem? Pode ser o último lançamento do Xbox ou Playstation, alguma trilogia, a série que eles provavelmente vão gostar ou até mesmo como fazer uma receita diferente.

4. Atividades externas

É fundamental que eles façam atividades externas juntos, como ir ao cinema, teatro, shows, ir ao paintball, praticar esportes, ir ao parquinho ou ao parque de diversões.

Essas aventuras criarão histórias que serão relembradas no futuro, rendendo boas risadas, além de fortalecer os laços no presente.

5. Chamar a atenção quando necessário

Claro que nem tudo são flores. Crianças e jovens podem ser bem teimosos, às vezes. Se a conversa e a explicação com carinho e didática não funcionarem, podem contar com a tia mais durona para resolver as coisas.

No melhor jogo “policial bom, policial mal”, se tem como resolver todas as brigas e com o tempo, eles vão entender que é melhor resolver com a conversa da primeira tia do que levar bronca da segunda.

O mais importante de tudo é que não há uma formula mágica, mas requer tentativa, erro e, principalmente, muita persistência. Eles vão agradecer no futuro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0
Comentários
fantasias infantis para carnaval
13 Ideias de fantasias infantis para o carnaval
5 Receitas de pudim de leite Ninho para fazer em casa