Pets correm risco de pegar coronavírus
Crédito: Freepik
em ,

Pets correm risco de pegar coronavírus: verdade ou mito?

Entenda como se dá a relação entre cachorros, gatos e esse novo vírus circulando pelo mundo

Em tempos de incerteza, muitos boatos são espalhados levianamente. Entre eles, o de que seus pets correm risco de pegar covid-19. Em tese, eles são suscetíveis a pegar o coronavírus, mas não da forma que se está falando. Entenda essa relação e acabe de vez com as informações cruzadas e mal explicadas.

O que diz a OIE

De acordo com a Organização Mundial da Saúde Animal (OIE), não há até o momento nenhuma indicação de que o vírus atinja seus pets. Segundo a organização, “a propagação atual do covid-19 é resultado da transmissão de humano para humano. Portanto, não há justificativa para tomar medidas contra animais de companhia que possam comprometer seu bem-estar”.

Além disso, afirma que é importante que pessoas contaminadas evitem tocar ou tratar seus pets, sempre que possível, deixando outra pessoa responsável pelos cuidados. Mas se não tiver apoio, “devem manter boas práticas de higiene e usar uma máscara facial, se possível”. Isso para evitar a disseminação da pandemia e não a contaminação do animal de estimação.

Outros cuidados importantes para que todos sigam é o de lavar sempre as mãos com água e sabão, evitar tocar o rosto — principalmente olhos, boca e nariz — além de usar álcool gel quando fora de casa. Aliás, o ideal é sair o mínimo possível (como para aquela voltinha com o pet), mantendo uma distância de pelo menos 1 metro das outras pessoas e cumprimentando a distância.

Veja também: mosquito passar coronavírus?

Pets correm risco de pegar coronavírus?

Sim, cachorros e gatos podem pegar coronavírus, só que de outro tipo. Lembre que esse é um nome genérico para divarsos subgrupos de vírus, entre eles a Sars-CoV e Mers-Cov. De forma geral, o coronavírus se subdivide em Alpha e Beta, sendo o covid-19 do segundo tipo. Já o que contamina os pets é do primeiro tipo.

Em outras palavras, são da mesma família, mas de gêneros e espécies diferentes. Por exemplo, na família dos hominídeos, você vai encontrar diversos gêneros, entre eles os chipanzés, gorilas e adivinhe… Humanos! E temos que combinar que os 3 gêneros são bem diferentes entre si, concorda? É a mesma coisa com a família do Coronavírus. Veja o exemplo abaixo:

Crédito: Reprodução Instagram

Ou seja, o coronavírus que contamina os pets não contamina os homens, pois não são aptos a isso. Da mesma forma, o coronavírus que contamina as pessoas, não contamina nem cachorros nem gatos.

Coronavírus gripe e alergia

Coronavírus, gripe e alergia: quais os sintomas de cada um?

Por que deram o nome de covid-19 à nova pandemia de coronavírus?

Por que deram o nome de covid-19 à nova pandemia de coronavírus?