em

Benefícios e como fazer pepino japonês

O pepino japonês é considerado um dos melhores alimentos para a saúde e é super benéfico para o corpo.
pepino japonês
Créditos: Pixabay

O pepino japonês é um tipo de pepino, característico por ser mais fino, longo, com a casca mais fina, escura e brilhosa. O sabor dele é menos amargo que os demais e também tem menos sementes. E acredite: ele é um dos vegetais mais consumidos entre os brasileiros. No ano de 2010 foram produzidas cerca de 210 mil toneladas do alimento!

Sua origem é asiática, mas ele foi difundido muitos séculos atrás no Japão, por isso o nome. No Brasil ele chegou por meio dos primeiros imigrantes japoneses e conquistou as mesas brasileiras. O alimento faz um bem danado à saúde, sendo considerado um dos melhores alimentos para o seu corpo.

Aqui você encontra:

Benefícios do pepino japonês

pepino japones beneficios
Créditos: A Vegan Weight Watcher’s Bento

Ao consumir o pepino japonês você está ingerindo um super alimento. Ele é fonte de muitos nutrientes que trazem excelentes benefícios à saúde. Assim, o vegetal ajuda a aliviar o estresse e a ansiedade. Além disso, fortalece unhas e cabelos, ajuda a desinflamar o sistema digestivo, e tem função rejuvenescedora graças aos antioxidantes.

1. Ajuda a emagrecer

Por ter poucas calorias e uma grande quantidade de água, que ocasiona a saciedade. Os minerais presentes no pepino japonês fazem o metabolismo acelerar, sendo assim um ótimo aliado na sua perda de peso.

2. Ação diurética

A abundância de água presente no vegetal ajuda você a fazer mais xixi. Com isso seu corpo elimina bactérias, reduzindo o inchaço e diminuindo as chances de formação de cálculos renais.

3. Previne o câncer

O pepino japonês tem em sua composição os polifenóis, que possuem propriedades anticancerígenas. O consumo do vegetal colabora na prevenção do câncer de mama, ovário e útero nas mulheres. Para os homens previne o câncer de próstata.

4. Ação anti-inflamatória e antioxidante

Os compostos flavonoides contidos no pepino eliminam os radicais livres do organismo. Sua ação no corpo humano é muito importante para a saúde do cérebro, pois protege as células nervosas e melhora a memória.

Propriedades nutricionais

O pepino japonês é muito rico em uma grande variedade de nutrientes, por isso tem tantos benefícios à saúde. Ele é rico em vitaminas A, C, K, J e complexo B que são ótimas para a saúde dos olhos, ossos e para o sistema imunológico. Também possui uma boa quantidade de ácidos, que melhoram o sistema digestivo e nervoso, como os ácidos fólicos, aspártico, glutâmico, tartárico, pinoresinol e a tiamina.

Minerais são outros nutrientes encontrados no pepino japonês, entre eles cálcio, cobre, fósforo, magnésio, manganês, potássio, sódio e zinco. Como se não bastasse todos esses nutrientes, ele ainda possui sílica, flúor e os antioxidantes ligninas e flavonoides.

Como consumir

O pepino japonês pode ser consumido de diversas maneiras, mas é popularmente consumido cru em saladas. É sempre indicado ser ingerido com a casca, pois nela estão substâncias que facilitam a digestão e que impedem a azia, o que é comum se comer sem a casca.

Com ele pode ser feito refogados, sopas, conservas, sushis, cozidos e petiscos frios. Variedades de receitas não faltam. Lembre-se, no entanto, que é aconselhável escolher os pepinos japoneses de tamanho médio, firmes e com casca brilhante.

Como fazer pepino japonês agridoce

pepino japones agridoce
Créditos: Cooking The Globe

Esta saladinha de pepino japonês agridoce é uma delícia e super fácil de fazer. Você pode comê-la de entrada ou como acompanhamento do prato principal. Em restaurantes japoneses ela é comumente servida de entrada.

Ingredientes

  • Pepino japonês: 4 unidades;
  • Açúcar: 1 colher de sopa;
  • Água: 2 colheres de sopa;
  • Vinagre branco: 3 colheres de sopa;
  • Sal: meia colher de sopa;
  • Gergelim torrado: 1 colher de chá.

Modo de fazer

1. Em uma vasilha coloque os pepinos cortados e espalhe o sal sobre eles com as mãos, para que o sal pegue em todas as fatias.

2. Deixe o pepino com sal sobre uma peneira por 15 minutos para escorrer a água liberada.

3. Após escorrer, enxágue bem os pepinos com água para retirar o sal.

4. Em uma panela junte a água, vinagre e o açúcar. Leve ao fogo até derreter o açúcar, formando uma calda.

5. Numa vasilha, junte o pepino, a calda e o gergelim torrado, misturando os ingredientes.

6. O seu pepino japonês agridoce está pronto para servir.

Como fazer conserva

Esta conserva de pepino japonês pode ser feita com até três dias de antecedência, o que é indicado já que com o tempo o pepino puxa mais o gosto da mistura do pote. No entanto lembre-se que é imprescindível o pote de vidro com tampa.

Ingredientes

  • Pepino japonês: 2 unidades;
  • Pimenta dedo de moça: 1 unidade;
  • Vinagre de arroz: 1 unidade;
  • Açúcar: meia xícara de chá;
  • Sal: 2 colheres de sopa
  • Gergelim preto: 2 colheres de sopa;
  • Pote de vidro com tampa.

Modo de preparo

1. No pote de vidro, coloque o pepino, a pimenta e as sementes de gergelim de modo intercalado.

2. Em um recipiente de vidro, misture o vinagre, o sal e o açúcar.

3. Adicione a mistura ao pote de vidro onde estão os pepinos.

4. Feche o pote e o chacoalhe.

5. Prato pronto para servir.

6. Você pode adicionar outros ingredientes na conserva a sua escolha, como cebola, alho, cenoura, ervas e azeite.

7. O alimento pode ser guardado por até 3 dias, com o tempo o pepino pega mais o gosto da conserva.

Contraindicações e cuidados a ter

O pepino japonês é um alimento saudável e tem muitos benefícios, porém existem algumas contraindicações quando consumido em excesso. Fique atento com estes efeitos colaterais que o vegetal pode lhe causar:

  • Perda excessiva de líquidos: as sementes do pepino têm propriedades diuréticas, que podem ser boas para desinchar, mas quando ingeridas em excesso fazem o corpo eliminar mais água do que o necessário. Além disso, em casos mais graves pode haver desidratação;
  • Alergia ao leite: não, você não leu errado: pepino pode dar alergia naqueles que são alérgicos a leite. A causa disso é a cera usada pelos agricultores para proteger o vegetal, que contém caseína de leite;
  • Outras alergias: pessoas que são alérgicas à semente de girassol, à banana, ao melão, ao chá de camomila e ao pólen de ambrósia podem ter reação alérgica a pepino;
  • Danos ao coração: por ser mais de 90% água em sua composição, o pepino pode causar um maior volume de líquido no sangue. Com isso, maior pressão no coração e vasos sanguíneos;
  • Inchaço e gases: a cucurbitacina presente no pepino japonês pode provocar indigestão em algumas pessoas, principalmente se estas possuem um sistema digestivo sensível, e com isso desencadeia o inchaço e gases.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0
Comentários
miojo faz mal
Miojo faz mal: sim ou não?
Pepino nos olhos
Pepino nos olhos para olheiras: mito ou verdade?