fazer dieta
Crédito: Freepik
em

Na quarentena do coronavírus não é hora de fazer dieta

Nesse momento, é preciso manter-se bem alimentado para que o sistema imunológico esteja fortalecido

Todo tipo de dieta é um pouco restritiva, em especial nos carboidratos. São eles os grandes vilões do acúmulo de gordura no corpo, embora sejam macronutrientes essenciais para a geração de energia no corpo diariamente. Porém, mesmo quem está querendo ou precisando perder peso, precisa tomar consciência do momento que o mundo está vivendo. Na quarentena do coronavírus não é hora de fazer dieta. Veja o motivo.

Veja também: iniciativas que estão ajudando as pessoas a lidarem com a quarentena

Por que não se deve fazer dieta na quarentena?

evitar fazer dieta
Crédito: Freepik

A pandemia de coronavírus que o mundo está vivendo possui duas grandes exigências: uma delas é que as pessoas fiquem em suas casas o máximo de tempo quanto possível. A outra é que mantenham seu sistema imunológico bastante fortalecido para que consigam combater o vírus, caso haja infecção.

Sendo assim, fazer dieta durante este período vai contra estas duas exigências. Primeiro porque as dietas geralmente exigem que se consuma alimentos bastante específicos e uma necessidade maior de sair de casa para comprá-los com mais frequência.

Segundo porque fazer dieta implica em reduzir o consumo de calorias e controlar as quantidades de alimento que se ingere na tentativa de eliminar gordura de forma acelerada. Porém, esse processo também faz com que o corpo sofra um desequilíbrio nutricional temporário, deixando o sistema imunológico vulnerável.

Ou seja, não se deve fazer dieta na quarentena porque você deixa o seu organismo mais exposto a doenças, seja a covid-19 ou outras doenças como gripes que podem dificultar a cura de uma possível infecção por coronavírus.

Como alimentar-se de forma saudável na quarentena?

Por outro lado, não significa que você deva “enfiar o pé na jaca” só porque não pode fazer dieta. Para que tudo na vida funcione, é necessário ter equilíbrio.

Portanto, é preciso que durante esse período em casa você planeje uma alimentação que possa suprir as suas necessidades nutricionais de modo a estimular o fortalecimento do seu sistema imunológico, mas sem excessos. Veja o que deve conter na sua alimentação diária, de acordo com a nutricionista Maria Inês Cardoso:

  • 1 porção de aveia;
  • 1 porção de queijo, iogurte ou leite desnatado;
  • 3 peças de fruta ao longo do dia;
  • 15 gramas de frutos secos (nozes e castanhas);
  • 200 gramas de legumes e verduras no dia;
  • Leguminosas;
  • Carnes e ovos como fontes de proteína (ou fontes vegetais, caso seja vegano);
  • Fontes de carboidrato como arroz, batata, macarrão e pão em 1 ou 2 refeições;
  • Azeite para temperar (fonte saudável de gordura).

Esses são os principais alimentos que formam um cardápio completo, composto por macro e micronutrientes essenciais à sua saúde. É claro que você também vai comprar trigo, açúcar, um chocolatinho e usar a criatividade para criar novos pratos sem enjoar. Mas, vale lembrar, o equilíbrio é o seu melhor amigo nesse momento. Passar fome é proibido!

casa muito organizada e limpa é sem vida

Casa muito organizada e limpa pode trazer infelicidade, diz professor

gargarejos com sal

Gargarejos com sal e vinagre não funcionam para coronavírus