mentira das crianças
Crédito: Freepik
em

Mentira das crianças: por que acontece e como lidar?

A mentira tem perna curta, mas as crianças não sabem tão bem disso

Publicidade

As pessoas mentem. Nem sempre para fazer mal a alguém, mas sempre para obter algum benefício a si próprias. Mentem para não decepcionar, para impressionar, para evitar responsabilidades e situações. E enquanto os adultos fazem isso, as crianças observam. A mentira das crianças é motivada, em partes, pela mentira dos que convivem com elas.

Por que as crianças mentem?

As crianças começam a mentir mesmo antes de começarem a falar. Nessa fase, as mentiras não são propositais. Os pequenos apenas confundem as coisas, imaginam outras ou respondem algo aleatório por não saberem a resposta ou não terem entendido a pergunta.

É por volta dos 2 anos de idade que as crianças começam a contar mentiras. Assim como os adultos, elas são motivadas por alguma gratificação, como receber um elogio ou evitar alguma coisa que não querem lidar.

As crianças podem mentir por medo, por curiosidade, para chamar a atenção, evitar um castigo ou para esconder sentimentos conflituosos.

Publicidade

Claro, não podemos deixar de mencionar as crianças que mentem porque veem os pais fazendo isso e acham normal.

As crianças estão sempre de olho nos adultos, e essas mentirinhas do dia a dia também fazem parte da formação dos hábitos comportamentais delas. Por isso, cuidado com os exemplos que você dá!

Veja também: Dicas para ensinar educação financeira às crianças

Publicidade

Como lidar com a mentira das crianças?

Comece observando o seu comportamento e corrigindo aqueles hábitos que você tem, mas não quer que seu filho tenha. Não adianta usar a máxima “faça o que eu digo e não o que eu faço”. Com as crianças não funciona bem assim. Torne-se o exemplo que quer ser. Além disso, tenha estes cuidados:

Evite armadilhas para contradizer a criança

Quando os pais querem pegar o filho na mentira, eles tendem a perguntar alguma coisa que já sabem a resposta, só para ver se o filho vai mentir.

Por um lado é bom fazer isso de vez em quando, com mentirinhas bobas, porque a criança vai ter que lidar com isso fora de casa, e assim já fica preparada.

Publicidade

Mas, nos momentos mais sérios, eduque seu filho com honestidade. Prefira deixar claro que você já sabe a verdade e pergunte o motivo, tranquilamente.

Mostre ao seu filho que a honestidade entre vocês é a coisa mais valiosa, pois cria uma relação de confiança que toda família deveria ter.

Fale sobre as consequências de mentir

Conforme seu filho tiver idade e maturidade para entender, explique para ele as consequências da mentira. Quando uma pessoa mente, os outros deixam de confiar nela. A mentira faz os problemas ficarem cada vez maiores e fica cada vez mais difícil de sustentar.

Publicidade

Saiba ouvir

Essa dica é muito importante. A forma como você confronta o seu filho diante de uma suspeita de mentira pode determinar se ele vai falar a verdade ou continuar mentido para você. Se ele ficar com medo, vai mentir para não sofrer as consequências.

Mas, se o seu filho souber que pode contar qualquer coisa sem você ficar chocado, com raiva ou começar a julgá-lo mal, ele vai preferir dizer a verdade. Ganhe a confiança do seu filho, deixando claro que você vai ouvir tudo o que ele precisa dizer, e depois vai ajudá-lo a lidar com isso.

Ajude a criança a pensar nas soluções

Ao invés de dar um castigo por uma mentira das crianças, ofereça sugestões de como seu filho pode reparar o erro. É mais eficaz ter a experiência de agir do jeito certo do que ser castigado por ter feito errado.

Publicidade

Estimule a empatia no seu filho

Quando contamos alguma mentira para proteger alguém, estamos tendo empatia por essa pessoa. Mas, a ideia aqui é mostrar ao seu filho como ele prejudica os outros com suas mentiras.

Ajude-o a se colocar no lugar dos outros, imaginar aquela mentira sendo contada para ele. É com esse exercício que muitas crianças deixam de mentir, ao mesmo tempo em que desenvolvem a maturidade emocional.

Veja também: Empatia: o que é e qual a importância nos dias atuais?

Publicidade

Artigo com informações de Leiturinha

Quando trocar a toalha

Quando trocar a toalha de banho e rosto? O que dizem os especialistas

Costela assada

Costela assada no saco de pão: vantagens e como fazer