impetigo tratamentos
Crédito: Wikimedia Commons
em

Impetigo: conheça essa doença mais comum nas crianças

Não é grave, mas é necessário tratar o quanto antes para prevenir complicações e para evitar o contágio a outras pessoas

O impetigo é uma infecção de pele causada por bactérias. Na maior parte dos casos ocorre em crianças de 2 a 6 anos de idade, já que nessa fase elas estão em contato constante umas com as outras e ainda não têm hábitos essenciais de higiene.

O impetigo causa feridinhas, geralmente na região da boca e do nariz, mas também podem surgir nos pés e nas mãos. Assim que os pais notarem as feridas, devem levar a criança ao médico para tratar, evitando que evoluam para complicações.

Tipos de impetigo

tipos de impetigo
Crédito: NHS

As feridas do impetigo afetam a camada superficial da pele. Elas podem ter três tipos diferentes.

Bolhoso

Causado pelo gênero de bactérias estafilococos, que é um dos mais comuns nas doenças bacterianas em humanos, e que resulta na formação de bolhas na pele.

Sem bolhas

Esse tipo é causado por bactérias estreptococos, também comuns em humanos, e na sua maioria inofensivas. Mas, podem causar o impetigo e, nesse caso, levam à corrosões na pele ao invés de bolhas.

Ectima

O impetigo tipo ectima, segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia, provoca úlceras com pus na pele, mais profundas, causadas pela bactéria Streptococcus pyogenes e, eventualmente, pelo Staphylococcus aureus.

Sintomas de impetigo

sintomas de impetigo
Crédito: Reprodução

Os sintomas dessa infecção podem ser confundidos com outras irritações de pele no começo, já que inicia com regiões avermelhadas na pele, tipo irritações que coçam. Depois vão aparecendo as bolhas, que podem ser confundidas com a herpes labial.

Quando as bolhas se rompem, liberam um líquido altamente contagioso, tanto para outras pessoas quanto para outras regiões do corpo da própria pessoa afetada, caso passe a mão no líquido e encoste em outros lugares. A pele fica machucada, como uma ferida aberta, e o líquido forma crostas amareladas em torno da ferida.

Em alguns casos pode haver inchaço e um pouco de dor na região afetada, mas não é o tipo de infecção que causa febre.

Fatores de risco para o contágio do impetigo

tratar impetigo
Crédito: Dermatology Illinois

Como viu, a causa do impetigo são as bactérias. Mas, para que elas provoquem a doença, a pessoa precisa estar exposta aos fatores de risco, que são:

Idade

Embora possa ocorrer em adultos, essa é uma doença mais comum nas crianças por conta do contato direto com outras crianças e da falta de higiene, como pegar em todo tipo de objeto e depois levar a mão à boca. Nessa fase a criança está desenvolvendo o seu sistema imunológico, então está mais suscetível a infecções desse tipo.

Clima

Assim como várias outras doenças, o impetigo é mais comum em regiões com clima quente e úmido, que é próprio para a proliferação de vírus, fungos e bactérias.

Lesões na pele

A bactéria causadora do impetigo entra mais facilmente na pele que já está machucada, mesmo que seja por pequenas picadas de insetos.

Sistema imunológico fraco

Tanto nas crianças quanto nos adultos, o fato de estar com o sistema imunológico fraco é sempre um fator de risco para contrair doenças. No caso do impetigo, não é diferente. O sistema imune fraco pode estar assim por causa de outras doenças, do uso contínuo de medicamentos ou de uma alimentação deficiente.

Tratamento de impetigo

Como é uma infecção causada por bactérias, geralmente o impetigo é tratado com algum antibiótico, que deve ser prescrito pelo médico. Para proteger a criança, evitando que ela transmita a infecção para outras partes do corpo e para outras pessoas, é recomendado que a ferida seja limpa e coberta, e que a criança não vá para a escola nas primeiras 24 horas após começar o tratamento.

ana maria ensina truque para não passar roupa

Ana Maria Braga testa dica para deixar de usar ferro de passar

piores sujeiras já vistas

Piores sujeiras já vistas por um faxineiro profissional