em

AmeiAmei HahahaHahaha FofoFofo Meu Deus!Meu Deus! EstranhoEstranho TristeTriste

HPV: o que é, sintomas e tratamentos

O Papilomavirus Humano, ou HPV, pode ser de baixo ou alto risco e afeta tanto homens como mulheres
HPV o que é sintomas e tratamento
Crédito: Freepik

O Papilomavirus Humano, chamado de HPV, é um vírus transmitido por contato direto com a pele ou mucosa infectada. Ele infecta pele ou mucosas, sejam elas oral, genital ou anal, tanto de homens quanto de mulheres. A infecção causa verrugas na região dos órgãos genitais e no ânus e também câncer, a depender do tipo do vírus envolvido.

Quais são os sintomas

HPV quais os sintomas
Crédito: Freepik

Os sintomas da doença são silenciosos, na maioria dos casos. Segundo o Ministério da Saúde, ele pode ficar latente por anos, sem manifestar sinais visíveis no paciente. Esse fator dificulta o tratamento.

1. Verrugas

Esse é o sintoma mais comum e geralmente se manifesta em regiões genitais: no pênis, na vagina ou no ânus. Vale destacar que o vírus também pode ser transmitido por via oral, alcançando a região da boca e da garganta.

São popularmente conhecidas como “crista de galo”, podem ser únicas ou múltiplas, de tamanhos variáveis, achatadas ou não.

No caso de verrugas em locais internos, como na vagina ou no ânus, nem sempre dá para identificar a olho nu. Nesses casos, é necessário que se faça um exame médico.

2. Dificuldade para engolir

Esse caso ocorre principalmente se a pessoa tiver com esse vírus localizado na região da garganta. A cada vez que essa pessoa engolir algo, ela sentirá dor, como se estivesse arranhando a região.

3. Dor na região genital

Em alguns casos dessa doença, há o surgimento de dores na região da genitália. Se essas dores persistirem, é importante que a pessoa contate um profissional prontamente.

4. Secreção e mau cheiro

Tanto em mulheres, quanto em homens, a presença de secreção somada ao mau cheiro é um fator que pede por maior atenção. Vá ao médico logo que percebê-los.

Tem cura?

A imunidade é o ponto mais importante para a cura e erradicação do vírus. O Ministério da Saúde explica que “o sistema imune pode combater de maneira eficaz a infecção, principalmente entre as pessoas mais jovens. Algumas infecções, porém, persistem e podem causar lesões”.

Qualquer forma de HPV deve ser acompanhada por médico para o tratamento e prevenção de complicações. A vacinação preventiva e o uso de preservativo é a melhor maneira de prevenir.

Transmissão

O HPV é transmitido por contato direto com a pele ou mucosa infectada, que inclui contato oral-genital, genital-genital ou mesmo manual-genital. Na maioria dos casos de contágio, o sexo sem o uso de preservativos é o responsável pela transmissão, mas isso não significa que é necessário haver penetração vaginal ou anal para isso.

Tratamento

O tratamento é fundamental para que não se transmita esse vírus para outras pessoas e para que ele não acabe desenvolvendo um câncer. É preciso haver um tratamento individualizado, de acordo com as características da doença.

Para o vírus propriamente dito não há remédios. O sistema imunológico acaba por eliminar, na maior parte das vezes, o elemento estranho do corpo. Já para as verrugas há a possibilidade de usar eletrocauterização, ácido tricloroacético (ATA) e medicamentos de aplicação local. Sempre recomedados pelo médico especialista.

Quem deve tomar a vacina do HPV e quando?

A vacina é a forma mais eficaz de combater a doença. Ela é distribuída gratuitamente pelo SUS e é indicada para meninas de 9 a 14 anos, meninos de 11 a 14 anos, pessoas que vivem com HIV e indivíduos transplantados que estejam entre 9 e 26 anos.

A vacina não faz parte de nenhum tratamento, sendo a maneira mais eficaz de evitar que a doença aconteça. Por isso é fundamental. Fique atento às campanhas de vacinação do governo e mantenha-se em dia no calendário vacinal.

34 Comments Leave a Reply
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0
Comentários
retenção de líquido
Retenção de líquido: o que é, causas mais comuns e como evitar
aliviar dor na coluna
Como aliviar dor na coluna de forma eficaz e prática