em

Estresse dos donos contagia os cães, diz estudo

Para chegar a essa descoberta, o grupo de pesquisadores mediu a concentração do cortisol, o hormônio do estresse

estresse dos donos contagia os caes
Crédito: Pixabay

Cães são animais domésticos incríveis e muitos sensitivos. Quem tem um cachorro em casa sabe que eles conseguem notar se você está feliz, triste ou ansioso. Quando seu dono está triste, o cão também fica e tenta animá-lo. Mas não é apenas a tristeza, felicidade e a ansiedade que o animal é sensitivo. Um estudo recente descobriu que o estresse dos donos contagia os cães.

Entenda o estudo

A pesquisa realizada na Suécia pela Universidade de Linköping foi a pioneira em detectar que há sincronização do estresse em animais de diferentes espécies. Para chegar a essa descoberta, o grupo de pesquisadores, liderados pela etologista (especialidade da biologia que estuda o comportamento animal) Lina Roth, mediu a concentração do cortisol de 58 cães e suas donas.

O cortisol é um hormônio que tem como função ajudar o organismo a controlar o estresse, reduzir inflamações, manter os níveis de açúcar no sangue e contribuir para o funcionamento do sistema imunológico. Ele é produzido pelas glândulas suprarrenais. Assim, a sua concentração no organismo é um meio de identificar se o humano, e muitos outros mamíferos, está relaxado ou estressado.

estresse dos donos contagia os caes estudo
Crédito: Pixabay

Para poder medir os níveis de cortisol é necessário um exame de sangue e saliva. Mas a concentração nessas amostras são temporárias e mostram só o nível de cortisol no momento do teste. Já as amostras de cabelos e pêlos são capazes de mostrar esses níveis ao longo da vida. Isso porque essas amostras acumulam o hormônio com o passar dos anos, e com isso mostram se as pessoas foram estressadas ao longo da vida.

Então os pesquisadores retiraram amostras de pelos e cabelos dos 25 cães border collie e dos 33 cães pastores de Shetland e seus donos. O resultado foi impressionante.

Os donos mais estressados, com maior concentração de cortisol no cabelo, tinham cães igualmente estressados. Foi observado que cães adestrados e que participavam de competições tinham a concentração de cortisol mais parecidos com seus donos do que cães de companhia.

A teoria da chefe da pesquisa é que esses cães e donos tenham laços mais estreitos. Outro ponto destacado no estudo é que donos que são inseguros, tímidos e ansiosos tinham cães com baixos níveis de cortisol. Provavelmente por serem mais acariciados e abraçados.

Aos 90 anos, aposentado faz vestibular e começa faculdade de arquitetura

Aos 90 anos, aposentado faz vestibular e começa faculdade de arquitetura

Casar faz bem para a saúde

Casar faz bem para a saúde: mito ou verdade?