Ecdemomania
Crédito: Freepik
em

Ecdemomania: você é viciado em viajar?

Viajar é uma oportunidade de conhecer o mundo e se tornar uma pessoa melhor. Mas, e quando se torna um vício?

Publicidade

Gostar de viajar é ótimo, pois permite conhecer novos lugares, pessoas e conhecer melhor a si mesmo. O problema é quando a vontade de ficar viajando é tão grande que começa a trazer prejuízos psicológicos e até financeiros, começando pelos sintomas de ecdemomania.

Veja também: Transtorno explosivo intermitente: sintomas e tratamento

O que é ecdemomania?

A ecdemomania é um transtorno, um impulso mórbido ou obsessão em viajar ou passear. Falando assim, parece que é um transtorno bom, que traz benefícios para a vida de quem tem. Mas, tudo que se torna desequilibrado na sua vida passa a lhe fazer mal, e nesse caso não é diferente.

Sintomas de uma pessoa viciada em passear e viajar

Em matéria sobre esse tema, o portal UOL Viva Bem consultou um especialista para explicar o problema. Victor Oyamada Otani, coordenador do setor de psiquiatria da Santa Casa de São Paulo, explicou que o transtorno está tradicionalmente relacionado ao diagnóstico de um episódio de mania, um dos polos do TAB (Transtorno Afetivo Bipolar).

Publicidade

No TAB, a pessoa apresenta significativas alterações de humor, de comportamento e de sono. Há um aumento de energia direcionada a planejamentos, com falta de preocupação aos riscos associados.

Então, quando a pessoa está vivenciando um episódio de mania, um dos seus impulsos pode ser a vontade quase incontrolável de viajar ou passear por aí, mesmo que seja perto de casa. Nesse caso, a pessoa deve responder a algumas questões que vão ajudá-la a entender melhor sua situação:

  • A única razão de você trabalhar é guardar dinheiro para viajar?
  • Você planeja sua próxima viagem assim que chega em casa ou antes de terminar a que está acontecendo?
  • Planeja várias viagens simultaneamente?
  • Fala sobre viagens o tempo todo?
  • Quando está online sempre pesquisa por promoções de passagens ou pacotes de viagem?
  • Acordar em casa soa estranho?
  • Se aparece promoção de passagem e você não tem tempo ou dinheiro, fica chateado ou triste?
  • Retorna ao trabalho se sentindo depressivo e se imagina pedindo demissão para poder viajar mais?
  • Sempre aconselha os amigos e parentes a viajar diante de um problema que eles estejam passando?

Quando buscar ajuda profissional?

Se a maioria das suas respostas foram “sim”, é hora de buscar ajuda profissional devido aos riscos associados, como problemas financeiros, abandono de responsabilidades e o desenvolvimento ou agravamento da condição mental que o está levando por esse caminho.

Publicidade

Se não tratar, a ecdemomania faz mal?

Depende do caso. Existem as pessoas que conseguem controlar seus impulsos e as que não conseguem. O risco de manter esse vício é contrair dívidas, prejudicar alguns relacionamentos ou sua situação no trabalho.

Além disso, como é um transtorno associado ao TAB, é importante conversar com um psiquiatra para fazer exames e saber se você tem determinados genes que estão possivelmente relacionados ao maior risco de desenvolver esse diagnóstico.

Veja também: Férias em casa: como se divertir sem precisar viajar

Publicidade
ensinar cachorro

Erros ao ensinar cachorro a fazer as necessidades no lugar certo

Como baixar a pressão

Como baixar a pressão alta sem remédios? Veja essas dicas