Como resgatar cachorro abandonado
Crédito: Freepik
em

Como resgatar cachorro abandonado – passo a passo

Viu um cãozinho abandonado, quer ajudar, mas não sabe o que fazer? Oriente-se aqui!

Publicidade

Você ama os animais e, se pudesse, adotaria todos que vê abandonados na rua? Ou não é pra tanto, mas não hesita em ajudar um animal necessitado e sem família? Ótimo! A boa intenção é o mais importante, mas é igualmente importante saber como resgatar cachorro abandonado: por onde começar? Para onde levar? O que não devo fazer? Veja as respostas para essas dúvidas agora.

Como resgatar cachorro abandonado – a aproximação

Ao avistar um cão abandonado na rua e tiver a intenção de resgatá-lo, você precisa conseguir se aproximar dele e fazer amizade. Lembre-se que, na rua, os cães estão expostos a muitos perigos. Então, é normal que eles fiquem receosos ou até agressivos quando um estranho tenta se aproximar.

Para evitar mais estresse ao cão, e um acidente com você, faça uma aproximação com paciência, aos poucos. Se tiver alguma comida junto com você, melhor ainda. O cão provavelmente estará com fome. Fale com uma voz bem amigável e mantenha alguma distância enquanto chama o cão para perto.

E se o cão estiver em um terreno privado?

Mesmo que você esteja vendo o cão precisando de ajuda, se ele estiver dentro de um terreno privado você não pode invadir. Nesses casos, chame a polícia primeiro ou uma equipe de resgate de animais da sua cidade.

Publicidade

Cuidado com o contato direto!

Se tiver tempo e condições, antes de começar a se aproximar do cão prepare algum pano, cobertor ou roupa para envolvê-lo. Um dos perigos aos quais os cachorros de rua ficam expostos são doenças, e algumas podem ser transmitidas aos humanos. Então, evite o contato direto com a pele e o pelo do cão, e não deixe ele lamber sua boca.

Veja também: Doenças que cães e gatos podem transmitir aos humanos

Leve o cão ao veterinário

Se tiver alguma clínica veterinária aberta no horário em que você resgatar o cão, essa é a próxima etapa da sua missão.

Publicidade

É bem importante levar o cachorro para uma avaliação no veterinário, mesmo que ele pareça bem de saúde, pois alguns problemas podem não manifestar sintomas. Além do mais, o veterinário vai orientar sobre cuidados necessários, aplicação de antiparasitários e começará algum tratamento, se for preciso.

Se não for possível, leve-o para sua casa, mas não dê banho, apenas uma cama, água e comida. O banho pode não ser indicado, dependendo da situação de saúde do cachorro. Leve-o ao veterinário assim que possível.

Ah, e se você tiver outros animais de estimação, evite que eles tenham contato com o cão resgatado até que ele esteja liberado pelo veterinário.

Publicidade

Procurando um novo lar

Se você não tiver intenção de adotar o cachorro, precisa começar a buscar um novo lar para ele. Mas, antes disso, pode anunciar uma foto dele em páginas de animais perdidos da sua cidade ou bairro, caso desconfie que ele tem dono.

Muitas pessoas levam os cachorros para os abrigos de animais, mas a maioria está lotado. Não é certo passar o animal para dentro do terreno do abrigo e se livrar do problema, pois não o estará ajudando de verdade.

Se não tiver lugar para o cão em um abrigo, o ideal é criar uma rede de contatos e divulgar a foto e o perfil do cão em busca de uma família amorosa que esteja disponível para adotá-lo.

Publicidade

Se puder, faça a castração

Se você tiver condição financeira de pagar para castrar o cachorro ou a cadela, faça. Mesmo que não vá ficar com ele. Se não puder, recomende que a nova família o faça para evitar que mais cachorros fiquem abandonados pelas ruas, e para prevenir doenças também.

como fazer macarrão de palmito

Como fazer macarrão de palmito – receitas deliciosas

Sinais que você está tempo demais no celular

Sinais que você está tempo demais no celular – sua saúde em risco