em

Colesterol bom: o que é, qual é e como aumentar?

Todo mundo tem colesterol. O que faz diferença é manter o tipo bom elevado e o tipo ruim baixo.
colesterol bom
Designed by Freepik/span>

Ao falar sobre colesterol muita gente se assusta por achar que é algo ruim, mas não é bem assim. Todo mundo tem colesterol, pois esse é um tipo de álcool necessário para diversas funções do organismo. Porém, o problema existe quando o tipo de colesterol LDL, considerado ruim, fica muito alto ou quando o HDL, o colesterol bom, fica muito baixo.

Além do HDL, que é o colesterol bom, e do LDL, que é o ruim, há também outro chamado de VLDL que também é considerado ruim. Então, para ter uma boa saúde, livre do excesso de gordura nas artérias, é muito importante equilibrar os níveis de cada um deles. Veja como fazer isso a seguir.

Aqui você encontra:

Como aumentar os níveis de colesterol bom?

dicas de como aumentar colesterol hdl
Designed by Freepik

Existem pessoas que trazem uma taxa mais baixa de colesterol bom e uma mais alta de colesterol ruim na sua carga genética. Há outras que não cuidam dessas taxas ao longo da vida e acabam desenvolvendo doenças, em especial as cardiovasculares. Mas independentemente do caso, é possível melhorar as taxas de colesterol bom e reduzir as de colesterol ruim com esses cuidados:

1. Parar de fumar

As toxinas do cigarro danificam as artérias, que ficam ainda mais sensíveis ao acúmulo do colesterol ruim. Entretanto, somente com o ato de parar de fumar, pode haver um aumento de 5% no colesterol bom.

2. Controlar o consumo de bebida alcoólica

Quando uma pessoa abusa das bebidas alcoólicas ela aumenta os triglicerídeos nas artérias, que são um tipo de gordura existente no organismo. Além disso, dificulta a função do fígado, que pode acabar não conseguindo eliminar o colesterol ruim acumulado em seu interior. Porém, ao tomar uma quantidade equilibrada de bebida, como cerca de 1 taça de vinho seco ao dia, pode ajudar a aumentar os níveis de colesterol bom.

3. Praticar atividade física

Essa sempre vai ser uma recomendação fundamental para qualquer pessoa, em diferentes condições de saúde. Mas em especial para o aumento do colesterol bom, a atividade física é uma grande aliada. Principalmente se tiver a saúde fragilizada, é importante consultar seu cardiologista antes de iniciar qualquer atividade para saber o quanto poderá fazer por semana.

4. Aumentar o consumo de ômega-3 e 9

Ômega-3 e 9 são gorduras boas essenciais para funções do organismo. Além disso elas ajudam a aumentar o colesterol bom. Eles não são produzidos pelo corpo, então precisam ser ingeridos através de alimentos como peixes gordos, azeite e oliva, azeitona, castanha, nozes, macadâmia, amêndoas, abacate, coco, linhaça e chia.

5. Reduzir ao máximo o consumo de gordura trans

A gordura trans está presente em grande parte dos alimentos industrializados. No organismo, ela ocupa o lugar do HLD nas proteínas, impedindo que ele atue na quantidade e da forma adequada. Além disso ela estimula o aumento do colesterol ruim, o LDL.

6. Trocar açúcar industrializado por natural

Os alimentos açucarados artificialmente, ou seja, nos produtos industrializados, não trazem benefícios à saúde. Já o açúcar natural das frutas, do mel e de certas plantas é rico em outros nutrientes que colaboram com uma vida saudável. A razão de fazer essa troca está relacionada a manter o peso ideal, pois emagrecer também faz aumentar os níveis de colesterol bom.

Valores de referência

valores referência colesterol
Designed by Freepik

Quando você faz um exame de sangue para conferir a qualidade do seu colesterol, o resultado vai trazer uma série de números que o médico irá decifrar. Não é obrigatório que o paciente conheça o significado do resultado do exame. Porém, é importante ter noção de quais são os valores de referência para o colesterol bom e ruim, pois quanto melhor conhecer o seu corpo, mais fácil será para se cuidar.

Portanto, ao olhar para um exame de sangue, haverá o resultado de 4 tipos de colesterol, que deverão ter a seguinte média:

Colesterol total

Para pessoas maiores de 20 anos deverá estar abaixo de 190 mg/dl. Para crianças e adolescentes deverá estar abaixo de 170 mg/dl.

Colesterol HDL (bom)

Para pessoas maiores de 20 anos deverá estar maior que 40 mg/dl. Para crianças e adolescentes deverá estar maior que 45 mg/dl.

Colesterol LDL (ruim)

Para crianças e adolescentes deverá estar abaixo de 110 mg/dl. Para pessoas maiores de 20 anos, varia:

  • Abaixo de 130 mg/dl – em pessoas com risco cardiovascular baixo determinado pelo médico;
  • Abaixo de 100 mg/dl – em pessoas com risco cardiovascular intermediário determinado pelo médico;
  • Abaixo de 70 mg/dl – em pessoas com risco cardiovascular alto determinado pelo médico;
  • Abaixo de 50 mg/dl – em pessoas com risco cardiovascular muito alto determinado pelo médico.

Colesterol não HDL

Para pessoas maiores de 20 anos, varia:

  • Abaixo de 160 mg/dl – em pessoas com risco cardiovascular baixo determinado pelo médico;
  • Abaixo de 130 mg/dl – em pessoas com risco cardiovascular intermediário determinado pelo médico;
  • Abaixo de 100 mg/dl – em pessoas com risco cardiovascular alto determinado pelo médico;
  • Abaixo de 80 mg/dl – em pessoas com risco cardiovascular muito alto determinado pelo médico.

Diferença entre colesterol HDL vs LDL

diferença tipos colesterol hdl e ldl
Designed by Freepik

Conforme mencionado no início, cada pessoa possui 3 tipos de colesterol: HDL, LDL e VLDL. O primeiro é considerado bom e os outros dois são ruins. Para entender por que eles são considerados dessa forma, é preciso compreender sua composição e funções.

Nenhum dos três tipos de colesterol se mistura ao sangue para chegar nos órgãos onde vão exercer suas funções. Por isso, a forma que eles têm de chegar em cada local do corpo é se juntando com proteínas, que vão levá-los de carona. Quando ocorre essa junção eles passam a ser chamados de lipoproteínas.

O colesterol HLD, considerado bom, é composto por uma densidade maior de proteína e menor de gordura. Já o LDL e o VLDL são o oposto: têm mais gordura do que proteína, e por isso são mais perigosos.

Quando os níveis de colesterol ruim aumentam, eles se acumulam nas artérias dificultando a passagem do sangue, que não consegue levar nutrientes e oxigênio para os órgãos. Assim há grande risco de desenvolver sérias doenças nos órgãos vitais.

Já no caso do HLD, quando ele está em maior proporção em relação aos outros, ele não gruda nas artérias, então não há risco de entupimento. Além disso, a função do HDL é limpar as artérias que estão com excesso de LDL ou VLDL. Por isso é tão importante mantê-lo elevado, mesmo quando o colesterol ruim está equilibrado.

As dicas deste artigo não substituem a consulta ao médico. Lembre-se que cada organismo é único e pode reagir de forma diferente ao mencionado. E para obter os resultados mencionados também é preciso aliar a uma vida e alimentação saudável e equilibrada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0
Comentários
colesterol alto
5 Sintomas do colesterol alto e dicas de como equilibrá-lo
maquiagem para orientais
Dicas de maquiagem para orientais: como valorizar o olhar?