em

O que pode ser coceira no seio?

A coceira no seio pode ser desde uma simples alergia até sinal de gravidez ou de câncer; acompanhe os sintomas.

coceira no seio
Crédito: Pixabay

A coceira é um sintoma de que há algo errado, nem que seja uma simples irritação na pele. Mas quando ocorre em determinadas partes do corpo, podem gerar preocupação. É o caso da coceira no seio.

Afinal, essa área não é tão exposta e recebe até menos atenção do que deveria quando se trata de preocupação com a pele. O que poderia ser?

Causas da coceira no seio

Na grande maioria dos casos, o motivo não é preocupante, mas não custa nada prestar atenção e tomar alguns cuidados para deixar essa coceirinha chata de lado. Veja quais são as principais causas.

Alergia

O uso de sabonetes, hidratantes e cremes nos seios é necessário, mas como a pele dessa região é sensível pode ser que os cosméticos provoquem alergia e, consequentemente, sintomas como vermelhidão e irritação.

A solução é dar preferência para sabonetes à base de glicerina e produtos com componentes antialérgicos. Depois do banho, seque com uma toalha felpuda e macia para não irritar ainda mais a região.

Ressecamento

A falta de hidratação prejudica o corpo todo, inclusive as mamas, o que pode gerar a coceira no seio. O clima seco, as temperaturas baixas e o banho quente contribuem para piorar esse quadro, gerando rachaduras e irritações.

Como não dá para lutar contra o clima o jeito é caprichar na hidratação. Beba pelo menos um litro e meio de água por dia e use hidrantes suaves na região mamária.

Tecido das roupas

Renda, lã, tricô e tecidos sintéticos são tecidos que podem provocar alergia em peles sensíveis, principalmente quando há movimentos de fricção,que irritam e pele e podem até causar feridas.

Dê preferência para tecidos leves e confortáveis, e se necessário use um protetor de mamilo para evitar que roce na roupa.

Roupas sujas

Sabe quando você usa o sutiã por vários dias consecutivos? Ele pode até estar aparentemente limpo, mas o suor acumulado promove a proliferação de fungos e bactérias, que além do mau odor geram também a micose e coceira no seio.

Troque as roupas íntimas diariamente, pois as mamas transpiram e soltam secreções. Além disso, é desagradável usar roupa suja e fedida.

Má higiene

Os seios suam, secretam e precisam ser higienizados corretamente. É simples: basta usar um sabonete antialérgico e esfregar com as mãos suavemente, principalmente na parte de baixo, onde é mais fácil acumular fungos e bactérias.

Enxugar bem também é importante, caso contrário o ambiente fica úmido e propício a infecções. A higiene mal feita é uma das principais causas de coceira nas mamas.

Variação hormonal e gravidez

A TPM, menopausa e gravidez são períodos onde a produção de hormônios aumenta, o que estimula a circulação sanguínea na região dos seios e pode provocar coceira.

Nas gestantes, o tecido dos seios está expandindo para atender às demandas do bebê, o que também pode gerar o incomodo.

Coceira no mamilo: o que é?

coceira no mamilo
Crédito: Pixabay

Os casos de alergia, ressecamento e higiene mal feita das roupas e do corpo também valem para a coceira no mamilo. No entanto, esse sintoma pode indicar outros problemas.

Câncer de pele

A causa mais grave seria a Doença de Paget, que gera vermelhidão e coceira nos mamilos, além de descamação excessiva da pele. Nesse caso, é necessário procurar um médico com urgência.

Eczema

Quando a coceira é intensa e acompanhada de bolinhas vermelhas e ressecamento pode indicar um caso de eczema, que é tratado com pomadas de corticoide indicadas pelo médico.

Gravidez

O crescimento das mamas força a pele a esticar, o que pode gerar um pouco de incomodo no mamilo. Prepare bem a pele com hidratantes e procedimentos recomendados pelo médico.

Infecção

A pele seca ou rachada facilita a entrada de micro-organismos que podem provocar vermelhidão, inchaço, coceira intensa e dor. O tratamento é feito com pomadas antibacterianas ou antifúngicas.

Qual médico procurar?

Na maioria dos casos um bom dermatologista é capaz de avaliar o problema, já que a origem se dá na pele da região mamária. Porém, se for mais grave, vale ir até um ginecologista ou até oncologista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Loading…

0

Comentários

comentários

antibiotico corta o efeito do anticoncepcional

Sim ou não: antibiótico corta o efeito do anticoncepcional?

picada de aranha

Como identificar picada de aranha?