clúsia como cuidar
Crédito: Wikimedia Commons
em

Clúsia: conheça melhor esse lindo arbusto para o ter no seu jardim

Essa planta pode chegar a seis metros de altura e é uma ótima opção para fazer cerca viva

Se você tem um jardim espaçoso e está buscando espécies de plantas para ocupar o espaço de forma bem ornamental, saiba que a clúsia é uma ótima opção. Essa planta pode chegar até 6 metros de altura, em um arbusto largo e cheio. Saiba mais sobre ela.

Características gerais da clúsia

O nome científico dessa planta é Clusia fluminensis, e ela é nativa do Brasil, especialmente de São Paulo e do Rio de Janeiro. Você pode escolher cultivar a clúsia grande, que é a tradicional, ou a mini (chamada de “pedra azul”), que tem folhas bem menores e é mais fácil de manter em jardins pequenos. Suas lindas folhas são obovadas, ou seja, em formato de ovo invertido, ou gota. Essas folhas podem ser bem verdinhas e brilhantes (originais) ou da espécie variegata, que são as folhas de duas cores, no caso verde e creme.

Luminosidade

luminosidade para clúsia

Essa planta gosta de sol pleno, mas também aceita meia sombra, pegando sol apenas algumas horas por dia. Por isso que é ideal para cultivar no centro de jardins.

Se você optar por cultivar uma clúsia variegata é importante deixá-la no sol pleno, pois se ela ficar muito na sombra, suas folhas vão escurecer e perder o efeito de duas cores.

Regas

regas para clúsia

A clúsia é uma planta rústica, que se adapta bem aos variados climas do Brasil e não exige cuidados especiais. As regas podem ser moderadas, ou seja, quando você perceber que a superfície da terra está seca.

Mistura de plantio para a clúsia

terra para clúsia

Na hora de plantar, pode usar uma mistura simples com 2 partes de terra vegetal 1 parte de matéria orgânica, como húmus de minhoca ou esterco de curral curtido. Se a terra for muito argilosa, misture também um pouco (10%) de areia de construção para deixá-la mais drenável.

Adubação

A adubação pode ser feita no máximo duas vezes ao ano, não precisa mais do que isso. É uma adubação equilibrada, com NPK 10-10-10, ou composto orgânico.

Podas

As podas podem ser feitas para limpeza de folhas e galhos secos, ou então para dar um formato ao arbusto, seja arredondado, mais quadradinho ou em uma cerca viva. Na hora de podar, observe o espaçamento entre as gemas, que são aqueles nós entre as folhas. Corte perto da gema que você quer ramificar.

Reprodução da clúsia

A forma mais fácil de reproduzir a clúsia é por estacas do caule. Quando for podar um ramo saudável, corte abaixo da quinta gema e coloque-a para brotar na terra, na mesma mistura de plantio já mencionada.

O último nó da base deve ficar enterrado, e para isso você deve cortar essas folhas mais de baixo. Mantenha a terra úmida, em meia sombra, e aguarde até ela enraizar e começar a crescer, para depois replantar no jardim, tenha plantado a estaca em um vasinho.

Toxicidade

Atenção: a clúsia é uma planta tóxica. No interior do seu caule tem um líquido branco que é tóxico. Por isso, use luvas para manuseá-la e não deixe que as crianças e os animais de estimação fiquem muito perto.

Crédito das imagens: Tua Casa

Veja também: Tagetes – como cuidar dessas flores ornamentais e repelentes

suculentas gigantes

Você conhece as suculentas gigantes? Veja 5 espécies fáceis de ter no jardim

o que é acne cística e como evitar

Acne cística: como lidar com as espinhas inflamadas sob a pele