clareamento dental gusttavo lima
Crédito: Reprodução Instagram @gusttavolima
em

Clareamento dental: o que você precisa saber antes de fazer

Técnica virou queridinha entre os famosos e procura é alta nos consultórios odontológicos

Publicidade

Cuidar bem dos dentes é uma mania nacional cientificamente comprovada: no Brasil, a população escova os dentes três vezes por dia – o dobro da média global. Nos últimos anos, esse cuidado deixou de ser apenas relativo à saúde bucal e o sorriso passou a ser, principalmente, uma questão de vaidade.

Com essa dentição, eu sorria até chorando!

Quem não quer ter os dentes bem branquinhos e retinhos iguais aos dos artistas? O sorriso é o nosso cartão de visita e denota uma aparência bem cuidada, limpa e preocupada. Atentos que são, há infinitos tratamentos disponíveis no mercado, desde clareamento dental a alinhadores transparentes: opções para consertar qualquer incômodo com a aparência da boca!

E quanto mais variedade, mais dúvidas. Por isso, hoje vamos responder perguntas sobre o clareamento dental, a técnica queridinha dos famosos.

Clareamento deixa os dentes sensíveis?

Sim. Se for fazer um clareamento com molde e gel, você pode passar por esse problema. O peróxido presente no produto clareador penetra no “nervo” do dente e pode causar inflamação. No caso de clareamento a laser, pode ocorrer sensibilidade devido à desidratação do dente causada pela exposição à temperatura elevada.

Publicidade

Pasta de dente clareadora resolve?

Não. Se está pensando que essa é uma forma baratinha de ter dentes branquinhos, esqueça! Esse tipo de pasta de dente possui pouquíssima quantidade de ativos branqueadores. O que acontece é que, por serem abrasivas, removem manchas superficiais (como as de café, refrigerantes e outros alimentos escuros) e dão a impressão de brancura.

Clareamento enfraquece o dente?

Não. O clareamento com gel acontece através de uma reação química, ou seja, não é um processo abrasivo e não afeta a estrutura dos dentes.

Durante o clareamento, pode beber e comer coisas com corantes?

Não. Alimentos pigmentados podem interferir no resultado final do tratamento, pois o corante vai fazer o trabalho oposto ao produto branqueador, manchando seu sorriso e atrapalhando o clareamento.

Publicidade

Qualquer pessoa pode fazer clareamento?

Sim. Desde que não haja nenhuma contraindicação. Devem evitar mulheres grávidas, menores de 15 anos, pessoa com implante dentário, pacientes com doenças gengivais e alérgicos aos componentes da fórmula clareadora.

Os dentes voltam a escurecer depois de algum tempo?

Sim. À medida em que consumir alimentos com corantes e pigmentos escuros, seu dente será “pintado” novamente. Uma dica é usar canudo no caso dos líquidos, assim, vão diretamente para a goela, sem contato com os dentes.

Receitas caseiras fazem mal?

Sim. Muito cuidado ao seguir virais do YouTube com bicarbonato de sódio, limão, água oxigenada, carvão, etc. Esses produtos são altamente abrasivos e vão desgastar o esmalte do dente, deixando a superfície porosa e super sensibilizada.

Publicidade

Antes de recorrer a esse tratamento, pesquise bastante. O sorriso mais bonito vem de dentro e independe de qualquer estética!

Veja também: Dentes com cores anormais: o que pode ser?

Round Glúteo: o tratamento estético que faz sucesso entre as famosas

Síndrome vasovagal

Síndrome vasovagal: saiba o que é, sintomas e como se cuidar