Transplante capilar
Crédito: Freepik
em

Transplante capilar: veja como funciona o método FUT

A forma mais eficaz de voltar a ter cabelo, para quem tem calvície, é fazendo um transplante

Publicidade

Fazer transplante capilar está em alta. Só não é mais popular devido ao preço. O fato é que homens e mulheres com calvície veem nele uma forma eficaz de voltar a ter cabelos, mais saudáveis e com mais volume.

A autoestima vai nas alturas quando o resultado é um sucesso, e isso depende de profissionais especializados que começam seu trabalho na primeira consulta, ajudando o paciente a escolher o melhor método. Hoje você vai conhecer como funciona o método FUT de transplante capilar.

Método FUT

A sigla FUT quer dizer Follicular Unit Transplant (Transplante de Unidade Folicular). Também conhecida como técnica Strip Harvesting. Consiste em cortar, com o auxílio de bisturi, uma faixa de cabelo da zona doadora – que vai doar os cabelos para a zona que está careca.

Como funciona?

Nesta técnica, o implante dos folículos é realizado em duas fases: na primeira se realizam múltiplos orifícios prévios no couro cabeludo careca. Então vem a segunda, onde se implantam, nestes mesmos orifícios, os folículos capilares previamente extraídos da zona dadora.

Publicidade

No transplante capilar com o método FUT, podem ser transplantados até 7 mil fios em um dia. O procedimento é demorado pois, além de os fios serem implantados um a um, existe todo um processo de preparação da faixa de cabelo da zona doadora.

Os fios existentes nessa faixa são lapidados em microscópios de alta tecnologia, com técnicas especiais de corte, separação e classificação dos fios.

Entrar no grupo do Telegram

Esse procedimento garante que as unidades foliculares sejam posicionadas na região careca em harmonia com ângulo, direção e no formato do couro cabeludo de forma natural – que é a grande preocupação de quem quer fazer implante.

Publicidade

Veja também: Minoxidil funciona mesmo para tratar calvície?

Recuperação do transplante capilar

Depois de terminado o transplante capilar com o método FUT, o paciente recebe alta no mesmo dia. As recomendações dos médicos para os pacientes recém-transplantados são as seguintes:

  • Dormir na posição indicada, de forma que a zona tratada não entre em contato com o travesseiro;
  • Evitar a exposição solar ou chuva;
  • Evitar a frequência de piscinas com cloro;
  • Evitar nadar em mar aberto durante os primeiros 8 dias;
  • Evitar o mergulho em mar aberto durante os primeiros 10 dias;
  • Não praticar exercício físico durante os primeiros 7 dias;
  • Não utilizar qualquer tipo de capacete nas 2 primeiras semanas;
  • Evitar o uso de produtos químicos (gel; Minoxidil, outros) durante o primeiro mês;
  • Reduzir o consumo de tabaco durante os primeiros 3 dias;
  • Não ingerir bebidas alcoólicas enquanto tomar antibiótico;
  • Reduzir o consumo de sal e açúcar enquanto tomar anti-inflamatórios.

Aproveite e veja: Ozonioterapia capilar: um tratamento para cabelos mais saudáveis

Publicidade

Quando o cabelo começa a crescer?

Depois de 14 dias de cirurgia, as suturas podem ser removidas. Por volta dos 3 meses depois da cirurgia, os novos fios de cabelo começam a crescer de forma permanente, tanto na zona que era careca quanto na zona doadora, de onde foi retirada a faixa de cabelo.

Falando nisso, vai ficar uma cicatriz nessa região, mas que só vai aparecer se raspar o cabelo muito curtinho. Mesmo assim, os médicos tomam cuidado para que a cicatriz tenha a melhor estética possível.

Quanto tempo leva a cirurgia?

O tempo depende de quantos fios serão implantados e do método escolhido. No método FUT leva cerca de 5 ou 6 horas, em média. O paciente recebe anestesia local e pode dormir enquanto a equipe médica trabalha no transplante capilar.

Publicidade

Aproveite e veja: 9 causas da queda de cabelo

Pode usar fios de cabelo de outra pessoa?

Não, ao menos por enquanto. É mais seguro usar os fios da própria pessoa para evitar a rejeição, que pode ser intensa.

Com que idade pode fazer transplante capilar?

A idade em si não é a questão, mas sim, o grau de calvície. Claro, se for um caso menos comum de um paciente menor de idade, ele terá que obter a autorização dos responsáveis para realizar o procedimento.

Publicidade

Mas, sobre a calvície, os médicos não recomendam fazer o transplante capilar quando a queda de cabelo está muito no início.

Isso porque o paciente poderá ter que fazer mais procedimentos no futuro, mesmo tomando os cuidados recomendados pelo médico para controlar a queda, manter o cabelo mais forte e saudável.

Então, é melhor esperar para ver até onde vai a calvície do paciente. O médico pode prever como será o formato e intensidade da queda quando já existe um certo grau.

Publicidade

Veja também: Dicas caseiras e bons hábitos para ajudar a retardar a ação da calvície

Artigo com informações de Attica Transplantes Capilares e Thiago Bianco Restauração Capilar

Casais

4 Casais famosos com gostos e hábitos estranhos

Dismorfia corporal

Dismorfia corporal: saiba o que é, os sintomas e tratamento