Beber chá regularmente pode melhorar a saúde do cérebro
Crédito: Freepik
em

Beber chá regularmente pode melhorar a saúde do cérebro

Veja os melhores tipos de chá para deixar o seu cérebro afiado e saudável por mais tempo

Alguns alimentos parecem indiferentes, como aquele chazinho ao longo do dia, mas podem fazer muita diferença a longo prazo. Um estudo mostrou que as pessoas que tomam chá regularmente têm maiores chances de manter o cérebro afiado, por mais tempo. Conheça-o e veja quais são os tipos de chás mais indicados para o cérebro.

Conhecidos pela medicina popular, os chás são grandes aliados para tratar diversos tipos de doenças, sendo inclusive recomendados por médicos e nutricionistas. Cada tipo de ingrediente pode ter uma utilidade, mas sempre existem aqueles que se toma somente pelo prazer, assim como o café.

Não que ele não vá apresentar benefícios, mas estes não são o foco central para o consumo e sim o sabor ou até mesmo o hábito. O estudo recente, publicado em uma revista científica voltada à terceira idade, mostrou que o consumo regular de alguns chás podem favorecer a saúde do cérebro.

Consumo regular de chá é benéfico para o cérebro

O estudo foi realizado por três anos e envolveu diversos países, a exemplo do Reino Unido, China e Cingapura, grandes consumidores de chá. Nesse período, 36 pessoas acima dos 60 anos foram testadas para avaliar a capacidade cognitiva. Além dos resultados dos testes, foram recolhidos também dados sobre o estilo de vida e exames físicos, como a ressonância magnética.

Os resultados surpreenderam e agitaram o meio acadêmico, comprovando o que já se vinha observando ao longo das décadas. Beber alguns tipos de chá pode ajudar a melhorara a saúde cerebral. Entre os pesquisados, aqueles que tomavam chá ao menos quatro vezes na semana, apresentavam melhores conexões entre as zonas do cérebro, além de processarem melhor a informação.

Mas você está querendo mesmo é saber quais foram os tipos de chá benéficos para os estudados. Pois eles fazem parte da dieta de muitas pessoas, seja como um acompanhamento para o lanche ou até mesmo como parte do processo de emagrecimento. São eles o chá verde, preto e oolong, sendo os mais consumidos nas regiões pesquisadas.

Melhores chás para o cérebro

Os três chás que apresentaram melhor resultado no estudo foram o chá verde, o preto e o oolong. Veja como preparar cada um corretamente.

Chá verde

O chá verde é normalmente associado a dietas para perda de peso, mas suas qualidades vão muito além disso. Ele é rico em antioxidantes e excelente para a saúde, protegendo o coração e ajudando a lidar com o diabetes. Além disso, ajuda a evitar a demência, é diurético e melhora a saúde dos ossos e dentes. Bom para o fígado, sistema imunológico e muito usado para fins estéticos.

Para preparar corretamente, comece escolhendo folhas de boa procedência, preferencialmente adquiridas em lojas de produtos naturais de confiança. A temperatura da água também é importante, não podendo ferver de forma alguma. Basta colocar uma xícara de água para aquecer e quando começar a fazer pequenas bolinhas na lateral, colocar 1 colher de sopa de folha e desligar.

Depois é só coar e aproveitar da forma que preferir. Se puder, evite adicionar açúcar, para mantê-lo saudável. Pode adoçar com mel ou açúcar de coco, além é claro de adoçantes naturais como a stevia ou xilitol.

Chá preto

Menos utilizado do que o chá verde, sendo o seu consumo mais comum no Reino Unido, o chá preto também tem seus benefícios para o corpo e mente. Riquíssimo em cafeína, é um substituto equiparado ao café, com 45 mg por xícara. Além disso, é rico em antioxidantes, ajudando a melhorar a saúde do sistema cardiovascular.

Assim como o chá verde, o preto deve ser preparado com cuidado, sem deixar que as folhas superaqueçam. Dessa forma, você não perde nenhum nutriente importante, mantendo a qualidade do chá, com sabor balanceado. No mais, pode manter a mesma proporção do chá verde, assim como a forma de preparo.

Chá oolong

Tendência em dietas de emagrecimento, o oolong tem um sabor intermediário, nem tão forte quanto o chá preto, nem tão suave quanto o verde. Porém, suas propriedades não deixam nada a desejar, acelerando o metabolismo, o que ajuda no processo de emagrecimento. Contém também uma quantidade razoável de antioxidantes, ajudando a prevenir o envelhecimento precoce.

O modo de preparo é similar ao dos chás anteriores, pois ambos são feitos da mesma planta, diferindo na forma de tratamento dado. No caso do oolong, costuma-se adicionar outros elementos que aceleram o metabolismo ou ajudam no processo diurético. Assim, se quiser, pode ferver a água com canela, por exemplo, e depois de esfriar um pouco colocar as folhas e abafar.

herpes em bebe

Herpes em bebê: conheça os perigos e como evitar

Grávida de gêmeos, ela recebeu apenas um bebê depois do parto