Bambuterapia
Crédito: Freepik

Bambuterapia: saiba o que é, vantagens e contraindicações

A bambuterapia serve tanto para fins estéticos quanto terapêuticos

Publicidade

A bambuterapia é uma técnica milenar de massagem chinesa, mas sua origem é considerada francesa. Nesse tipo de terapia são utilizadas hastes de bambu, de diferentes tamanhos e espessuras, para encaixar melhor em cada parte do corpo que vai receber o tratamento.

Essa técnica deve ser realizada por um profissional especializado, como fisioterapeutas e massoterapeutas, e serve tanto para fins estéticos quanto terapêuticos.

Aproveite e veja: Como fazer óleos de massagem caseiros para diferentes finalidades

Por que o bambu?

A escolha do bambu se dá por causa da textura macia e leve desse material, além de sua variedade de tamanhos e espessuras. Junto com isso, o bambu é considerado energizante, já que passa anos no subsolo, criando raízes extremamente fortes, e acumula muita energia da terra.

Publicidade

Como é feita a bambuterapia?

A técnica é aplicada na clínica do terapeuta, com o cliente deitado em uma cama de massagem, em um ambiente preparado para promover o relaxamento do corpo e da mente.

O profissional vai escolher os tamanhos de bambus e tipos de aplicação de acordo com o objetivo do cliente. Existem bambus bem pequenos para os pés e o rosto, por exemplo, até os maiores para regiões como costas, barriga e coxas.

A bambuterapia pode ser aplicada em tratamentos estéticos, como drenagem linfática e massagem modeladora, e em tratamentos terapêuticos, como massagem relaxante. Pode ser um complemento de outras técnicas também, como o shiatsu e as pedras quentes.

Publicidade

O tempo de uma sessão de bambuterapia também varia conforme o tratamento que for aplicado. Pode ser desde 15 até 90 minutos. E a frequência é igualmente variável, conforme a necessidade do cliente.

Veja, no vídeo abaixo, um exemplo de como são os movimentos da bambuterapia :

Quais as vantagens da bambuterapia?

São muitas as vantagens da bambuterapia para a saúde física e mental. Para ter bons resultados, o importante é encontrar um bom profissional, que converse antes com seu cliente para saber o objetivo da terapia e como irá aplicá-la. Assim, as vantagens podem ser:

Publicidade
  • Melhora no funcionamento do intestino;
  • Alívio das linhas de expressão;
  • Alívio das tensões musculares;
  • Diminuição de inchaços;
  • Estímulo da circulação sanguínea;
  • Melhora da circulação facial;
  • Melhora da elasticidade da pele;
  • Melhora da flacidez;
  • Melhora do aspecto da celulite;
  • Melhora do retorno venoso;
  • Melhora do tônus muscular facial;
  • Mente mais calma;
  • Oxigenação e nutrição dos tecidos;
  • Relaxamento geral;
  • Remodelação da gordura localizada;
  • Sensação de bem-estar geral.

Quem não pode fazer?

Como envolve toda a parte circulatória e linfática do corpo, esse tratamento pode ser contraindicado nos seguintes casos:

  • Alterações de sensibilidade;
  • Cardiopatia descompensada;
  • Cirurgia recente;
  • Dermatites (no local);
  • Diabete descompensada;
  • Febre;
  • Fraturas recentes;
  • Gestante (antes dos 3 meses e, após esse período, somente com autorização do ginecologista/obstetra);
  • Hipertensão e hipotensão descompensada;
  • Hipertireoidismo;
  • Insuficiência cardíaca;
  • Insuficiência renal;
  • Neoplasia;
  • Processos infecciosos;
  • Trombose venosa profunda e tromboflebite.

Antes de buscar um terapeuta para fazer a bambuterapia, converse com seu médico, mesmo que você não esteja nessa lista de contraindicações.

E confie em um terapeuta que irá conversar com você e fazer uma análise da sua situação de saúde e objetivos com essa terapia, antes de iniciar o tratamento.

Publicidade

Veja também: Massagem tântrica: descubra o que é e quais os benefícios

PODE GOSTAR TAMBÉM

ervilha

Conheça os benefícios da ervilha para a saúde

Influenciador

Influenciador Jesse e seu cão Shurastey são trazidos para velório no Brasil