como cuidar de asplênio
Crédito: Freepik
em

Como cuidar de asplênio: uma linda folhagem para sua coleção

Primo da samambaia, o asplênio também gosta de umidade e tem folhas que se desenrolam conforme crescem

Publicidade

O nome científico do asplênio é Asplenium nidus. Essa folhagem é asiática e tem algumas semelhanças com as samambaias, como o formato das folhas, a reprodução por esporos e o fato de não tolerar luz direta. Veja dicas de como cuidar do asplênio, uma planta que vai agregar mais valor ao seu jardim externo ou dentro de casa.

Características do asplênio

asplênio cuidados essenciais
Crédito: Freepik

Essa é uma planta com ciclo de vida perene, da família das Aspleniaceae, que pode atingir até 1,80 metro se for cultivada livremente e nas condições ideais. Mas pode ser cultivada em um lindo vaso dentro de casa. Aliás, é uma boa planta para ter dentro de casa, pois precisa ficar protegida do sol direto e do frio intenso. Nesse caso, o asplênio costuma atingir de 20 a 90 centímetros.

Terra para plantio

Quando for plantar ou muda ou replantar um asplênio, escolha um substrato rico em matéria orgânica, que seja drenável, mas que também tenha boa capacidade de retenção de água, como a fibra de coco.

Regas

asplênio precisa de muita água
Crédito: Freepik

Assim como as samambaias, o asplênio gosta de calor e umidade, tanto na terra quanto no ar. Então, todas as manhãs, principalmente no verão, você pode borrifar um pouco de água sobre as folhas, a uma distância de uns 15 centímetros, para manter a planta umedecida. Regue a terra quando notar que a superfície está começando a secar.

Publicidade

Luz

No seu habitat natural, o asplênio é uma planta epífita, ou seja, crescer sobre árvores e está sempre protegida do sol direto. Então, em casa, reproduza esse habitat mantendo seu asplênio em local com luz indireta. Essa planta queima rapidamente se ficar sob sol direto em suas folhas.

Reprodução

como reproduzir asplênio
Crédito: Freepik

A reprodução natural do asplênio é por esporos, aqueles pontinhos marrons grudados nas folhas. Mas, você também pode fazer a divisão da planta, com folhas e raízes, e replantar uma muda em outro vaso.

criar bons filhos

Como criar bons filhos: 10 atitudes que fazem a diferença

Alimentos perigosos para as crianças

9 Alimentos perigosos para as crianças