Zumbido no ouvido
Crédito: Freepik
em

Zumbido no ouvido: conheça as principais causas e tratamentos

O zumbido pode ser muito simples de resolver, como também pode não ter cura, dependendo do caso

O zumbido no ouvido é quando uma pessoa ouve um barulho incômodo, mas sem que exista uma fonte externa de som. Pode estar tudo em silêncio à sua volta, e o zumbido vai estar lá, dentro do ouvido, prejudicando sua qualidade de vida.

Os sons do zumbido variam, podendo ser graves ou agudos, contínuos ou pulsáteis, semelhantes a um chiado, um apito, uma cachoeira, panela de pressão, grilo ou motor. As pessoas que não têm zumbido no dia a dia, podem experimentar uma sensação parecida quando saem de um evento com música muito alta e vão para um ambiente mais silencioso.

Zumbido no ouvido: o que pode ser?

De acordo com o Dr. Willian Rezende, médico neurologista na Regenerati Neurologia, o zumbido no ouvido é um sintoma muito comum que acontece em pessoas de todas as idades, seja na forma esporádica ou contínua. No entanto, os casos de zumbido ficam mais frequentes com o passar da idade, e por isso é um sintoma tão comum nos idosos.

Para entender o que é o zumbido e por que ele acontece, é necessário diferenciar os dois tipos principais: zumbido com perda de audição e zumbido sem perda de audição.

Zumbido no ouvido com perda auditiva

Quando existe a perda auditiva, a causa pode ser uma lesão na estrutura do ouvido. Essa lesão pode ocorrer após um acidente, uma pancada ou a exposição prolongada (por meses ou anos) a sons muito altos. Mas, também, pode ser a perda natural de audição que acontece com a velhice.

Cera compactada

A cera é naturalmente produzida no ouvido de todas as pessoas. Mas, em alguns casos, ela fica compactada e a pessoa deixa de ter a percepção acústica normal. Se essa cera pressiona o tímpano e todo o aparelho acústico, pode gerar um zumbido. É bem comum acontecer em qualquer idade.

Problemas respiratórios

Os sistemas de audição, respiração e fala estão interligados. É por isso que existe o médico otorrinolaringologista que trata desses três sistemas do corpo. Então, faz sentido que pessoas que tenham rinite, faringite, sinusite e outras inflamações e infecções das vias aéreas tenham também zumbido no ouvido. Nessas condições respiratórias, a pressão do ar que existe dentro do ouvido muda, e causa o zumbido.

Depressão, ansiedade e estresse

Essa é uma das causas menos prevalentes para o zumbido no ouvido, mas acontece. Pessoas que estão deprimidas, ansiosas ou vivendo períodos de alto estresse, podem começar a ouvir zumbidos especialmente nos momentos mais silenciosos, quando vão deitar na cama para dormir, por exemplo. Nesse caso o zumbido é de origem psíquica, considerado um tipo de transtorno alucinatório.

Síndrome de Ménière

Nessa síndrome, o ouvido interno está danificado, causando zumbidos, perda auditiva e vertigens. Não se sabe exatamente a causa dessa síndrome, mas acredita-se que esteja relacionada a uma falha no mecanismo regulador da produção, circulação e/ou absorção da endolinfa (líquido que fica na orelha interna).

Tratamentos para zumbido no ouvido

Os tratamentos vão variar conforme a causa do zumbido. Se for uma causa simples, como o acúmulo de cera, o médico vai receitar um remedinho para derreter a cera de ouvido, depois volta no médico para fazer uma lavagem e o problema vai se resolver.

Se o problema for respiratório, então é necessário tratar da doença principal para que o zumbido desapareça. Cada problema tem um tratamento especifico. Então, aproveite e saiba mais sobre rinite e sinusite.

Se a causa for a perda auditiva comum da idade avançada, nem sempre tem o que fazer, mas em alguns casos o idoso passa a usar aparelho auditivo e deixa de ter o zumbido.

Quando ocorre por causa de uma lesão, aí é mais complicado definir o tratamento, pois varia muito conforme o tipo da lesão e o que a causou.

Quando a origem do zumbido é psíquica, os tratamentos também variam conforme o diagnóstico do paciente (depressão, estresse, ansiedade). Mas, existe o remédio paroxetina que costuma ajudar na melhora do zumbido, e deve ser prescrito pelo médico.

E se a causa for a síndrome de Ménière, aí infelizmente não tem cura, mas existem tratamentos que ajudam a reduzir os sintomas. Em geral, o tratamento precisa ser feito durante toda a vida.

tirar ferrugem de inox

Como tirar ferrugem de inox: saiba por que essas manchas acontecem

como fazer mudas de orquídeas

Como fazer muda de orquídea: 3 formas simples