trepadeira
Crédito: Freepik
em

Trepadeira: conheça os tipos e como usá-las na decoração e paisagismo

Essas plantas são perfeitas para quem gosta de se sentir envolto pela natureza

As plantas trepadeiras são aquelas que vão crescendo e se fixando nas estruturas que estiverem por perto, sejam árvores, paredes, muros ou móveis. A trepadeira é especialmente usada nas partes externas, preenchendo muros, paredes e pergolados com sua beleza.

Mas você também pode cultivar essa planta dentro de casa. Só precisa conhecer um pouco melhor sobre alguns dos tipos mais usados na jardinagem e paisagismo no Brasil para escolher aquela que melhor se adapta ao seu ambiente. Ao final do artigo, veja também fotos para se inspirar.

Tipos de trepadeira

As trepadeiras vão crescendo em direção ao sol. Se forem cultivadas dentro de casa, precisam ser colocadas em um local estratégico, pensando que elas vão seguir o caminho da luz mais forte. Veja quais são os 4 tipos.

Arbustos escandescentes

Essas plantas possuem um caule lenhoso, com ramificações desde a base, mas com podas e amarrações podem ser conduzidas a se fixarem nas estruturas. Alguns exemplos são:

Bela Emília

trepadeira bela emilia

Rosa-trepadeira

rosa trepadeira

Alamanda

planta alamanda

Viuvinha

trepadeira viuvinha

Bougainville

planta bougainville

Jasmim da Índia

trepadeira jasmim da india

Trepadeira volúvel

Essas são aquelas que se enrolam e sobem em espiral quando encontram um obstáculo pela frente. Elas se enrolam melhor em coisas finas, como arames, cercas, tubos de plástico ou metal. Depois de chegarem ao topo do suporte, elas ficam pendentes. Alguns exemplos são:

Lágrima de Cristo

trepadeira lagrima de cristo

Sapatinho de judia

trepadeira sapatinho de judia

Tumbergia azul

trepadeira tumbergia azul

Jasmim de Madagascar

trepadeira jasmim de madagascar

Dipladênia

trepadeira dipladênia

Glicínia

trepadeira glicínia

Trepadeira sarmentosa

Essa plantas possuem órgão de fixação natural, como gavinhas, espinhos curvos e raízes adventícias, que elas usam como “garras”. Alguns exemplos são:

Cipó-de-são-joão

planta Cipó-de-são-joão

Amor agarradinho

planta Amor agarradinho

Unha-de-gato

trepadeira Unha-de-gato

Hera

planta hera

Cipós

Essas plantas têm caules longos e rijos que necessitam de amarrilhos para seguirem o caminho desejado. Quando já conseguem subir bastante, eles se curvam por causa do peso. Se tiverem um suporte bem firme e longo, atingem grandes alturas. Alguns exemplos são:

Sete léguas

planta Sete léguas

Jasmim-dos-poetas

planta Jasmim-dos-poetas

Congeia

planta Congeia

Flor-de-cera

planta Flor-de-cera

Trombeta chinesa

planta Trombeta chinesa

A trepadeira vinga em vasos?

De modo geral, é possível perceber uma grande diferença entre o desenvolvimento de uma trepadeira no vaso ou no solo. Quando a planta está no vaso, ela tem um espaço limitado e um consumo limitado de nutrientes para se desenvolver. Já no solo ela vai muito melhor.

Então, você até pode cultivar uma planta dessas em vaso, mas esteja ciente de que ela poderá não ficar tão grande, nem dar tantas flores, caso seja uma trepadeira de flor. Já no solo ela se sentirá livre para chegar ao seu máximo de desenvolvimento, mais extensa e mais bonita.

Cuidados no cultivo com trepadeira

Como existem muitos tipos de trepadeiras, cada uma delas tem alguns cuidados diferenciados. Mas, veja como é o cultivo, de modo geral.

Regas

Ao plantar uma trepadeira, ela não vai começar logo a se prender nas estruturas. Primeiro, ela precisa criar raízes firmes no solo para se sentir forte e segura, e depois vingar.

Então, no início desse enraizamento, as regas são bem importantes. Elas variam de acordo com o tipo de planta, podendo ser dia sim e dia não, uma ou duas vezes por semana.

Depois de enraizada, se estiver no solo, ela praticamente vai se virar sozinha com a umidade do solo. Se estiver em vaso, fique de olho quando o substrato estiver seco para dar mais água a ela.

Podas

Quase todas as trepadeiras precisam de podas para se manterem mais firmes, fortes e bonitas. No caso das floridas, as podas devem ser feitas antes da floração para que a planta aguente o peso das flores. De modo geral, faça as podas só depois do segundo ano de vida da planta para que ela tome forma. As podas devem ser feitas com uma tesoura adequada, de jardinagem.

Inspirações para usar trepadeira na decoração e paisagismo

Agora que já conhece os tipos de trepadeira, veja algumas fotos de como elas ficam lindas dentro ou ao redor de casa.

No pergolado do jardim

trepadeira no pergolado

Uma decoração externa exuberante

flores rosas decorando a fachada

Formando sombra aos poucos

trepadeira pequena na pérgola

Um quadro vivo na sala

planta dentro de casa

Área gourmet natural

área gourmet natural

Do vaso rumo ao pergolado

do vaso ao pergolado

Mais selvagem

trepadeira selvagem

Cobrindo os muros

muros com trepadeira

Na varanda gourmet

varanda gourmet com planta

Um pórtico florido

pórtico florido

Crédito das imagens: Tua casa e Flores & Folhagens

Veja também: Ideias de decoração com suculentas

como montar o cantinho do café

Cantinho do café: lindas inspirações para montar o seu

plantas pendentes

Plantas pendentes de sol, de sombra e com flores para decorar a casa