em

Tipos de sal: qual o mais saudável?

A resposta sobre qual é o sal mais saudável é simples, mas não basta mudar o tipo de sal para ter benefícios à saúde
tipos de sal
Crédito: Pxhere

Pessoas que sofrem com a pressão alta enxergam o sal como seu maior inimigo. Mas, se consumido na quantidade equilibrada, ele é um importante aliado da saúde, inclusive, necessário para diversas funções vitais, como o equilíbrio da quantidade de água no corpo, o estímulo dos músculos de todo o corpo, melhora da digestão e aumenta a geração de energia. Porém, não existe apenas um tipo. Veja quais são alguns dos principais tipos de sal e qual é o melhor para consumir no dia a dia.

Tipos de sal

Basicamente, são cinco tipos de sal mais populares e consumidos, que as pessoas ainda estão experimentando e testando na alimentação.

Sal fino comum

O sal fino de mesa é o mais comum na alimentação dos brasileiros, mas ao mesmo tempo é o menos saudável, pois durante o seu processo de refinamento, além de perder vários nutrientes, ainda são adicionados conservantes e outros químicos desnecessários para a saúde. Veja quais são as outras opções alternativas.

Sal grosso ou sal marinho

Esse tipo de sal é extraído das águas salgadas evaporadas, do mesmo jeito que o sal fino de cozinha. Mas ao invés de passar pelo processo de refinamento industrial, o sal grosso apenas é quebrado em cristais menores, preservando seus nutrientes e não são adicionados conservantes.

Sal rosa do Himalaia

Esse sal é o mais popular atualmente entre as pessoas que buscam levar um estilo de vida mais saudável. O verdadeiro é extraído das salinas do Paquistão e da América Latina e a cor rosa se dá pelos nutrientes presentes em abundância na região onde é feita a extração.

Flor de sal

Essa também é uma das opções de sal mais procuradas atualmente pelos praticantes de dietas especiais. Sua extração ocorre das superfícies das salinas marinhas no atlântico e mediterrâneo, de forma artesanal, sem processos industriais.

Sal light

O sal light é uma versão industrializada em que o parte do sódio é substituída por potássio, não tendo nada a ver com o emagrecimento. Ele deve ser usado com prescrição médica, pois nem todo mundo pode fazer essa substituição de nutrientes.

Qual o mais saudável?

Nutricionistas e cardiologistas recomendam diferentes tipos de sal para consumo diário, variando a quantidade para cada paciente, conforme as necessidades do organismo de cada um. Mas a regra geral é que o sal menos recomendado é o fino, pelos motivos que você viu no tópico anterior.

Então, os melhores sais podem ser o grosso, que é o mesmo que o sal marinho, a flor de sal e, em primeiro lugar, o sal rosa do Himalaia, que contém até a metade de cloreto de sódio do que o sal refinado. Todos esses considerados os melhores contêm sódio, mineral essencial à saúde, e são menos refinados, o que os permite preservar maior quantidade de nutrientes. O melhor para a saúde sempre vai ser o sal menos refinado e extraído por meio de processos naturais e artesanais.

Lembre-se que não é apenas o sal puro que deve ser consumido com moderação. Muitos alimentos industrializados e até o pão francês de cada dia são ricos em sódio, então não adianta apenas substituir o sal fino pelas outras versões na hora de preparar a comida caseira. Precisa também reduzir o consumo dos alimentos industrializados e manter um estilo de vida saudável, com uma dieta equilibrada prescrita por um nutricionista e com a prática diária de atividade física.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0
Comentários
sal grosso
Conheça os benefícios do sal grosso
cabelo long bob
Cabelo long bob: modelos para inspiração