cão de terapia ajuda equipes médicas
Crédito: Rose Medical Center/Instagram
em ,

Terapia com cachorro ajuda médicos a lidarem com pandemia de covid-19

Os cães de terapia são uma boa estratégia para ajudar as equipes médicas e de enfermagem a lidarem com o estresse

Se para a grande parte da população esta pandemia de coronavírus está sendo um sufoco, para as equipes de médicos e enfermeiros a situação é ainda mais estressante. Esses profissionais de saúde estão colocando a própria vida em risco para tratar dos infectados e outros doentes, de forma exaustiva.

Ao mesmo tempo, em meio a este estado de calamidade, muitos também estão buscando por soluções para confortar o dia a dia dos profissionais de saúde. Uma equipe do Rose Medical Center, em Denver, capital do Colorado (EUA), está recebendo o conforto de um cão de terapia que está em treinamento: a Wynn.

Wynn está sendo treinada para servir e confortar

Crédito: Rose Medical Center/Instagram

É sabido que os cães podem ser treinados para ajudar os humanos em diversas situações, como para guiar pessoas cegas e para confortar pessoas com autismo.

Sabendo disso, a Dra. Susan Ryan, que atua na emergência do Rose Medical Center, já estava há algum tempo levando sua labradora Wynn para ter contato e se acostumar com os pacientes, para posteriormente servir como cão de terapia a eles.

Mas agora, com a estressante rotina de tratamento contra o coronavírus, a médica também percebeu que seus colegas de trabalho poderiam se beneficiar da presença de Wynn, que oferece a eles um apoio emocional, transmitindo amor e tranquilidade.

Wynn está “trabalhando” na sala da assistência social do hospital

Ao longo dos turnos de trabalho, os médicos e enfermeiros podem ir a uma sala da assistência social do hospital que foi criada especialmente para desestressar. O ambiente é tranquilo, com luz suave e música calma, e lá está Wynn esperando os profissionais para lhes oferecer carinho.

A Dra. Ryan disse, em entrevista à CNN: “ver e ouvir coisas que você não pode evitar tem um impacto sobre você. É aí que os cães entram. Quando você está na presença do cachorro e o acaricia, você pode estar apenas ali, consigo mesmo e o cão, no momento presente.”

Wynn completará seu treinamento em alguns meses

Wynn está em treinamento para ser um cão de terapia. Pode-se considerar que ela está em fase de estágio, e justamente em um momento tão estressante como este.

Mas, quando ela completar entre 18 e 22 meses, irá para um programa chamado Canine Companions for Independence, uma ONG que coloca cães de terapia a serviço de adultos, crianças e idosos com deficiência, sem custos.

Por enquanto, Wynn está prestando um serviço importantíssimo ao dar suporte aos profissionais que lutam diariamente e colocam todas as suas forças no combate à pandemia de coronavírus.

Veja também: equipe de hospital recebe flores em gratidão ao serviço prestado

gemeas não idênticas

Gêmeas com cor de pele diferentes ainda encantam a internet

como congelar alimentos

Como congelar corretamente os alimentos (e reduzir as compras na quarentena)