em

AmeiAmei FofoFofo TristeTriste

5 Sintomas de infarto feminino e como evitar o problema

Saiba o que as mulheres sentem antes e mesmo durante um ataque cardíaco.
5 sintomas de infarto feminino
Crédito: Freepik

Os ataques cardíacos matam milhões de pessoas todos os anos em todo o mundo. No que tange à parcela feminina da população, os sintomas de infarto feminino costumam ser silenciosos. Isso significa que na maioria das vezes ou as mulheres nada sentem ou que os sintomas se confundem com complicações menos graves.

Por esse motivo é importante estar atenta a todos os sinais que seu corpo der. Procure observar o aparecimento de dores ou de incômodos que antes não estavam lá. Por mais insignificantes que sejam, eles podem indicar a aproximação de um ataque cardíaco.

5 Sintomas de infarto feminino

Nem sempre uma mulher terá a clássica dor forte no peito, que costuma anteceder um infarto, e que se espalha para os braços ou mesmo para o rosto. O público feminino passa sofre com sintomas leves, que podem facilmente ser confundidos até mesmo com problemas de má digestão. Confira abaixo quais os sintomas de infarto feminino mais comuns:

1. Falta de ar

sintomas de infarto feminino e falta de ar
Crédito: Freepik

A falta de ar em mulheres que não apresentam histórico de problemas respiratórios pode indicar a aproximação de um ataque cardíaco. Esse sintoma pode surgir em qualquer momento do dia, mas principalmente em atividades que envolvam algum tipo de esforço físico.

2. Fadiga excessiva

O ritmo acelerado do dia a dia e uma rotina estressante podem levar uma pessoa facilmente à exaustão. No caso das mulheres, se não há motivo aparente para o surgimento da fadiga, pode ser um alerta de alguma complicação cardíaca.

A obstrução das artérias e demais problemas circulatórios dificultam a oxigenação do cérebro e dos músculos. O cansaço, portanto, se explica por isso. O problema é que esse problema faz com que o coração tenha que trabalhar mais para bombear sangue. Isso aumenta a pressão arterial e aumenta os riscos de um infarto.

3. Náuseas e suor frio

tontura e sintomas de infarto feminino
Crédito: Freepik

Suar frio e se sentir enjoada são sintomas de infarto feminino que podem facilmente passar desapercebidos. Eles podem significar, no entanto, que seu músculo cardíaco está trabalhando em excesso para deixar sua temperatura corporal estabilizada.

O coração luta contra o baixo fluxo sanguíneo, que é justamente o responsável por fazê-la se sentir enjoada ou suar frio.

4. Ansiedade repentina

A ansiedade é, ao lado da depressão, uma das doenças mais presentes do último século. Quando essa ansiedade é repentina, contudo, esteja atenta. Se vier acompanhada de tontura, vertigem, desequilíbrio e pontadas no peito, há aí um claro indício de infarto.

5. Dores nas articulações

sintomas de infarto feminino e dores no pescoço
Crédito: Freepik

Antes de um ataque cardíaco, a mulher pode apresentar dores no pescoço, nos braços e nas articulações em geral. Esse é um dos sintomas de infarto feminino que vai se agravando até que culmine no ataque final.

Veja também: Quais sãos os sintomas de infarto mais comuns?

O que fazer?

Assim que você perceber qualquer um dos sintomas acima, procure imediatamente um médico. Claro que eles podem significar inúmeras outras coisas, mas ataques cardíacos são problemas sérios e que devem ser encarados como tal.

Por essa razão, se você tem em sua família algum tipo de histórico relativo a infarto ou a problemas cardiovasculares em geral, tome cuidado. Preste muita atenção ao próprio corpo para não ter consequências mais graves.

Como evitar infarto feminino?

Tudo passa sempre por prevenção. Principalmente se você tem predisposição genética a ter problemas cardiovasculares, é importante que procure adotar hábitos e comportamentos saudáveis desde cedo para que não sofra as consequências conforme a idade avança.

Aliás, é importante salientar que uma mulher pode sofrer um ataque cardíaco tanto aos 20 anos, quanto aos 30 e aos 50. Por essa razão, não espere atingir uma idade avançada para começar a se preocupar com sua saúde. Não esqueça que tudo que você faz na juventude irá de alguma forma refletir nos anos posterior.

Dessa forma, uma das melhores formas de evitar um infarto é se alimentar de modo equilibrado. Dê preferência a verduras, frutas e vegetais em relação a frituras, embutidos e demais alimentos industrializados ou com excesso de gorduras ruins.

Praticar atividades físicas com regularidade também é indispensável. Dê preferência a caminhadas, a corridas leves ou outras atividades aeróbicas. Elas causam um impacto bastante positivo em sua saúde cardíaca, pois fortalecem o coração.

Fonte: Sociedade Brasileira de Cardiologia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Loading…

0
Comentários

comentários

Descubra por que a batata pode mudar sua saúde
3 receitas caseiras para eliminar moscas