em

Vítima de gordofobia tem muro pichado e sua reação surpreende a todos

Jéssica viu em seu muro a palavra GORDA. Veja o que ela fez

Publicidade

Em um dia típico, Jéssica saiu de casa para ir trabalhar e se deparou com uma pichação no seu muro – Jéssica gorda – e adivinha o que ela fez?

Nada! Isso mesmo. Super espirituosa e segura de si mesma, a jornalista achou graça da tentativa de ofensa, porque, segundo ela mesma, ela é sim gorda, mas faltou o linda!

Quem ficou chateado com a pichação foi o pai dela. Está achando que é pela frase? Nada disso! É porque sujou o muro. Dá para perceber de quem Jéssica herdou o alto astral.

Olha o que ela postou em uma rede social

Publicidade

pichacao-gorda-jornalista

Segura, determinada e feliz! Jéssica não se abalou com a tentativa de ofensa, mas será que é assim com todos que estão fora do socialmente aceito?

Preconceitos e sociedade

Esse ato de vandalismo não impactou em nada a vida de Jéssica, mas nem todos são como ela.

Publicidade

Muitas pessoas hoje sofrem os mais diversos tipos de preconceito, sejam os que já estamos acostumados a discutir como de classe, raça e religião ou outros, menos discutidos, como a gordofobia.

Esse é um tema novo que vem gerando diversos debates. A atual geração saúde esquece que nem todos querem ter a barriga sarada da moda ou comer low carb a vida toda.

Estilo de vida é pessoal e não se deve julgar o modo de viver do outro. Se não está prejudicando aos outros ou a si mesmo, o que tem demais em estar acima do peso  – padrão – estabelecido pela normativa social como o correto?

Publicidade

Devemos lembrar que a noção de certo e errado depende de cada época e sociedade. No movimento barroco, as curvas femininas eram sinais de beleza e fartura, como nessa famosa pintura de Renoir.

renoir-mulheres-gordinhas

Então, antes de repetir conceitos estabelecidos, sentindo-se infeliz por não estar dentro do padrão, lembre-se de que o padrão não existe, é inventado – e você pode criar o seu.

Publicidade

Se ame, se cuide, se valorize. Não ligue para os que ainda pensam dentro da caixa e esteja sempre ao lado de quem te coloca pra cima, como as amigas de Jéssica.

Ao saberem do ocorrido, as amigas da faculdade sugeriram fazer uma festa com churrasco ao lado do muro e continuar a pichação, complementando outras coisas que definem a Jéssica: Linda, incrível e mais!

No trabalho, ela recebeu flores e um bilhete que fez o dia dela brilhar ainda mais: “definitivamente, você não cabe num muro”.

Publicidade

 

Mais amor, por favor! Ah, isso é o que a própria Jéssica tinha escrito em seu muro, do outro lado…

gordofobia-pichacao-muro

Publicidade

Tintura de pimenta-caiena: saiba como fazer e aprenda os benefícios!

Reaproveite seus vidros vazios e faça essa linda lanterna, é rápido e fácil!