em

Benefícios do própolis para tratar doença renal crônica

Estudo a eficácia do própolis, melhorando a qualidade de vida do paciente e reduzindo a inflamação
própolis para doença renal crônicas
Crédito: Freepik

De acordo com um estudo realizado por pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP) e publicado pela Sociedade Brasileira de Nefrologia (SBN), o própolis pode ajudar no tratamento de doenças renais crônicas, reduzindo a inflamação.

Muito conhecido no mercado, o extrato de própolis é fácil de encontrar em farmácias e casas de produtos naturais, bem como suas composições com mel e outras substâncias. Porém, você sabia que existem vários tipos dele?

O utilizado nessa pesquisa foi o verde, que provém da coleta e produção, a partir de uma planta chamada vassourinha ou alecrim do campo, resultando em um produto de tom verde musgo, quando na colmeia.

Veja também: sintomas que podem indicar problemas nos rins

Os principais benefícios conhecidos do consumo do própolis verde são seu poder de cicatrização, analgésico, antibacteriano, antifúngico, antiviral, antioxidante e até anticancerígeno, dada a presença de vários nutrientes, entre eles o artepellin C, que inibe o crescimento das células doentes e reduz a quantidade de linfócitos.

Com base nessas informações já conhecidas, os pesquisadores decidiram aprofundar um estudo, focando especificamente em pacientes renais crônicos, apresentando resultados absolutamente otimistas.

Benefícios do própolis para tratar doença renal crônica

própolis doença renal cronica
Crédito: Mercado Livre

O estudo foi realizado em um grupo de 32 pacientes, que tinham entre 18 e 90 anos, com perda da função renal entre 30% e 60%, sendo que alguns já realizavam hemodiálise. Foi então dividido em dois grupos, um para testar o método e o outro como grupo de controle.

O grupo de controle é aquele que irá receber o comprimido sem nenhum princípio ativo, para observar como o corpo se comporta normalmente. Essa grupo não sabe se faz parte dele, para fins de maior veracidade no resultado.

Já o grupo que será cobaia do experimento, tomando o medicamento real e não o placebo, irá mostrar os resultados do mesmo sobre o funcionamento do corpo, provando ou negando a hipótese. Nesse estudo, esperava-se provar que o própolis verde ajuda a tratar a doença renal crônica.

Depois de um ano tomando diariamente o placebo ou o extrato de própolis verde em quatro cápsulas diárias, os dois grupos passaram por uma bateria de testes para averiguar o estado de saúde e a evolução da doença. Dois resultados chamaram a atenção.

Antes dos resultados, é importante entender que quem sofre com doença renal crônica tem elevada quantidade de proteinúria, que é a perda de proteína na urina, principalmente uma específica, denominada albumina.

Então, quanto maior a quantidade de proteína na urina, mais adiantado e complicado é o problema renal, pois é um sinal de que os rins não estão funcionando bem. Quando inflamados, eles não conseguem eliminar as toxinas do sangue, aumentando assim a eliminação da proteína não processada na urina.

própolis melhora doneça renal cronica
Crédito: Freepik

O estudo apresentou três principais benefícios para os pacientes que consumiram 500 ml ao dia, do medicamento natural, em comprimidos, em contraste com o grupo de controle:

  • Redução da eliminação de proteína pela urina, que representa uma melhora no funcionamento dos rins, enquanto o grupo que utilizou placebo teve um aumento da quantidade de proteína eliminada;
  • Redução da concentração da creatinina sérica e da cistatina C, dois importantes marcadores para doentes renais crônicos, também elevados nos pacientes do grupo placebo;
  • Melhora na qualidade de vida, dada uma redução da doença e menor acúmulo de creatinina sérica e da cistatina C, que levam a diversas dificuldades para os portadores de doença renal crônica.

De acordo com uma entrevista dada pelo pesquisador Dr. Marcelo Silveira, “quem recebeu própolis acabou reduzindo a perda de proteína. Significa uma redução da inflamação renal e uma redução dessa perda de proteína, que é um indicador da progressão da doença renal crônica”. Desse modo, comprovou-se a hipótese de que o própolis verde pode, sim, ajudar pacientes com doença renal crônica.

Se você tem problemas nos rins, consulte seu médico antes de adicionar qualquer suplemento na sua rotina. Não abandone tratamentos e siga as orientações do especialista.

receitas de bolo sem farinha
11 Receitas de bolo de banana sem farinha de trigo
má circulação
15 sintomas que indicam a má circulação sanguínea