em

Poejo: para que serve e como fazer chá

Saiba tudo sobre essa planta medicinal que auxilia na saúde do seu organismo
poejo e seus benefícios
Crédito: Pxhere

O poejo é uma planta que se assemelha bastante à hortelã. Tendo como nome Mentha pulegium, é originária da África, do Mediterrâneo e do Oriente médio. Confira quais as vantagens para a sua saúde se adiciona-la na sua rotina.

Para que serve?

poejo para que serve
Crédito: Cajusul Emporio

Embora menos conhecido do que a hortelã, o poejo traz diversas vantagens para quem o consome. Confira quais são.

1. Combate a bronquite

Por ser naturalmente um broncodilatador, é uma excelente planta para combater a bronquite. Desse modo, reduz a incidência dos sintomas e gera maior conforto para o paciente.

2. Expectorante

Devido ao fato de ser um excelente expectorante, essa planta medicinal é muito eficaz para combater gripes. Desse modo, consegue facilitar a excreção do catarro que estiver preso na garganta.

3. Facilita a digestão

Por ser uma erva com propriedades digestivas, é excelente para facilitar a digestão em casos de quem possui problemas nesse setor. Além disso, evita casos de constipação.

4. Previne a azia

Por possuir propriedades alcalinizantes no organismo, ele é muito eficaz no controle do pH. Assim, evita o surgimento da incômoda azia e também pode ser usado no combate da mesma.

5. Tratar ferimentos

Essa erva também pode ser usada para tratar ferimentos externos. Isso porque ela possui propriedades antimicrobianas, o que evita o surgimento de infecções, decorrentes de ferimentos externos.

6. Relaxante natural

Esse remédio natural é excelente para combater o nervosismo tão presente no dia a dia, pois é um relaxante muito eficaz. Desse modo, uma xícara do seu chá se torna uma excelente opção para relaxamento.

7. Preserva a pele

Por ser um excelente antimicrobiano e tônico, é excelente para a preservação da pele. Seu uso diminui os desgastes naturais gerados nas células da derme e, ainda por cima, previne o aparecimento de acnes.

8. Combate dores de cabeça

Novamente devido ao fato de ser um calmante, é uma excelente ferramenta para combater dores de cabeça. Ele faz com que diminuam as aparições daquela dor aguda na lateral da região.

9. Previne gases

Essa planta é muito eficaz para o auxílio do trato digestivo. Por isso, ela evita que ocorram os temidos e incômodos gases, que podem gerar muitos problemas para quem o tem no momento.

10. Eficaz contra parasitoses

É uma planta tóxica para os parasitas, como vermes. O consumo dela os mata por intoxicação, fazendo com que eles sejam excretados nas fezes após o consumo.

Como consumir

Ele pode ser consumido através de um óleo específico de uso externo ou a partir de um chá. A feitura do chá é mais fácil, principalmente se for em casa.

Vale ressaltar que essa planta exige muito cuidado em seu consumo, porque ela é tóxica em determinadas quantidades. Por isso, é essencial que se consulte um médico antes de consumi-la.

Como preparar o chá

Poejo como fazer o chá
Crédito: Falando de Chás

O chá é simples de ser feito e muito eficaz para tratamento de enfermidades. Confira abaixo como fazê-lo em sua casa.

Ingredientes

Folhas de poejo fresco: 1 colher (chá);
Água: 200 ml.

Modo de preparo

  1. Pique as folhas e deixe-as no fundo de uma xícara;
  2. Ferva a água e despeje sobre o poejo;
  3. Deixe a infusão ocorrer por 10 minutos;
  4. Antes de beber, coe.

Bebê pode beber chá de poejo?

Não, essa bebida é proibida para bebês. Como eles ainda estão em processo de formação e replicação celular, a toxicidade dessa planta pode levá-lo a problemas de formação ou até a morte.

Contraindicações e cuidados a ter

Por ser uma planta tóxica, o seu consumo pode levar à morte. Por isso, é fundamental que um médico deva ser consultado previamente ao consumo, para que ele receite a quantidade ideal.

Pessoas com problemas hepáticos e renais não podem consumir essa planta. Além desse grupo, gestantes também não podem consumi-la, pois essa planta possui propriedades abortivas.

Como plantar

É fácil ter um muda dessa erva em um vasinho em casa. Veja o passo a passo:

  1. O solo deve ser úmido, alcalino e rico em matéria orgânica;
  2. Pode ser plantado tanto em canteiro quanto em vaso;
  3. A colheita ocorre de 3 a 4 meses após o plantio;
  4. Plante a muda ou o caule subterrâneo a 3 cm de profundidade;
  5. Apesar de a planta gostar de claridade, não deve ser exposta diretamente ao sol;
  6. Recomenda-se plantá-lo durante a primavera ou o outono, por ela não tolerar ambientes muito quentes nem muito frios;
  7. Após a colheita, os caules subterrâneos que ficam permitem a rebrota.

Lembre-se de irrigar a sua planta diariamente, de manhã cedo e de noite, evitando molhar as folhas. Molhar com o sol muito forte pode queimar a folhagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0
Comentários
E se o governo imprimisse mais dinheiro para dar aos pobres?
suflê de chuchu receita
15 Receitas de suflê de chuchu para fazer em casa