Pílula anticoncepcional masculina foi testada com sucesso pela 1ª vez
Crédito: Freepik
em

Pílula anticoncepcional masculina foi testada com sucesso pela 1ª vez

Se tudo continuar dando certo, o remédio será lançado no mercado em alguns anos

Você já ouviu falar de anticoncepcional masculino? Vários testes estão sendo feitos, há anos, porém nenhum com resultados tão positivos. Isso porque causavam alterações de humor, inchaço, falta de libido e outros efeitos colaterais — exatamente como acontece com o feminino (mas isso é tema para outro artigo).

Porém, um laboratório estadunidense conseguiu desenvolver uma versão que não reduz a libido, sendo aprovada em vários testes. Finalmente, um anticoncepcional promissor, que dará também ao homem o poder de prevenir gestações não planejadas. Ele conseguiu diminuir o hormônio responsável pela produção de esperma, sem muitos efeitos colaterais.

Como foi feita a pesquisa

Para fazer o teste, foram selecionados 40 homens, então 30 tomaram o anticoncepcional verdadeiro e 10 o falso (placebo), por 28 dias. A contagem de esperma foi baixíssima, levando em consideração o prazo de tratamento. Além disso, foram percebidos sinais como fadiga, dores de cabeça e acne. Somente 5 homens tiveram leve queda na libido, o que torna o produto mais “vendável”.

Como funciona o anticoncepcional masculino

A substância utilizada no medicamento é o 11-beta-MNTDC. Ele pode ser considerado um tipo de testosterona alterada que age impedindo a produção de esperma. Porém, seu grande diferencial é a ação adrogênica, que ajuda a manter o equilíbrio hormonal, conservando a libido. Além disso, é importante lembrar que ele não impede a ejaculação, somente a produção de esperma.

Outro ponto importante é que, após a descontinuação do uso do medicamento, os homens voltaram a produzir esperma normalmente. Isso é um avanço importante e provavelmente em menos de uma década, já estará disponível a versão masculina da pílula anticoncepcional.

Com aeroportos fechados filho viaja sozinho de barco para ver o pai

Com aeroportos fechados, filho viaja sozinho de barco para ver o pai

Separação 20% dos casais não passam do 1º ano do filho

Separação: 20% dos casais não passam do 1º ano do filho