em

AmeiAmei

Anticoncepcional masculino: conheça quais são os 5 métodos

Acompanhe como estão as pesquisas para produção de um anticoncepcional masculino e quais são os outros métodos contraceptivos disponíveis

anticoncepcional masculino
Crédito: Wikimedia Commons

Está cada vez mais próximo a produção e comercialização do anticoncepcional masculino. E, no dia 26 de março de 2019 foi divulgado num encontro anual médico, a primeira fase de sucesso. Trata-se do Endocrine 2019, realizado em Nova Orleans, nos Estados Unidos, na qual os testes em humanos para detectar o grau de segurança e efeitos colaterais foram concluídos.

Como funciona o anticoncepcional masculino

anticoncepcional masculino
Crédito: Viva Bem – UOL

Trata-se de uma pílula composta de andrógeno e progesterona. Sendo o primeiro o hormônio masculino que neutraliza as quedas dos níveis da testosterona. E o sefundo, responsável por bloquear a produção dos hormônios que estimulam e produzem o esperma – luteinizante (LH) e Folículo-estimulante (FSH).

O anticoncepcional masculino tem efeitos colaterais?

De acordo com o estudo publicado pelo The Journal of Clinical Endocrinology & Metabolism, atualizado em fevereiro de 2019, as repercurssões snegativas foram poucas, mas alguns homens (minoria) relataram efeitos colaterais como: fadiga, acne, dores de cabeça, dominuição da libido e disfunção erétil. Mas, ainda assim, quando a ingestão foi interrompida, os efeitos pararam.

Entretanto, vale ressaltar que, em comunicado oficial, a pesquisadora do Instituto de Pesquisa Biomédica de Los Angeles, do Centro Médico de Harbor UCLA, Christina Wang, revelou que o anticoncepcional masculino é um método contraceptível reversível que irá diminuir a produção de esperma, enquanto preserva a libido. Ainda de acordo com a pesquisadora, estima-se 10 anos para que o medicamento esteja disponível.

Outros métodos anticoncepcionais masculino

Além do anticoncepcional masculino, que é um método hormonal ainda em fase de teste, existem outros métodos contraceptivos que podem ser utilizados pelos homens na hora de evitar uma gravidez indesejada.

Vale lembrar que, destes próximos 4 métodos que serão apresentados, apenas 1 deles é eficaz na prevenção de doenças sexualmente transmissíveis, também conhecidas como DST’s, que é a camisinha.

1. Preservativo masculino (camisinha)

anticoncepcional masculino
Crédito: Todateen

Este é o método anticoncepcional masculino mais conhecido e utilizado. É também um dos mais eficazes e baratos para adquirir e utilizar.

A camisinha é feita de látex, possui tamanhos, espessuras e texturas diferentes, e algumas podem ter ainda cores e aromas variados. Algumas mascas e modelos podem conter lubrificantes ou espermicídas. Neste caso, atenção à data de validade, pois usar após o prazo não garante os efeitos da mesma.

Estima-se que a eficácia desse método anticoncepcional masculino seja de 95-98% quando usado corretamente e, apenas de 85% quando utilizado de forma intuitiva. No site do Governo é possível obter orientações e informações de como usar corretamente preservativos feminino e masculino.

2. Gel anticoncepcional masculino (em fase de teste)

O gel contraceptivo ainda está em fase de testes. No momento está em fase de aprovação para início dos testes em humanos. Assim como ainda angariam voluntários, também buscam por financiamento para que este se torne uma opção de método anticoncepcional masculino.

O Vasagel (como é chamado) e que está sendo desenvolvido pela empresa americana Parsemus Foundation. Sua aplicação é com uma injeção de gel no duto deferente, que é o canal que leva o espermatozoide do testículo para a uretra. Ou seja, haverá um processo de obstrução, impedindo a passagem do mesmo e, consequentemente, a produção.

De acordo com os pesquisadores e desenvolvedores deste gel, trata-se de uma opção reversévil e que não afeta a fertilidade do homem.

3. Vasectomia

anticoncepcional masculino
Crédito: Banco da Saúde

Trata-se de um método anticoncepcional masculino cirúrgico, no qual é realizado uma ligadura (fechamento) dos canais deferentes do homem. Desta forma, impede-se a produção e “envio” dos espermatozoides. Entretanto, apesar desse procedimento, o homem continua ejaculando normalmente.

Existe a possibilidade de reversão dessa cirurgia, porém não é fácil. No período de três anos a seguir a vasectomia as chances de reversão são maiores. Porém, não há garantia de sucesso. Também vale lembrar que, mesmo após a cirurgia, sua eficácia como método contraceptivo logo a seguir não é de 100%, uma vez que ainda podem haver espermatozoides armazenados na parte superior do canal.

4. Coito interrompido

Esse método anticoncepcional masculino não utiliza de dispositivos físicos ou hormônio. Entretanto, sua eficácia é de apenas 70-75%, é de carater espontâneo e não previne doenças sexualmente transmissíveis.

Este método exige autocontrole por parte do homem que, antes de ejacular, deverá retirar o pênis de dentro da vagina da mulher. Ou seja, há a tentativa de evitar que o espermatozoide entre em contato com o óvulo e fecunde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0

Comentários

superar uma traição

Como superar uma traição

sintomas de hipotireoidismo

Sintomas de hipotireoidismo: quais são e como tratar o problema