transformações para fazer na sua casa depois que seus filhos se mudam
Crédito: Freepik
em

5 Pequenas transformações para fazer na sua casa depois que seus filhos se mudam

É preciso adaptar e se reinventar para que a casa continue sendo da família, só que mais útil para sua nova rotina sem os filhos

A casa de um casal sem filhos é bem diferente de uma casa com crianças e adolescentes. Mas, como os filhos passam anos morando com os pais, nem parece que a casa já foi diferente algum dia.

Quando os filhos ficam adultos e se mudam, muitos pais deixam tudo do jeito que está, como se os filhos ainda vivessem ali.

Então, que tal promover algumas mudanças, mantendo a presença dos filhos por meio de lembranças, só que adaptando os ambientes para serem mais úteis na sua nova rotina? Veja essas ideias.

1. Apenas um quarto para quando os filhos vierem visitar

Se você tinha dois ou três quartos para todos os filhos, e agora eles estão desocupados, organize apenas um dos quartos para receber os filhos e as visitas.

Os outros quartos podem se tornar espaços dedicados a algum hobby seu, com um quarto de costura, artesanato ou um escritório, por exemplo.

2. Encaixotar, doar e reposicionar

Para transformar os quartos dos filhos em cômodos com outras utilidades, vai precisar tirar os pertences deles e colocá-los em algum lugar. Calma, você não vai fingir que as crianças nunca estivem por aí.

Separe alguns objetos, como porta-retratos, quadros, troféus e outros que tragam memórias de momentos especiais para deixar expostos. Encaixote pertences que ainda podem ser úteis e doe, com a permissão dos filhos, aquilo que não será mais usado.

3. Nova decoração do gosto do casal

Agora você não tem mais brinquedos pela casa, objetos de todo tipo espalhados pelos cômodos, móveis adaptados e necessidade de mais portas, gavetas e armários. Além disso, provavelmente o seu gosto para decoração mudou desde quando as crianças nasceram e foram crescendo.

Chegou a hora de renovar a decoração para o seu gosto atual e pessoal. Repense na decoração da casa considerando apenas o gosto de quem está morando agora, pois não há mais necessidade de pensar no que vai ser melhor para os filhos.

4. Consertos que ficaram para trás

Quando se tem filhos em casa, muitas vezes não vale a pena mandar consertar certas coisas porque os pais já sabem que irão estragar de novo. Então, quando os filhos saem e casa é hora de dar aquela renovada em camas, colchões, mesas lascadas, bancos com pernas frouxas, portas emperradas, maçanetas velhas, pisos trincados e outros móveis ou partes da casa que foram ficando danificadas e não consertaram antes.

5. Adaptações de hábitos rotineiros

Pare para pensar nos hábitos da rotina que você adotou para educar seus filhos e tornar as coisas mais práticas. Agora pense se acharia melhor que as coisas mudassem, como o local do cesto de roupa suja, dos sapatos, armários, nichos e prateleiras que só tinham coisas dos filhos, objetos que você precisava esconder, uma parede da cor que o filho gostava, itens menos bonitos e mais funcionais por causa dos filhos.

Essas coisas agora podem ganhar o lugar que você quiser ou podem ser eliminadas da sua casa, pois não são mais necessárias. Para começar essa nova etapa de forma saudável, não tenha medo das mudanças na casa, pois elas vão ajudar você a se reinventar e não cair na síndrome do ninho vazio.

Alimentos para evitar em caso de herpes

12 Alimentos para evitar em caso de herpes – e os que deve comer mais

como fazer remineralização em casa

Remineralização capilar: saiba o que é, quais as indicações e como fazer em casa