em

AmeiAmei

Pai solteiro adota menina com síndrome de Down

Recusada por sete famílias, a pequena Alba finalmente encontrou seu pai

pai solteiro adota menina com síndrome de down
Crédito: Facebook/Luca Trapanese

Formar uma família é o desejo de muitas pessoas, e ter filhos faz parte do pacote. Para muitos os filhos são uma extensão do amor de um casal, pois são o fruto da união dos dois. Nos tempos atuais não é preciso um parceiro para se iniciar a formação de uma família. Conheça a história do pai solteiro que adotou menina com síndrome de Down para iniciar a sua família.

História

A adoção é uma forma muito linda de se tornar pai ou mãe. Ela é a forma mais comum para que casais que não podem ter filhos biológicos possam iniciar uma família. É a união perfeita entre casais que desejam filhos, e crianças que desejam pais. E muitas pessoas que podem ter filhos também adotam pois sentem uma conexão especial com a criança.

Esse foi o caso de Luca Trapanese, quando conheceu a pequena Alba, que tinha apenas sete dias de vida. Mesmo com tão pouco tempo de vida, Alba já tinha uma história triste de vida: havia sido rejeitada por 7 famílias devido a sua condição genética.

Alba é portadora de síndrome de Down, uma condição genética que gera atrasos de desenvolvimento intelectual e de aprendizado. Os portadores da síndrome têm características físicas semelhantes, que é causada por um cromossomo extra no momento da concepção.

Porém a história de Alba não termina aí. Quando Luca a conheceu, ele diz ter sentido uma conexão muito forte com ela. Ele acreditou que estava destinado a tornar-se seu pai e então decidiu adotá-la mesmo sendo um homem solteiro.

Luca conta que ele sempre teve uma forte ligação com pessoas deficientes. Ele começou a trabalhar como voluntário aos 14 anos em prol delas em projetos sociais. Como conviveu muito com essas pessoas e as admirava, seu desejo sempre foi poder adotar uma criança especial.

Mesmo sendo difícil adotar uma criança sendo solteiro, ainda mais se a criança tem condições especiais de saúde, Luca não desistiu e foi atrás das permissões para poder chamar Alba de sua filha. Depois de algum tempo, ele conseguiu o registro e pode levar Alba para casa.

Hoje Luca e Alba são oficialmente pai e filha, formando uma família única e especial. A linda menina de olhos azuis e cabelos loiros tem um pai incrível e dedicado a ela. E quando Luca é perguntado se a menina não sentirá falta de ter uma mãe, ele responde que ele é feliz ao lado dela, então acredita que ela será também.

Veja também: amor de mãe adotiva transforma vida de menino

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0

Comentários

truques brilhantes para deixar o seu banho ainda melhor

Truques brilhantes para o seu banho ficar ainda melhor

unhas decoradas para 2019

Tendências de unhas decoradas para 2019