em

AmeiAmei

Amor de mãe adotiva transforma a vida de menino de 7 anos de somente 4 kg

Conheça a história de Ryan, um menino com problemas congênitos que lutou pela vida com a ajuda de sua nova família
amor de mãe adotiva transforma vida de menino
Crédito: Facebook/Saving Baby Ryan

Ryan infelizmente estava repetindo a comum história entre os bebês com doenças congênitas e pouca chance de sobrevivência: ele fora abandonado e vivia em um orfanato, sem os cuidados que precisava. Até o momento que o amor de sua mãe adotiva transformou sua vida.

Entenda a história

O estado de Ryan era de partir o coração, pois vivia deitado, com 0% de gordura corporal, diversas limitações físicas e de desenvolvimento.

Foi quando a americana Priscilla Morse, na época com 32 anos, o viu pela primeira vez em uma postagem de um orfanato na Bulgária. Ele estava desenganado, com sintomas de desnutrição aguda e foi quando ela soube que ele era o seu filho.

Imediatamente, falou com seu marido David e seus três filhos sobre aumentar a família, ideia foi recebida de braços abertos. Priscilla tem uma relação profunda com a causa, pois ela mesma foi adotada, tendo a oportunidade de crescer em meio a uma família amorosa.

Ela e David têm hoje quatro filhos, sendo dois biológicos e dois adotados, o Ryan e a McKenzie, portadora de síndrome de Down. O casal acredita que todas as crianças merecem o amor de mãe, pai e irmãos, principalmente as que têm algum tipo de condição especial.

O processo de adoção

Todo o processo de adoção do pequeno Ryan foi lento e quase o levou à morte. A mãe o viu pela primeira vez em setembro de 2014, quando começou o processo de adoção, que só foi concluído em novembro do ano seguinte.

Sem os cuidados médicos adequados, as condições do menino somente pioravam, agravando seu quadro já delicado. Quando Priscilla chegou na Bulgária para buscar o filho, ele mal estava vivo, era pura pele e osso. De acordo com os médicos, ele tinha um quadro muito grave que envolvia desnutrição, paralisia cerebral, pés de taco, escoliose e microcefalia.

A viagem até os Estados Unidos foi desaconselhada, mas eles buscaram um acompanhamento médico mais próximo e levaram o filho para casa. Priscilla relata que diversos médicos choraram ao ver o estado o menino, com 7 anos, apenas 4 quilos e tantas limitações e sofrimento.

Com emoção, David narra como foi segurar seu filho pela primeira vez, ao chegar nos Estados Unidos: “(…) sabíamos que isso era apenas o começo. Ryan precisava de cuidados médicos urgentes. Pode não aparecer na foto, mas eu estava literalmente morrendo de medo segurando meu novo filho. Eu temia que seus ossos se quebrassem. Eu podia sentir cada um deles”.

E olha como o amor de mãe e de pai transformam. Ryan continua fazendo diversos tratamentos, porém o quadro de desnutrição obviamente já está resolvido.

Além de pais maravilhosos, ele tem também mais 3 irmãos, que compartilham os desafios do dia a dia com ele, gerando aprendizado e união para toda a família.

A transformação é notória!

Hoje ele já frequenta a escola e consegue verbalizar um pouco melhor, ensinando não somente para sua família, mas também colegas e professores, que nunca se deve desistir de sonhar, pois coisas maravilhosas podem acontecer a qualquer momento.

O que achou dessa família linda? Deixe suas impressões nos comentários.

Redigido por Angela Oliveira

Mãe de três, esposa em treinamento há mais de duas décadas, nerd assumida e karateca por paixão. Ama escrever e procura sempre as melhores informações para compartilhar e deixar seu dia a dia mais leve, simples e gostoso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Loading…

0
Comentários
receitas de tapioca
10 Receitas de tapioca doces e salgadas para se deliciar
6 Benefícios do coentro para a saúde