em

Você sabe o que pode colocar no micro-ondas? E o que não pode?

Conheça quais tipos de materiais e alimentos você pode colocar no micro-ondas.

o que pode colocar no micro-ondas

O aparelho está presente na maioria das casas e locais. Mas nem sempre se sabe o que pode colocar no micro-ondas. Usados para o aquecimento de alimentos e comidas, os micro-ondas evoluíram e, além de cozinhar comidas, eles se tornaram inteligentes.

Mas aí geram as dúvidas: o que pode colocar no micro-ondas? Metal não pode? Plástico pode? Isopor será que pode? E o papel?

Leia abaixo os prós e contas dos tipos de recipientes que pode ou não colocar no micro-ondas.

Como funciona o micro-ondas?

Micro-ondas foram criados com uma tecnologia originalmente projetada para sistemas de radares militares, essa tecnologia gera ondas de rádio de alta frequência muito curtas, em torno de 2,5 gigahertz.

E graças aos magnétons, essa frequência é ideal para ser absorvida pela água, gordura e moléculas de açúcar dentro de matérias orgânicas. Esta energia extra faz com que elas vibrem em velocidades muito altas, o que por sua vez gera o calor e prepara a comida.

Em outras palavras, os micro-ondas produzem aquecimento e esse aquecimento cozinha alimentos. Aquela história de que ele cozinha os alimentos de dentro para fora é mito.

Assim, por gerar calor, alguns recipientes não são indicados para o uso no micro-ondas.

O que não pode colocar no micro-ondas?

Todo mundo já fez essa pergunta um dia! Sempre gera aquela dúvida de: posso colocar ou não? Quem leva marmita para o trabalho deve ter atenção ao recipiente. E quem utiliza muito o eletrodoméstico deve ter cuidado com o tipo de alimento.

Metal

Metal e micro-ondas não combina! Nunca coloque um recipiente de metal, uma panela, uma folha de papel alumínio ou porcelana com detalhes de metal para aquecer no micro-ondas. Isso porque o metal reflete efetivamente a energia do micro-ondas, podem gerar, assim, um incêndio.

Vidro

Os vidros que se pode utilizar devem ser utensílios de vidros não-refratários. É bem comum você encontrar um que não seja, mas não se esqueça de conferir.

Potes antigos e vidros de conserva, por exemplo, não costumam ser uma boa ideia, já que podem quebrar ao serem expostos a altas temperaturas. Peças de cristais também não são indicadas, porque são muito frágeis. Copos de mesa também é melhor não colocar. Para esquentar bebidas ou líquidos utilize xícaras de louça.

Plástico

Colocar plástico no micro-ondas nem sempre é boa ideia. Além de danificar o recipiente, o plástico exposto a altas temperaturas libera substâncias cancerígenas, como o Bisfenol-A ou, simplesmente, BPA.

O BPA é um difenol, composto usado na produção de policarbonato, material presente na maioria dos plásticos rígidos e transparentes. Essa substância é proibida em países como Canadá, Dinamarca e Costa Rica, bem como em alguns Estados norte-americanos.

Quando consumido pelos homens pode provocar: baixa qualidade do esperma, infertilidade e incidência de câncer, principalmente de próstata.

Nas mulheres pode causar: infertilidade, endometriose, síndrome do ovário policístico e câncer de mama.

Outros problemas comuns do BPA em ambos os sexos: alteração dos hormônios da tireoide, alteração da liberação de insulina pelo pâncreas, aumento das células de gordura, inflamação e estresse oxidativo.

Para prevenir a contaminação dos alimentos por BPA é só não colocar utensílios, recipientes, vasilhas e outros que são feitos ou contém plástico no micro-ondas. Sempre leia as embalagens também, nelas há indicação se o plástico contém ou não o BPA.

Isopor

O isopor é outro que não deve ir ao micro-ondas, a não ser que tenha sido criado com esta finalidade. Existem alguns tipos de isopor que são fabricados para poderem ser aquecidos, mas antes, é preciso verificar a etiqueta ou embalagem do produto.

Quando o isopor não é próprio para o aparelho, ele pode derreter e liberar toxinas de estireno e benzeno. Estas substâncias são produtos químicos com propriedades carcinogênicas e neurotóxicas, elas também causam outros efeitos colaterais prejudiciais à saúde.

Silicone

Recipientes, formas e vasilhas de silicone podem e devem ir ao micro-ondas. O silicone é um material extremamente resistente, que aguenta temperaturas muito altas e muito baixas, além da sua grande durabilidade.

Alimentos

Existem alguns tipos de alimentos que não devem ir ao micro-ondas pelo risco de explodirem dentro do eletrodoméstico. São eles: água, ovos e algumas frutas e legumes. Isso porque, a água entra em ponto de ebulição muito rapidamente e o efeito disso, às vezes, é explodir.

Para evitar o perigo, é bom coloca-la dentro do recipiente com uma colher de madeira ou até mesmo um palitinho de dente. Já os alimentos que contém casca seguem a mesma regra: acontece um “efeito estufa” e eles tendem a explodir. Para prevenir, ou não use o micro-ondas, ou faça um furo na casca antes de aquecer.

O que pode colocar no micro-ondas?

Para não confundir o que pode colocar no micro-ondas, confira quais os materiais mais adequados:

  • Vidros não-refratários (ideais para o cozimento);
  • Vidros comuns (apenas para aquecimento);
  • Porcelana e louça (apenas para aquecimento);
  • Cerâmica vitrificada;
  • Papeis absorventes (guardanapos, papel-toalha, etc.).

Lembre-se: os micro-ondas vieram para ser práticos e versáteis, mas todo cuidado é pouco. Leia embalagens, pesquise e use com consciência!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0

Comentários

Papa diz que Deus não abandona as pessoas boas

“Deus não abandona as pessoas boas” afirma Papa Francisco

como fazer quiabo frito

Como fazer quiabo frito? Aprenda essa receita fácil e deliciosa