em

Número de casos de herpes-zóster oftálmica em idosos triplicou

Uma pesquisa revelou dados alarmantes dos últimos 12 anos
casos de herpes-zóster em idosos
Crédito: Freepik

Uma pesquisa publicada recentemente revelou que o número de casos de herpes-zóster oftálmica triplicaram nos idosos, nos últimos 12 anos. A pesquisa aprofundada revela dados preocupantes.

Entenda a pesquisa

O Kellog Eye Center, que faz parte da Universidade de Michigan, nos Estados Unidos, revelou em uma pesquisa publicada que o número de casos de herpes-zóster oftálmica nos idosos teve seu aumento triplicado no período dos últimos 12 anos.

A pesquisa, que foi feita pelo médico Nakul Shekhawat, foi apresentada na edição de 2019 do encontro anual da Associação para Pesquisas sobre Visão e Oftalmologia, que ocorreu em Vancouver. Na apresentação de seu estudo, que aconteceu no período entre o fim de abril e o início de maio de 2018, o médico fez alertas sobre os riscos que essa doença pode ter e sobre o que ela pode acarretar nas pessoas com mais idade.

A herpes-zóster, a doença que é popularmente chamada de cobreiro, é causada pelo vírus Varicella Zóster. Esse é o mesmo causador da catapora. O vírus fica em estágio latente no corpo humano desde a infância, para as pessoas que tiveram a doença nessa fase da vida, é como se ele tivesse “adormecido”.

Quando o indivíduo portador do vírus adormecido no corpo atinge a meia idade, as chances da reativação dele aumentam. Quanto mais velho o indivíduo se torna, mais altas ficam essas chances de desenvolver a doença. Por exemplo, quando esse indivíduo chegar na faixa dos 80 anos, as chances de desenvolver o quadro da doença é de 50%.

Quanto à doença, os sintomas são relativamente parecidos com os da catapora. Formigamento e manchas vermelhas no corpo são os mais comuns. Normalmente, o que acontece a seguir é o aparecimento de vesículas com secreções. Elas se agrupam e causam erupções cutâneas muito dolorosas. Na maior parte dos casos, elas se concentram apenas em um lado do corpo.

Caso as tais vesículas se espalhem pela zona da testa e nariz, existe um grande risco da doença alcançar os olhos, o que poderia causar uma inflamação nas estruturas atrás das córneas e o aumento da pressão intra-ocular. Por conta disso, a vacina da catapora tem uma recomendação muito alta para pessoas com mais de 50 anos, mesmo que já tenha tido alguma dessas doenças no passado.

Além de todas essas informações, os pesquisadores do Kellog Eye Center também descobriram que mulheres e adultos acima dos 75 anos são o grupo de maior risco de infecção. Em casos de complicações causadas por essa doença, a opção de tratamento é o transplante de córnea.

uma lata de cerveja equivale a um pão francês
Você sabia que uma lata de cerveja equivale a um pão francês?
síndrome de burnout
Síndrome de burnout: o que é, sintomas e tratamento