Novo tratamento para artrite reumatoide funciona mesmo
Crédito: Freepik
em

Novo tratamento para artrite reumatoide funciona mesmo?

Confira como se realiza esse tratamento inovador para artrite reumatoide e se ele realmente funciona!

Para quem não conhece, a artrite reumatoide é uma doença inflamatória crônica que gera diversas dores em quem a possui. Segundo a Sociedade Brasileira de Reumatologia (SBR), ela “acomete as articulações e outros órgãos, como a pele, os olhos e o coração”. Para aliviar o sofrimento, especialistas tentam desenvolver formas eficazes de tratar a doença, com alternativas cada vez mais inovadoras.

E é exatamente esse o caso de um novo tratamento para artrite reumatoide que acaba de surgir no cenário da medicina. Ele promete ser melhor, mais eficiente do que o tradicional. Porém, a pergunta que fica é: será que esse método realmente funciona? Descubra qual é o grau de eficácia desse tratamento e quais são os procedimentos que ele segue.

Novo tratamento para artrite reumatoide

O professor de reumatologia da Universidade de Viena fez uma conclusão clara e decisiva para o futuro do tratamento da doença. Após muitos estudos, ele afirmou que a solução desse problema se encontra em remédios de via oral. Uma afirmação bastante impressionante, já que a maioria das pessoas espera que a solução seja mais elaborada, com métodos intravenais, por exemplo.

Essa informação foi dita no Congresso Brasileiro de Reumatologia, que ocorreu em Fortaleza, no Ceará. O interessante é que o especialista destacou exatamente o fato de que haverá uma revolução no tratamento. Isso porque os temidos remédios intravenais não precisarão mais ser utilizados por quem possui essa doença crônica, já que os testes dos fármacos orais vêm dando resultados altamente eficazes.

O novo tratamento em questão foi testado em quase 4.400 voluntários para a pesquisa e apresentou ótimos resultados referentes à remissão do quadro dessa doença de caráter crônico. Porém, fica a dúvida: como esse remédio age no organismo do indivíduo?

Como funciona

O medicamento tem como propósito diminuir a ação de um componente inflamatório presente nas células, chamado de Jak 1. Assim, o paciente possuirá um menor quadro de inflamação no organismo, o que diminuirá consideravelmente as dores e proporcionará um bem estar muito maior para a pessoa que sofre com a artrite.

Esse alívio de grande escala foi sentido após duas semanas de aplicações regradas do fármaco. Vale destacar que foram 48 semanas de teste nessa pesquisa e que após a 26ª semana, em torno de 40% dos pacientes já tinham apresentado uma melhora incrível quanto à redução das dores e inflamação na artrite.

O remédio já foi aprovado pela FDA (Food and Drugs Administration) nos Estados Unidos, que tem um papel similar ao da Anvisa aqui no Brasil. Afinal, esse órgão controla os alimentos e remédios que poderão ser comercializados para a população.

Será que em breve ele também será regulamentado no país? Muito provavelmente será, já que foram feitos rigorosos testes, com critérios de exame bastante rigorosos, para averiguar se esse remédio é realmente eficaz.

Agora é aguardar os próximos resultados, para que as pessoas que sofrem com essa terrível doença possam ter um maior alívio e tranquilidade. Até lá, é buscar seguir exatamente o que o médico responsável indicar, ajudando a recuperar seu corpo.

Bombeiro recebe chamado de resgate e descobre que filha estava entre os mortos

Bombeiro recebe chamado de resgate e descobre que filha estava entre os mortos

Artrite reumatoide juvenil

Artrite reumatoide juvenil: tipos, sintomas e tratamento