em

EstranhoEstranho TristeTriste

Entenda o caso do menino de 5 anos morto pela irmã

O caso chocou o país depois que a polícia revelou que a criança foi torturada ainda com vida

menino de 5 anos morto pela irmã
Crédito: Arquivo de Reprodução Front Católico

Um caso inexplicável está chocando o país. Um menino de 5 anos morto pela irmã, foi torturado e teve parte do corpo comida por um suposto ritual satânico.

Karina Aparecida da Silva Roque, de 18 anos, era uma irmã amorosa e cuidadosa, sendo bastante reservada em suas atitudes. Nada de atípico havia sido detectado e a amizade entre os irmãos era evidente, pois sempre estavam juntos.

Claro que haviam desentendimentos, mas sempre coisa simples e ajustáveis, como toda família. Porém, como o carinho entre eles era evidente, o que aconteceu chocou a vizinhança! Maycon Aparecido da Silva Roque, de apenas 5 anos, foi morto por quem amava.

Os vizinhos alegaram também que nunca ouviram nenhum grito ou discussão na casa e que a família era muito tranquila. Porém, passaram momentos de horror quando a mãe chegou em casa e viu o que tinha acontecido, dado o desespero dos gritos da mulher. Entenda o caso.

O que aconteceu com o bebê desaparecido do hospital em Recife

Menino de 5 anos morto pela irmã em uma espécie de ritual

menino de 5 anos morto pela irmã
Crédito: Arquivo de Reprodução G1

Sempre que precisava sair, para resolver alguma coisa, a mãe de Karina e Maycon deixava-o aos cuidados da sua irmã, sempre carinhosa e paciente. Porém, no último dia 04 de maio, a situação foi muito diferente.

A mãe chegou em casa e tentou abrir a porta, porém ela estava trancada. Pediu para Karina abrir, mas ela se recusou, com violência. Assim, a mãe foi pedir ao cunhado que arrombasse a porta, para que pudesse ver o que estava acontecendo.

Ao chegar, um misto de dor e horror se transformou em gritos de desespero, relatados pela vizinhança. Seu filho de 5 anos estava morto, no centro de um círculo de velas acesas, com os olhos perfurados, pés queimados e sem o órgão genital.

Ele havia sido asfixiado com um travesseiro e teve seu pênis comido por Karina, a sua irmã, que devia cuidar e proteger, caso a mãe não estivesse por perto.

O cunhado avançou em direção à Karina, para contê-la, mas ela o acertou com uma pedrada na cabeça. O cachorro da família também avançou e mordeu a mulher, porém foi mordido de volta.

Ela tentou fugir, mas acabou sendo contida. A mulher foi encaminhada para a delegacia de São Roque, onde foi detida. Em seguida, encaminhada para a cadeia feminina de Votorantim, e na sequência, para a de Tremembé (SP), onde está em cela isolada. Já o corpo do irmão, foi para o IML de Sorocaba e depois, liberado para o velório.

Polícia encontra bebê roubado há 38 anos

Detalhes do caso

De acordo com a mãe, Karina já estava estranha havia uma semana, ficando mais séria do que o normal. Ela não estava dormindo muito bem e andava mais calada do que o usual. Além disso, falou com uma amiga que sonhou que seria culpada pelo assassinato de alguém da família.

Essa mesma amiga entregou para a polícia, alguns prints de conversas que tiveram durante a semana, onde ela enviava links de pesquisa sobre demônios e magia negra. Entre os temas buscados, estavam “demônio da insônia e da pornografia”, “lúcifer” e “pentagrama associado a magia negra”. Também foram enviadas imagens de enforcamentos.

Já na manhã do crime, ela estava ainda mais estranha, dizendo para a mãe que não se chamava Karina e sim Sabrina. De acordo com as palavras da mãe, “ela já estava estranha, estava quebrando o celular, falou que eu não era mãe dela, que era para eu ficar de joelho e disse que o nome dela era Sabrina. Estava com a voz estranha, não era ela”.

A polícia tentou analisar o conteúdo do celular de Karina, para ver se haviam outros envolvidos no crime, mas não conseguiu os dados, pois o mesmo estava muito danificado, inclusive por fogo. Ela está respondendo por “homicídio qualificado por motivo torpe e emprego de crueldade, traição, dissimulação, impossibilidade de defesa da vítima e ocultação de cadáver”. Além disso a agressão ao tio e ao cachorro também estão sendo contados.

ginástica facial

Ginástica facial: o que é, benefícios e como fazer em casa

chás para gripe

Chás para gripe: veja quais são as melhores opções