evitar ressecamento das mãos por álcool em gel
Crédito: Freepik
em

Como manter as mãos hidratadas usando tanto álcool em gel

Tanto o álcool em gel quanto o sabonete em excesso podem deixar a pele ressecada, repuxando e até descamando

Nos últimos meses foram várias mudanças de hábitos na rotina para prevenir a contaminação por coronavírus. Lavar as compras, usar máscara, lavar as mãos com frequência e, claro, usar álcool em gel nas mãos quando não puder lavá-las.

Como consequência, quem usa bastante o gel já deve ter notado um ressecamento acentuado na pele. Em algumas pessoas o ressecamento pode até evoluir para quadros de alergias e infecções de pele. Então, saiba o que fazer para manter as mãos hidratadas sem deixar de se proteger.

Usar o álcool só quando necessário

A recomendação que está no topo na lista de higiene pessoal é lavar as mãos com água corrente e sabão, durante pelo menos 20 segundos, com bastante frequência. Então, sempre que possível, prefira lavar bem as mãos ou invés de usar álcool em gel.

Embora o excesso de sabonete também possa causar ressecamento da pele, não é tanto quanto o álcool. Então, essa atitude já ajuda muito a prevenir mais ressecamento.

Uso de hidratante

Para compensar a quantidade de álcool em gel em contato com a pele, aumente a frequência de uso de creme hidratante. O creme pode ser aplicado depois que o álcool em gel secar, quando estiver em um ambiente seguro.

Se não puder fazer isso durante o dia, pois precisa lavar as mãos ou aplicar o tempo todo, faça o uso do creme pelo menos toda noite, antes de ir dormir. Assim, ele terá algumas horas para atuar na pele.

Protetor solar

Além do creme hidratante, o uso do protetor solar nas mãos também é importante. A pele não resseca só por causa do álcool. Mas também por estar sempre exposta ao sol. Então, tenha um protetor na bolsa para aplicar sempre depois que o álcool em gel secar ou que lavar bem as mãos, e estiver exposto ao sol.

Atenção: o creme hidratante e o protetor solar não inibem a ação do álcool em gel e do sabão aplicados desde que sejam usados depois da secagem do álcool ou da lavagem das mãos. Porém, o creme e o protetor não oferecem uma proteção extra. Se tiver contato com uma superfície de risco depois de aplicar o creme ou o protetor, deverá desinfetar as mãos novamente.

Veja também: novos testes da vacina de Oxford para covid-19 indicam sucesso

convento vira abrigo para infectados

Freiras cedem convento para doentes da covid-19

Mitos e lendas do Brasil e do mundo

14 Mitos e lendas do Brasil e do mundo