em

Conheça 7 hábitos que prejudicam os rins

Mantenha esses órgãos em ordem evitando esses comportamentos

Ainda na infância, maioria de nós, sem se dar conta, é habituada a rotinas que criam uma verdadeira bomba relógio em nosso corpo.

Somos acostumados ao excesso de açúcar e ao consumo de gorduras que, desde então, sobrecarregam nosso organismo.

Muitas vezes os pais até encorajam as crianças a consumirem refrigerantes e petiscos, ricos em açúcares, sódio e gorduras, sem perceberem o mal que estão causando aos filhos.

Um dos órgãos mais afetados por essa rotina insalubre são os rins. Eles são os responsáveis pela filtração e eliminação de substâncias tóxicas do organismo.

Quando recebem constante sobrecarga tendem, com o tempo, a funcionar mal.

Em casos mais agudos tornam-se inoperantes e o paciente pode ter de se submeter a seções de hemodiálise.

Portanto, a prevenção é sempre a melhor maneira de se ter rins saudáveis. Para isso, publicamos sete dicas do que você pode estar fazendo de errado. Rotinas que se você mudar estará ajudando a evitar problemas futuros.

Fique atento e longe desses comportamentos:

1- Beber pouca água: a água ajuda a limpar o corpo.

O meio pelo qual o rim elimina as toxinas é a urina. Se você bebe pouca água, o rim terá mais dificuldades para eliminar as toxinas, além de aumentar o risco de cálculo renal.

2 – Bexiga cheia por muito tempo: segurar a urina por um longo período acaba por inibir a vontade de urinar.

O resultado é que a bexiga, com o passar do tempo, vai perdendo a sua sensibilidade. Além disso, pode causar infecções.

3 –  Excesso de sódio: o consumo excessivo pode causar problemas renais.

Isso acontece em consequência da concentração de sódio na urina. Essa substância pode cálculos renais.

Além disso, pode causar hipertensão arterial, o que também é prejudicial aos rins. Aconselha-se a consumir sal com moderação, além de evitar comidas industrializadas e bebidas diet que tenham em sua fórmula alta concentração de sódio.

4- Cafeína em excesso: muitas pessoas preferem matar a sede consumindo refrigerantes ricos em cafeína, como as colas.

A cafeína em excesso aumenta a pressão arterial, sobrecarregando os rins, podendo, com o tempo, afetá-los de forma irreversível.

5- Abuso de anti-inflamatórios: podem provocar a redução da filtração renal.

Em pessoas sadias, esse problema tende a ser minimizado, mas pode ser bastante prejudicial àqueles que já apresentam alguma insuficiência renal. Os anti-inflamatórios só devem ser consumidos sob orientação do médico.

6- Dietas com muita proteína: carne vermelha e outros alimentos ricos em proteína animal são importante fonte de energia, imprescindíveis à saúde.

Porém, o consumo em excesso não é aconselhável para a saúde de seus rins. Um dos riscos potenciais de uma dieta hiperproteica é o aumento dos níveis de ácido úrico.

Também é sabido que um elevado consumo de proteínas pode provocar a formação de cálculos renais.

7- Consumo de álcool: o álcool em excesso sobrecarrega os rins.

O consumo exagerado e constante pode contribuir para uma futura insuficiência renal crônica. Não deixe de beber sua cervejinha, mas aprecie com moderação.

Gostou dessa dica, então partilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Loading…

0
Comentários

comentários

Consumo diário de beterraba aumenta a qualidade de vida
Combater celulite, varizes e dores musculares com álcool de alecrim