em

Mãe explica como se apaixonou por doador de esperma anônimo

Entenda como, 11 anos depois, a mãe se reaproximou do pai biológico de suas filhas

Crédito: Daily Mail

Jessica Share, moradora de Seattle, nos Estados Unidos, teve uma grande surpresa em sua vida. Ela se apaixonou pelo doador de esperma anônimo, de quem teve duas filhas, depois de teste de DNA.

Entenda a história

A filha mais velha de Jessica, Alice, pediu para a sua avó um presente de Natal inusitado: um exame de DNA para poder conhecer suas origens.

Com certa relutância, ela aceitou o pedido da neta e foi a partir daí que Alice pôde conhecer o seu pai biológico, Aaron Long, de 52 anos.

A busca

mãe explica como se apaixonou por doador de esperma a busca
Crédito: Daily Mail

Alice e sua mãe começaram então uma busca nas redes sociais por homens da região que tivessem o perfil parecido com a filha. A única pista que elas tinham é que ele era músico e escritor, pois estava escrito na descrição na descrição do doador de esperma, no momento da compra.

Então, as duas se limitaram a homens da região que fossem músicos e escritores, chegando a uma lista bem enxuta. Olhando as fotos de infância de Aaron, elas tiveram certeza de que era ele, pois a semelhança com Alice eram imensas.

O encontro

mãe explica como se apaixonou por doador de esperma o encontro
Crédito: Daily Mail

Sendo doador de esperma por um ano, Aaron sabia que poderia ter muitos filhos na região e queria realmente conhecer o máximo possível, para expandir sua família.

Dessa forma, ele promoveu uma festa chamada “Meet my kids“, que em tradução livre seria algo como “conhecer meus filhos”. Foi lá que Jessica e ele se viram pela primeira vez.

Ela disse que a atração foi imediata, resultando em namoro depois de algum tempo de amizade. A essa altura, ela e a esposa já estavam separadas, sendo que a caçula tinha ficado com a parceira, enquanto a mais velha, Alice, estava morando com ela.

Como estão hoje

mãe explica como se apaixonou por doador de esperma como estão hoje
Crédito: Daily Mail

Eles continuam juntos, morando hoje na casa de Aaron, acompanhadas de sua mãe, que sofre com Alzheimer. Alice também mora com o casal, assim como Madi, outra filha biológica de Aaron. A irmã mais nova de Alice continua a viver com a outra mãe.

Jessica disse que, normalmente, quando duas pessoas estão juntas, ficam imaginando como seriam seus filhos, caso os tivessem. No seu caso, ela diz que “já o conhecia e sabia que ele era exatamente como essas pessoas que eu amo mais do que qualquer outra pessoa no mundo”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0

Comentários

detergente alcalino

Como fazer detergente alcalino caseiro

Cachorro pode comer manga: sim ou não?