em

Conheça os benefícios do jatobá

Essa planta abundante no Brasil oferece ótimas propriedades medicinais e pode ser aproveitada por completo
sobre jatobá
Crédito: Wikimedia Commons

Jatobá é uma grande árvore originária das Américas, inclusive do Brasil. É utilizada há séculos, desde antes do período colonial pelos indígenas, tanto para aproveitamento da madeira quanto das suas sementes. As espécies mais conhecidas têm os nomes científicos de Hymenaea courbaril e Hymenaea stigonocarpa.

Por ter uma madeira muito resistente, a árvore é amplamente utilizada na construção civil e movelaria. No período colonial chegou a ser considerada madeira de lei. Essa planta também possui propriedades medicinais e é sobre elas que você vai saber mais agora.

Benefícios do jatobá

benefícios do jatobá
Crédito: G1

Na grande árvore do jatobá existem diversas vagens marrom-escuro penduradas. Em seu interior há uma massa que recobre suas sementes. Essa massa possui alto valor nutricional, é adocicada e comestível, como um fruto.

A maior parte dos efeitos medicinais dessa planta são constatadas pela medicina popular, enquanto outras também já passaram por pesquisas científicas. Veja sobre todas elas a seguir.

1. Estimulante do sistema imunológico

As sementes dessa planta possuem uma propriedade benéfica que estimula a reposta do sistema imunológico ao ataque de fungos, bactérias ou vírus. Logo, pode-se dizer que elas são fortalecedoras do sistema imune, ajudando a manter o corpo protegido contra várias doenças.

2. Ação antioxidante

Todas as plantas oferecem atividade antioxidante ao organismo e com essa não é diferente. A polpa que envolve as sementes do jatobá possui alta atividade na proteção das células contra a oxidação causada pelos radicais livres. Com essa proteção previnem-se o envelhecimento precoce e até mesmo doenças degenerativas causadas pelo adoecimento e morte de células no corpo.

3. Efeito bactericida e fungicida

Para obter esses efeitos, a melhor parte da planta a ser utilizada é a seiva do tronco. Ela possui propriedades que atuam contra doenças causadas por fungos e bactérias de todos os tipos. Sendo assim, age com efeito de antibiótico natural em infecções e inflamações.

4. Atividade anti-inflamatória

Em especial na parte interna da casca do tronco da árvore, encontra-se uma grande atividade anti-inflamatória. Ela pode ser usada para tratar inflamações estomacais, como úlcera e gastrite, ajudando a desinflamar e cicatrizar as feridas.

5. Tratamento de problemas respiratórios

Também relacionado à casca da árvore está o efeito benéfico no tratamento de doenças respiratórias. O chá dessa casca é bom para relaxar a musculatura lisa que envolve a região respiratória, aliviando os efeitos colaterais da asma, da bronquite e outros problemas relacionados.

6. Ação antidiarreica

Esse efeito também é ligado ao chá feito da casca da árvore. Pessoas que sofrem com a diarreia, podem obter um bom efeito no controle do problema com esse chá. Só é importante que, caso não sinta redução dos sintomas logo nos primeiros dias de uso de chá, vá ao médico, pois o problema pode ser mais grave e necessita de um tratamento específico.

7. Atividade antitumoral

O extrato da casca do jatobá, em alguns casos, possui a propriedade de reduzir o desenvolvimento de células cancerosas no organismo. Não significa que a planta sozinha é capaz de curar o câncer, mas pode atuar de forma coadjuvante ao tratamento médico, se assim for permitido ao paciente.

Propriedades nutricionais

O jatobá é uma planta rica em potássio, magnésio, cálcio, sódio, enxofre, selênio, fósforo e ferro, além da vitamina C. Ela possui mais cálcio que o leite e mais potássio que a banana. Possui diversos princípios ativos responsáveis pelos seus efeitos medicinais e é rica em fibras solúveis e insolúveis.

Como consumir

como consumir jatobá
Crédito: Imagem de Reprodução

Uma das formas mais comuns de consumir o jatobá é em forma de chá das suas sementes. Para fazê-lo, deve-se ralar as sementes, pois elas são muito duras. Depois, mistura-se 1 colher de sobremesa da semente ralada em 1 xícara de água quente. O chá pode ser tomado entre 2 e 3 vezes ao dia, conforme a necessidade.

Outra parte da planta menos acessível, mas que também pode ser consumida, é a casca do tronco, que fica no interior da casca externa. Deve-se raspar a parte externa, que é a escura, e utilizar a casca interna para fazer chá. Basta picar a quantidade de 1 colher de chá das cascas e deixar alguns minutos em infusão em uma xícara de água quente.

Como você viu nos benefícios da planta, a seiva retirada do interior do tronco da árvore tem efeito bactericida e fungicida no organismo. O problema é que essa parte já não é tão acessível, pois necessita ser recolhida do interior do tronco da árvore, por meio de uma broca. Entretanto, também é uma das formas de consumir a planta e obter suas propriedades nutricionais para a saúde. A forma de consumo é diluindo um pouco de seiva em um pouco de água.

Também pode-se comer a polpa da vagem, que recobre as sementes, de forma pura, como um fruto comum, ou fazendo farinha para usar em receitas.

Contraindicações e cuidados a ter

Qualquer parte da árvore que se queira fazer uso é considerada segura. Não há alta toxidade na composição dessa planta, seja no tronco, nas folhas ou nos frutos.

Então, pode-se consumir sem medo, desde que tenha o bom senso de não exagerar, mantendo uma média de até 3 xícaras de chá ao dia, quando estiver necessitando tratar algum dos problemas para o qual essa árvore é recomendada.

As dicas desse artigo não substituem a consulta ao médico. Cada organismo é único e pode reagir de forma diferente ao mencionado. Para obter os efeitos desejados, também é importante aliar o uso da planta a uma alimentação saudável e uma rotina de atividades físicas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0
Comentários
como fazer pudim de pão
10 Receitas de pudim de pão deliciosas para você experimentar
acelerador de bronzeado
O que é e como funciona o acelerador de bronzeado