Homem come carne de porco crua
Crédito: Freepik
em

Homem come carne de porco crua e fica com 700 tênias no cérebro

A história aconteceu com um chinês, que comeu um prato de origem duvidosa

Você já sabe que comer carne de porco da forma errada pode prejudicar a sua saúde. Mas nada se compara ao que aconteceu com um chinês, que descobriu que estava com 700 tênias no cérebro. Isso sem contar com as que estavam no pulmão.

Zhu Zhongfa, um chinês de 46 anos, comeu um lamen com carne de porco, segundo ele, de origem duvidosa. Dias depois, passou a sentir muita dor de cabeça e tontura, mas não quis ir ao médico, achando que era somente uma indisposição passageira. Porém, o quadro foi se agravando, a ponto dele ter uma convulsão.

Foi então levado para o hospital e depois de realizar uma ressonância magnética foram identificadas calcificações no cérebro. Além disso, podiam ser vistas também outros tipos de lesões, que estavam causando o problema. Depois de conversar um pouco, eles chegaram à conclusão que poderia ser parasitose.

Foi então que fizeram o exame para diagnosticar e foram encontrados traços da Taenia solium, que são características da carnes de porco. A partir de então, ele está em tratamento para eliminar o verme e recuperar – não somente o cérebro – mas também um pulmão que foi infectado. A infecção pelos ovos e larvas é chamada de cisticercose.

Comer carne de porco crua é perigoso?

Sim, pois há riscos de contaminação por diversos tipos de vermes. O mais perigoso e conhecido é da família Taenia, sendo que se subdivide em grupos. Os mais comuns são a Taenia Solium, Taenia Saginata e Taenia asiatica. Elas entram no organismo através de alimentos contaminados, instalando-se no estômago ou intestino.

Já alojadas, elas podem perfurar o intestino e entrar na corrente sanguínea, indo para órgãos que tenham muita vascularização. Por exemplo, o cérebro e o pulmão, são alvos fáceis para infecção, sendo exatamente o que aconteceu com o chinês. Dessa forma, é interessante sempre estar atento ao que vai ingerir, tomando alguns cuidados.

Como evitar os riscos?

De acordo como o Ministério da Saúde, a teníase é muito perigosa e pode causar “dores abdominais, náuseas, debilidade, perda de peso, flatulência, diarreia ou constipação”. Além disso, pode ser responsável pelo retardo no desenvolvimento da criança, além de reduzir a produtividade em pessoas já adultas.

Isso, quando não entra na corrente sanguínea, causando problemas severos, como os apresentados nesse artigo. Então, melhor do que ter que lidar com a situação é evitar que ela aconteça. Veja como evitar os riscos da contaminação por tênia:

  • Certamente, a primeira coisa a fazer é buscar a conscientização. Informar não somente a família, mas também a comunidade de que não se deve ingerir carne de porco crua;
  • Comprar de produtores confiáveis, evitando totalmente criações ilegais ou de “fundo de quintal”;
  • Cozinhar, fritar ou assar bem os alimentos, antes de consumir, evitando aqueles apenas selados ou crus por dentro;
  • Comer somente em locais com o selo da fiscalização sanitária e que seja confiável, novamente, evitando qualquer tipo de carne mal passada.

São medidas simples, que podem evitar muitos problemas no futuro. Cuide da sua saúde e da sua família, compartilhando essa informação.

bacalhau com batatas

Bacalhau com batatas: um prato principal para uma ocasião especial

5 anos sem andar depois da bariátrica

Ela ficou 5 anos sem andar depois da bariátrica, mas se recuperou