o que é hemodiálise
em

O que é e como funciona a hemodiálise?

Saiba mais sobre esse processo ao qual pessoas com doenças renais graves devem se submeter.

A hemodiálise é um tratamento que consiste em efetuar as funções de um rim artificial, ou seja, filtrar o sangue, eliminando substâncias tóxicas que estão no organismo. Esse tratamento é realizado por uma máquina que é capaz de realizar ainda outras funções do rim. Dessa forma, uma pessoa com problema nos rins pode viver uma vida longa e tranquila, apenas tendo que realizar esse tratamento.

Como funciona?

Hemodialise como funciona
Créditos: Sociedade Brasileira de Nefrologia

A máquina que realiza o procedimento, chamada de dialisador, tem um processo muito simples. A pessoa é conectada a máquina com o objetivo de transferir sangue para ela. Assim, o dialisador bombeia o sangue pela máquina através de um cateter, realizando o processo de purificação do sangue. Após esse processo, o sangue filtrado é bombeado de volta para o paciente através de um segundo cateter.

Quem precisa fazer hemodiálise?

Esse tratamento pode ser feito, principalmente, por pessoas com insuficiência renal, e que, assim, não são capazes de naturalmente realizar o processo de filtração e depuração do sangue. No entanto, ela pode ser feita por pacientes com doenças graves nos rins, que naturalmente afetam a capacidade dos rins de filtração.

Dói?

As dores são principalmente relacionadas às agulhas. O procedimento é feito através da fístula na maioria dos casos, e o processo de punção dela pode ser um pouco dolorosa para quem não está acostumado ou caso seja demorado.

Durante essa fase, em alguns casos pode ocorrer a formação de hematomas que podem ficar doloridos ainda por algum tempo. No entanto a formação de hematomas constantes não é comum.

Durante o processo de filtração o paciente raramente tem algum efeito colateral. Quando isso ocorre, os sintomas que podem afetar o paciente são dores de cabeça e queda de pressão, por exemplo. Isso pode ocorrer quando o paciente tem muito líquido para remover devido o ganho de peso entre os intervalos entre as sessões.

Então é sempre importante seguir as instruções e recomendações do seu profissional para que aja menos diferença de peso.

Efeitos colaterais e possíveis complicações

Hemodialise colaterais
Créditos: eco-ser.com.uy

Como foi dito, raramente o paciente tem efeitos colaterais graves, no entanto em poucos casos o paciente pode sentir:

  • Dores de cabeça;
  • Câimbras;
  • Enjoos;
  • Vômitos;
  • Queda de pressão;
  • Fraqueza;
  • Calafrios;
  • Convulsões.

Esses sintomas não são tão comuns atualmente, pois a tecnologia nos aparelhos está cada vez mais avançada, tornando os equipamentos mais seguros e confortáveis para os pacientes.

Qual a diferença entre hemodiálise e diálise

A diálise é o processo de filtração química do sangue. A diálise poderia ser considerada como uma categoria principal, enquanto possui duas subcategorias, ou seja, dois tipos. Eles são a diálise peritoneal e a hemodiálise.

A hemo, como já foi explicado, é o processo de filtração do sangue através de um aparelho que elimina as toxinas do sangue.

Já a diálise peritoneal contém a mesma função, mas é feita a partir da membrana peritoneal, um revestimento do abdômen, purificando o sangue. Esse processo ocorre dentro do corpo do paciente, sem que a máquina seja necessária.

A diálise pode ser feita diariamente pelo próprio paciente ou por um cuidador, enquanto a hemodiálise geralmente é feita uma vez por semana ou se acordo com a recomendação do profissional responsável pelo paciente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0

Comentários

suco de babosa

Suco de babosa: receitas e benefícios

Benefícios da casca de melancia para a saúde