glaucoma tem cura
Crédito: Freepik
em

Glaucoma tem cura? Saiba o que causa essa doença e como tratar

A melhor forma de prevenir o glaucoma é consultando o oftalmologista todos os anos

O glaucoma é uma doença traiçoeira porque começa sem sintomas. Quando a pessoa portadora começa a sentir problemas de visão, o estágio da doença já está avançado e com risco de cegueira permanente. De acordo com o Conselho Brasileiro de Oftalmologia, o glaucoma afeta o nervo óptico e o campo visual, geralmente acompanhado de pressão alta nos olhos, mas também pode ocorrer com baixa pressão. Mas será que o glaucoma tem cura? Conheça mais sobre essa doença.

Veja também: exercícios para fortalecer a visão

Glaucoma tem cura?

O glaucoma não tem cura, mas tem controle. Porém, para que isso aconteça, é necessário descobrir e tratar a doença a tempo de ela não causar uma perda parcial da visão ou cegueira permanentes. Não tem como trazer de volta a visão perdida, mas sim, tem como controlar a pressão nos olhos, que geralmente é a principal causa da evolução da doença.

Tipos de glaucoma

glaucoma tem cura ou prevenção
Crédito: Freepik

Existe o glaucoma congênito, que é de nascimento, e o secundário, que é quando se desenvolve após uma cirurgia nos olhos, um estágio avançado de catarata, diabetes, uso excessivo de colírio com corticoide e traumas na cabeça ou olhos.

Tem também o glaucoma crônico que costuma afetar pessoas acima dos 35 anos e é causado pela obstrução do canal que escoa um líquido chamado humor aquoso, que faz parte da estrutura dos olhos. Ele é crônico porque a pessoa só vai perceber que algo está errado quando parte da sua visão já foi afetada.

O que acontece na maior parte das vezes é uma degradação das fibras nervosas do nervo óptico, que envia ao cérebro as informações que o olho capta para transformar em visão. Conforme essas fibras vão morrendo, a visão vai-se perdendo.

E o que causa a morte das fibras, quase sempre, é uma alteração no fluxo de produção e no escoamento do humor aquoso, nome do líquido que preenche parte do olho. Essa alteração leva ao aumento da pressão intraocular, e os danos se iniciam.

Para que a pressão fique sob controle e a doença não evolua, o tratamento deve ser feito em tempo, e pode variar entre colírios com medicamentos para controlar a pressão dos olhos ou, somente no caso do colírio não funcionar, pode ser feita a cirurgia.

Sintomas

Nem sempre o glaucoma vai trazer qualquer tipo de sintoma, e é aí que mora o perigo, pois a pessoa só vai descobrir a doença quando sua visão periférica começa a falhar, ficando embaçada ou com manchas escuras.

Mas, em alguns casos, o paciente pode ter sintomas agudos, como visão embaçada, dor intensa nos olhos, náuseas e vômitos. Se não tiver ideia do que pode ser, deve ir ao médico o quanto antes, pois se a doença progredir pode causar cegueira e aí não terá mais o que fazer.

Como prevenir?

Como existe o tipo de glaucoma congênito, que já nasce na pessoa, nem sempre é possível prevenir. Mas, de modo geral, é muito importante fazer uma consulta ao oftalmologista uma vez por ano para um check-up da visão. Se a doença for descoberta logo no início, o tratamento costuma ser eficaz. No mais, não existe prevenção para o glaucoma.

One Comment

Leave a Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0
exercícios para perder peso

Exercícios para perder peso: conheça os 5 melhores

o que pode ser visão turva

Visão turva: o que pode ser e o qual é o médico que vai tratar