em

De onde vem a tradição da fogueira de festa junina?

Parte importante da decoração nas quermesses, a fogueira de festa junina tem origem pagã.
fogueira de festa junina
Crédito: Pixabay

O mês de uma das festas mais tradicionais do Brasil já chegou e todo mundo já deu ou vai dar uma passadinha na quermesse para comer cuscuz, milho verde, pastel e pinhão e tomar vinho quente e quentão. Tudo isso em um ambiente enfeitado com bandeirinhas e aquecido por uma fogueira de festa junina.

A fogueira é parte importante dos festejos devido à sua história e à sua tradição, que tem tudo a ver com a origem do dia de São João Batista, um dos santos cuja data é comemorada nas festas juninas.

Como surgiu a fogueira de festa junina

As festas juninas homenageiam três santos católicos: Santo Antônio, no dia 13 de junho, São João Batista, no dia 24 de junho, e São Pedro, no dia 29 de junho. A origem da tradição da fogueira remonta também da história católica.

São João Batista era primo de Jesus Cristo, e sua mãe Isabel engravidou dele quando já era mais velha e considerada infértil. Assim como Maria, sua gestação ia contra todas as possibilidades, e por isso São João é tão importante para os cristãos.

As duas primas moravam longe uma da outra, e Isabel prometeu que acenderia uma fogueira no dia do nascimento do filho. Assim, Maria, que estava grávida de três meses de Jesus, ficaria sabendo da notícia e poderia visita-la.

Porém, a história oficial da fogueira de festa junina tem origem pagã. Diversos povos da Antiguidade, como os celtas e os egípcios, organizavam rituais durante o solstício de verão para pedir fartura em suas colheitas. Esse período é uma data astronômica importante que ocorre nos dias 21 ou 22 de junho no hemisfério norte e marca o dia mais longo e a noite mais curta do ano.

A Igreja Católica até tentou combater esses cultos, mas não teve jeito. A solução foi instituir as homenagens aos santos no mesmo mês e atribuir as tradições e cultos a eles.

Como fazer fogueira de festa junina

Uma curiosidade: cada santo deve ser homenageado com um tipo de fogueira de festa junina diferente. A fogueira de Santo Antônio tem base quadrangular, enquanto a de São Pedro é triangular. Já a de São João é arredondada na base.

Antes de fazer uma fogueira, certifique-se de que o local é adequado para isso. Espaços pequenos não devem ser utilizados, muito menos locais fechados. Encontre um lugar aberto, com solo plano e de terra, sem plantas e objetos que possam queimar. Veja o passo a passo:

1. Junte o material inflamável, que pode ser madeira seca, ramos, troncos ou lenha. Monte a base da forma que preferir e guarde alguns desses materiais para “atiçar” as chamas.

2. Feita a base, organize um cercadinho com pedras em volta para que as chamas não saiam do controle.

3. Com cuidado, use um galho de tamanho grande e enrole um pedaço de pano com álcool e óleo. Coloque fogo e acenda a fogueira de festa junina.

4. Em pouco tempo a fogueira estará ativa. Vá controlando o fogo para evitar que fique muito grande.

Para apagar, basta jogar terra ou areia. Nunca jogue água, pois pode atiçar ainda mais as chamas e pode colocar as pessoas em perigo. Você também pode fazer uma fogueira falsa para deixar a festa mais charmosa, como essa do vídeo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Loading…

Comentários

comentários

namoro depois dos 50 anos de idade
Namoro depois dos 50: dicas de como recomeçar e vantagens desse amor
bolo de festa junina
12 Receitas de bolo de festa junina para incluir no cardápio