em

TristeTriste

Ferro ou steamer: qual o melhor?

Qual a melhor opção na hora de passar a sua roupa. Será o ferro ou o steamer? Saiba quando e como usar cada um deles!

ferro ou steamer
Crédito: Freepik

Passar roupa com ferro ou steamer é uma tarefa que muita gente não tem mesmo paciência alguma para fazer. Mas, quando é preciso, você não se consegue livrar dela, visto que não pretende andar na rua de roupa amarrotada.

Para evitar essa situação, que com alguns tecidos é muito notória, muitas pessoas passam suas roupas com o tradicional ferro. Já o steamer, também chamado de vaporizador, ferro a vapor vertical ou passadeira a vapor, é um equipamento no mercado dos eletrodomésticos de passar roupa.

Apesar da praticidade, ele não vai substituir o uso do ferro, no entanto você terá vantagens em usar ambos, pois vai depender do tipo de roupa e situação. Veja as características do ferro ou steamer e depois compare, vendo o que se adapta à sua rotina, bolso e tempo.

Ferro de passar

ferro ou steamer ferro de passar
Crédito: Magazine Luíza

O ferro de passar roupas é aquele tradicional, movido à energia elétrica e que desamassa a roupa através do aquecimento das fibras. Aliada a isso, tem a chapa metálica que acaba ajudando a deixar tudo lisinho, como parte das pessoas prefere.

Além disso, você pode contar com a versão à vapor, que torna o processo mais fácil, reduzindo o tempo necessário para chegar a um determinado resultado. Em ambas as versões, a roupa pode ser vincada, além de poder passar peças mais pesadas, como toalhas de banho ou calças e casacos jeans.

O grande risco é da pessoa que está manuseando o ferro tradicional queimar a peça, pois a temperatura deve estar adequada ao tecido. Se for um tecido leve ou sintético e se utilizar a mesma temperatura para algodão, vai queimar imediatamente, no primeiro contato. Por isso, alguma experiência é necessária.

Steamer

ferro ou steamer qual o melhor
Crédito: Uol

Se não tem muita prática em passar roupa, o steamer é perfeito, sendo extremamente indicado para iniciantes. Isso porque com ele você não corre o risco de queimar uma peça de roupa. Ele é apropriado também para peças delicadas, às quais o ferro nem sempre se adequa.

Caso não conheça bem o steamer, saiba: é um equipamento que permite tratar da sua roupa amarrotada, recorrendo somente ao vapor de água. Uma das grandes vantagens é poder recorrer a ele no caso de ter uma peça que precisa de ser passada rapidamente. Contudo, o steamer não é indicado para roupa muito grossa.

Além disso, ele não deixa marcas de dobras, igual acontece com o ferro. Já reparou que quando você passa um lado, se o outro não estiver esticadinho, acaba marcando? O vaporizador não faz isso e facilita muito. Porém ele não é útil para todos os tipos de roupa. Veja o que usar em cada situação.

Qual o melhor?

Como o steamer não é indicado para tecidos grossos, será frustrante se quiser passar seus jeans com ele. Caso queira um aparelho indicado para todo o tipo de roupa, o steamer não é a melhor opção, sendo mais direcionado a roupas finas ou que já foram passadas e deram aquela amassadinha.

O ferro é mais apropriado para tecidos grossos, como o jeans, além de peças como lençóis, toalhas de mesa e fronhas. Neste caso, artigos que o vaporizador tem dificuldades em passar, já que o seu uso é na vertical. Contudo, o ferro e o steamer acabam por se completar, uma vez que contam com funções distintas.

O steamer é indicado para peças mais delicadas, que até já foram passadas, mas no guarda-roupas ficaram amarrotadas. Você consegue dar aquela melhorada na peça rapidinho, logo antes de sair de casa. Porém ele não consegue resolver vincos mais acentuados e peças muito amassadas.

Já o tradicional ferro de passar roupas vai ser melhor do que o vaporizador quando tiver muitas peças de roupa. Outra situação em que ele é o ideal é quando tiver que passar tecidos mais pesados, amassados ou que necessitem de vincos para ficarem alinhadas.

Como evitar passar roupa

Porém, melhor do que utilizar um equipamento para cada finalidade, aprender a usar e tudo o mais, que tal evitar passar roupa? Existem técnicas que podem te ajudar a evitar esse mal, com mudanças simples de comportamento. Veja como deixar a roupa o mais esticadinha possível:

  • Assim que chegar em casa, se for reaproveitar a roupa no dia seguinte, não a deixe sobre a cama ou em cabideiro improvisado. Coloque-a corretamente em um cabide e deixe do lado de fora do armário.
  • No dia seguinte, quando for tomar banho para sair, pegue esse cabide e coloque no banheiro, para que receba o vapor. Isso vai tirar qualquer marquinha que tenha aparecido.
  • Assim que a máquina terminar de lavar a roupa (ou se fizer à mão), retire peça por peça e sacuda bem, estendendo em seguida. Para sacudir, segure duas pontas e balance vigorosamente para cima e para baixo, deixando-a aberta e bem esticada.
  • Coloque imediatamente no varal, sem vincos ou dobras. Isso vai fazer com que seque mais rápido e ainda vai evitar amassados.
  • Não use pregador de roupas, somente em último caso. Se não tiver jeito, opte pelos modelos mais modernos, que têm a base mais larga e acolchoada.
  • Se tiver secadora de roupas, coloque as peças bem esticadas e seque como de costume.
  • Ao retirar a roupa do varal, não faça aquela pilha para passar depois. Retire e, se estiver em boas condições de uso, já dobre ou coloque em cabides e guarde.
  • Lembre-se que não se vive mais em uma época em que as roupas têm que estar impecáveis e engomadas com produtos específicos. Felizmente as coisas mudam e as pessoas estão passando a valorizar muitas outras características, além de somente aparência, mas claro que isso não é motivo para desleixo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0

Comentários

borboletas de papel

Como fazer borboletas de papel para uma decoração artesanal

como limpar grill

Como limpar grill com 7 dicas práticas