em

Saiba por que passar o dia todo dentro de casa pode fazer mal

Você evita sair de casa por algum motivo em particular? Este hábito pode prejudicar sua saúde física e emocional.

Passar o dia todo em casa pode ser um hábito ou uma necessidade. Há quem simplesmente prefira o ambiente particular, pois não gosta do barulho e do movimento da rua. E tem aqueles que trabalham a partir de casa e acabam quase não saindo por falta de tempo. Mas que mal há nisso?!

Bem, na verdade o problema em passar a maior parte do tempo dentro de casa está na razão pela qual isso acontece. Se estar em casa é prazeroso, positivo e você usa esse tempo com atividades variadas que estimulem o seu crescimento pessoal, ótimo.

Mas se você evita sair de casa, porque não quer ter contato com outras pessoas, com a natureza ou enfrentar situações que considera desafiadoras ou desconfortáveis, temos um problema à vista.

Mesmo que seja possível tomar um banho de sol, receber amigos, estudar, trabalhar e praticar atividades físicas sem sair de casa, o ser humano necessita de contato social e de situações novas para crescer e se desenvolver emocionalmente. Mas na sua zona de conforto isso não irá acontecer.

Escolha o melhor momento para sair

Se existe um bloqueio emocional ou psicológico que impede você de sair à luz do dia, escolha um horário para sair à noite, visitar lugares, praticar um esporte e conhecer novas pessoas.

Se for o contrário, saia para se exercitar e fazer compras de manhã ou no meio da tarde, quando a maioria das pessoas está no trabalho e talvez as ruas não estejam tão movimentadas.

De preferência, saia à pé para fazer uma caminhada mais longa e observar as paisagens, as pessoas, sentir o Sol de diferentes posições. Essas atividades trazem vigor para o organismo e fazem os sistemas do corpo trabalharem melhor. Além disso, estimulam a criatividade e o bem-estar.

Se for necessário, busque ajuda profissional

No caso de sentir que existe uma força maior impedindo que saia de casa, como um medo muito forte ou falta de motivação, o apoio de um psicólogo ou terapeuta pode ser a chave para a mudança que você procura e merece.

Se você acha que terapia é para loucos, então talvez deva começar esclarecendo sua visão sobre o tema assistindo ao vídeo abaixo:

As dicas deste artigo não substituem a consulta ao médico. Lembre-se que cada organismo é único e pode reagir de forma diferente ao mencionado. E para obter os resultados mencionados também é preciso aliar a uma vida e alimentação saudável e equilibrada.

Redigido por Priscilla Riscarolli

Graduada em Comunicação Social, decidiu trocar as campanhas publicitárias pela produção de conteúdo para inspirar as pessoas a enriquecerem suas vidas com mais informação, bem-estar e criatividade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Loading…

0
Comentários
como lidar com a sonolência
5 dicas para se livrar da sonolência durante o dia
Lordose: saiba tudo sobre esse desvio de coluna