falta de vitamina D
Crédito: Pexels
em

Falta de Vitamina D: sintomas, causas e consequências

De distúrbios hormonais à dores crônicas, a falta deste nutriente compromete o bom funcionamento do corpo

Sabia que a falta de vitamina D causa diversas doenças? Para garantir um corpo saudável é necessário um bom nível de vitamina D, pois ela é responsável pelo bom funcionamento dos órgãos, incluindo todo o sistema cardiovascular.

A vitamina D está presente em alimentos de origem animal como ovos, queijos, carne suína, em alguns peixes como o atum, sardinha e o salmão, e outros. Porém, diferente de outras vitaminas, esta pode ser sintetizada pelo organismo.

O principal meio de obter as quantidades necessárias para o corpo é por meio da exposição solar. Os raios solares ativam a substância produzida pelo corpo.

Quando há deficiência deste nutriente, o corpo fica sujeito a diversos problemas de saúde, que devem ser tratados a tempo. Portanto, é imprescindível identificar se há deficiência da vitamina no seu dia a dia.

Sintomas da falta de vitamina D

A falta dessa vitamina pode apresentar alguns sintomas, que podem ser confundidos com outras carências e doenças, sendo assim fundamental que seu médico seja consultado.

1. Depressão

A sensação de cansaço, tristeza e desânimo podem vir da falta de vitamina D.

Se não for absorvida na quantidade ideal, o corpo não produzirá hormônios que causam bem-estar. E isso afeta diretamente o humor, gera irritação e até depressão.

Os níveis de energia também tendem a cair na ausência da vitamina D. Por isso é fundamental que se diagnostique o mais breve possível, a fim de evitar erros de interpretação de sintomas.

2. Gripes e resfriados

Lembra de sua avó mandando você tomar sol, que era bom para curar a gripe? Ela estava certíssima!

Se você facilmente tem gripes e resfriados, pode ser deficiência de vitamina D, pois ela também participa na produção de anticorpos.

3. Cansaço extremo

Toda vez que você vai realizar alguma tarefa que exija menos movimentos, como ler ou trabalhar no computador, organizar um armário ou até mesmo um artesanato, você sente sonolência?

Isso pode ser sintoma da falta dessa vitamina. Ela é fundamental para que se possa ter melhores resultados em atividades físicas e mentais.

Além do sono em excesso, há também uma maior dificuldade em executar tarefas que antes eram simples, com esquecimentos e confusões frequentes.

4. Dentes fracos

Seus dentes estão apresentando mais manchas, cáries e doenças? Saiba que esses são sintomas da falta de vitamina D.

Ela é fundamental para que o cálcio fixe-se nos dentes, então sua falta logo é percebida pelas alterações no seu sorriso.

5. Colesterol alto

Como visto anteriormente, a vitamina D ajuda a reduzir os níveis do colesterol ruim, aumentar o bom e é fundamental para a manutenção do mesmo.

Dessa forma, sua deficiência faz com que haja um desequilíbrio, prejudicando o funcionamento do sistema cardiovascular.

Além disso, sua ausência estimula o aumento de peso e a lentidão do metabolismo, agravando o quadro acima.

Qual o exame que detecta falta de vitamina D?

falta de vitamina d exame
Crédito: Pexels

Para detectar a falta de vitamina D no organismo, seu médico irá pedir dois exames principais, denominados 25-hidroxi-vitamina D e 1,25-di-hidroxi-vitamina D.

Apesar desses nomes estranhos, eles são simplesmente as duas formas como a vitamina D pode se apresentar no organismo: a forma precursora inativa, encontrado em maior quantidade, que é o 25-hidroxi-vitamina D e sua forma ativa, que é visto em menor quantidade, denominado 1,25-di-hidroxi-vitamona D.

Normalmente esse exame é pedido para quem tem sinais como dores generalizadas, fraqueza nos músculos, deformidade dos ossos, raquitismo e outros.

Normalmente, o segundo exame é menos solicitado, pois não necessariamente está relacionado à real quantidade de vitamina no organismo. Ele sofre alterações em caso de doenças nos rins, câncer e outras.

Falta de vitamina D engorda?

A vitamina D pode aumentar seu peso, mas não engorda. Confuso, não é? Mas é um fato.

Engordar de fato é aumentar a quantidade de gordura e líquidos retidos no organismo, mas e quando o ganho de peso é de origem óssea e muscular?

É isso o que acontece com a vitamina D, pois ela aumenta a produção de testosterona no organismo, estimulando o crescimento muscular e pasme – a queima de gordura.

Como ajuda na absorção de cálcio, ela também é responsável por aumentar a densidade óssea, aumentando o peso, porém sem engordar de fato.

Doenças causadas pela falta de vitamina D

A falta de vitamina D pode causar algumas doenças, como:

1. Osteoporose

A presença da vitamina no organismo facilita a absorção do cálcio pelos ossos. Se eles não receberem cálcio e vitamina D suficientes, podem se tornar mais esponjosos, dando origem a doenças como a osteoporose.

2. Asma

Importante para estimular a imunidade, a vitamina D é responsável também pelo bloqueio de fatores que podem vir a inflamar o pulmão, sendo sua falta um fator agravante para a doença.

3. Colesterol desregulado

A vitamina D ajuda a regular os níveis de colesterol no sangue, tanto o LDL (ruim) quanto o HDL (bom). A falta da vitamina D é um fator que favorece o aparecimento de problemas cardiovasculares.

4. Alergias

A falta de vitamina D causa queda de imunidade. Por isso é muito comum ver que pessoas com carência de vitamina com problemas de alergias, principalmente quando consomem certos alimentos ou são expostas a agentes como mofo, pelos de animais e poeira.

5. Depressão

Todo o nosso corpo precisa da vitamina D, inclusive para a regulação hormonal. Ela participa da síntese de diversos hormônios benéficos, mais conhecidos como hormônios da felicidade.

A depressão é uma doença cercada de mitos. Esteja sempre atenta às pessoas ao seu redor; elas podem estar precisando de ajuda.

Importância da vitamina D na gravidez

São mais de 2 milhões de casos de deficiência de vitamina D no Brasil. É mais comum do que você imagina.

Todos devem estar atentos a esse problema, especialmente as mulheres grávidas. A falta de vitamina D na gestação pode trazer ainda outros problemas.

As chances de desenvolver pré-eclampsia (pressão alta em gestantes) é maior quando há deficiência de vitamina D. Isso coloca a gestante e o bebê em risco.

A falta dessa vitamina também pode estar associada a fatores que aumentam as chances do feto desenvolver autismo.

Como repor

Para ajudar o organismo a produzir vitamina D, você deve se expor ao sol, ao menos 15 minutos por dia, sem o uso de protetores ou camisetas anti UV. Lembre-se que a melhor hora para isso é até as 10h e depois das 16h.

Seu médico pode recomendar uma reposição dessa vitamina, buscando amenizar o problema a curto prazo.

Saiba que o que vai fazer com que ela não volte é a junção de uma boa alimentação com exposição adequada ao sol.

Alimentos ricos em vitamina D

Mantenha seu corpo saudável com a ingestão diária de vitamina D, através das carnes, peixes e frutos do mar, entre outros.

Veja alguns alimentos com alto nível de vitamina D, considerando uma porção de 100 gramas:

  • Salmão cozido contém 12,5 mcg de vitamina D e 271,4 calorias;
  • Ostras cruas contêm 8 mcg e 81 calorias;
  • Arenque fresco contém 23,57 mcg e 228,5 calorias;
  • Leite Ninho fortificado contém 6,92 mcg e 500 calorias;
  • Ovo cozido contém 1,3 mcg e 156 calorias;
  • Fígado de galinha contém 1,31 mcg e 136,9 calorias;
  • Sardinhas enlatadas contêm 7,5 mcg e 296,4 calorias.
  • O óleo de fígado de bacalhau, em uma quantidade de 13,5 g, possui 34 mcg de vitamina D e 118 calorias.

Gostou das dicas? Se você quer saber ainda mais sobre essa vitamina, assista ao vídeo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0

Comentários

carambola

5 Benefícios da carambola

Benefícios do tomilho para a saúde