educar os filhos
Crédito: Wikimedia Commons
em

Como educar os filhos: 5 conselhos especiais

Não existe uma regra, mas sim boas práticas e conselhos que podem auxiliar no processo de educar uma criança

Educar os filhos não é, definitivamente, uma tarefa simples ou fácil. é preciso dedicação e muita paciência, pois é um processo contínuo, evolutivo e em fases. Ler livros sobre o assunto pode ajudar a esclarecer dúvidas e a criar “estratégias” para compreender as necessidades e fases de uma criança, assim como a da mãe, pai e irmãos (se for o caso).

A vontade de acertar e de educar um cidadão do mundo é fundamental e, tendo isso em mente, fica mais fácil encontrar o melhor caminho para que a educação dos filhos aconteça de forma tranquila e com resultados visíveis.

Forma correta de educar os filhos

Não há apenas uma forma correta, pois cada família tem seus valores e preceitos. Porém, algumas coisas são universais e os conselhos abaixo podem te ajudar a criar a sua própria dinâmica:

1. Comece por você

educar os filhos
Crédito: Belicosa

Antes de pensar em castigar seu filho atitudes e comportamentos que você não aprova, que tal observar e tentar perceber de onde vem o exemplo? O fato de uma criança gritar, xingar ou até mesmo passar horas na frente da televisão pode estar relacionado com atitudes que os próprios pais possuem. Você precisa ser o exemplo na hora de educar os filhos.

Aprenda como fortalecer os laços familiares

2. Valores

Estabeleça (em conjunto) os valores básicos da sua família – se necessário, por escrito ou em desenho, dependendo da idade da criança. Dessa forma todos poderão relembrar o que é importante manter, como por exemplo:

  • Amor e respeito aos familiares;
  • Honestidade (sempre falar a verdade);
  • Responsabilidades e tarefas dentro do lar;
  • Humildade, cortesia e solidariedade;
  • Alegria, carinho e bom humor;
  • Flexibilidade e tolerância;
  • Paciência e persistência.

É claro que existem diversos outros valores que você pode incluir ou não, tal como questões religiosas, por exemplo. E sempre que as atitudes dentro do lar coincidirem com o que foi estabelecido, elogie! Caso contrário, demonstre e explique que determinada atitude não é o melhor caminho.

Como educar os filhos depois do divórcio

3. Diálogo

educar os filhos
Crédito: Sociedade Brasileira de Inteligência Emocional

Ser ouvido é muito bom, não é mesmo? Seus filhos também acham isso importante. Para manter um bom vínculo – fundamental para que se possa passar os valores – é necessário que haja diálogo na família.

A prática do “eu mando e você obedece calado” pode gerar frustrações e nem sempre é o melhor caminho para educar os filhos. Lembre-se que é possível exigir que a criança cumpra com uma determinada regra ou tarefa, explicando a ela o porquê.

É claro que existem situações em que a conversa deverá ser realizada depois. Por exemplo, se a criança estiver prestes a colocar o dedo ou um objeto de metal dentro de uma tomada, você vai tirá-la dali o mais depressa possível. Mas logo em seguida explicará a ela os perigos e por quais motivos ela não deve fazer isto.

O autoritarismo pode funcionar com os filhos mais novos, mas com o passar da idade, poderá afastá-los de você. Lembre-se que manter esse vínculo é fundamental em todas as fases de desenvolvimento de uma criança e adolescente, até a vida adulta e idependência. O que não significa que você deve ser permissivo. Existem diversas formas de liderança, incluindo a por inspiração e exemplo. Pense nisso!

4. Regras

Ter diálogo é fundamental, mas não pode deixar o leme solto. Regras são importantes para ajudar a firmar os valores da família. Educar os filhos irá moldar a sua personalidade, carater e virtudes. Psra isso, durante o processo de desenvolvimento e formação é preciso que você o direcione, para que ele aprenda a tomar as decisões corretas.

Então regras, com ação e reação, vão preparar seus filhos para o mundo. Se ele roubar, será preso. Se ele estudar e se dedicar, suas chances de alcançar objetivos e vencer na vida, se multiplicam. Assim também deve ser em casa, com regras, direitos e deveres.

5. Elogios e repreensão

educar os filhos
Crédito: Pensamento Líquido

Faz parte do processo de educar os filhos os momentos de repreensão e elogios. Você tem o hábito de valorizar as atitudes corretas ou positivas que acontecem dentro da sua casa? Seja ela com as crianças ou entre os demais familiares? Ou é daquelas pessoas que só reclamam e fazem questão de destacar os erros?

Elogiar é tão importante quanto repreender. Abos tem a “função” de reforçar uma atitude realizada pela criança, que vão de encontro (ou não) com os valores e regras do lar. É claro que o “cantinho do pensamento” continua a ser necesário, pois também ensina aquilo que não deve ser feito ou repetido.

Você sabia que a obediência baseada no medo gera infelicidade?

Importante!

Aproveite o tempo livre não só para educar os filhos, mas também para conviver, divertir e aprender com eles! A rotina do dia a dia é cansativa e muitas vezes estressantes, mas são estas pequena satitudes que fazem toda a diferença, para você, sua família e seus filhos. E lembre-se, eles crescem muito rápido!

Aprenda também a se perdoar por não ser perfeito, pois não existe um guia ou um passo a passo de como essa tarefa deve ser feita. As famílias são únicas e devem aprender e crescer juntos e de forma contínua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0

Comentários

eliminar pedra na vesícula

Como eliminar pedra na vesícula naturalmente

remédios caseiros para infecções urinárias

9 Remédios caseiros para infecções urinárias