Doula
Crédito: Freepik
em

Doula: entenda a função dessa mulher na vida das gestantes

Antigamente a função era mais requisitada, mas aos poucos está voltando a ser

Publicidade

Nem todas as jovens mães de hoje em dia sabem o que é uma doula. Mas, as mães e avós de antigamente sabem, e pode ser que conheçam algumas, que tenham nascido pelas mãos de uma ou até que sejam doulas de outras gestantes.

Doula é um nome de origem grega que significa “mulher que serve”. Ela não é uma profissional de saúde, mas sim, uma mulher com muita experiência em acompanhar gestações, partos e pós-partos.

Atualmente, com a valorização dos partos humanizados, a presença da doula voltou a ser solicitada por muitas gestantes. No entanto, é preciso saber separar as funções da doula e as funções dos profissionais médicos e enfermeiros para garantir a saúde da mãe e do bebê.

Veja também: Vantagens do parto humanizado – para a mãe e para o bebê

Publicidade

O que faz uma doula?

Antigamente os partos eram feitos em casa, e quem podia, tinha uma doula por perto durante toda a gestação para dar conselhos, oferecer cuidados e trazer conforto emocional à gestante. Algumas doulas até atuavam como parteiras, mas essa é outra função. A doula é mais uma conselheira. Hoje em dia a função da doula é a mesma, de apoio, como por exemplo:

  • Dar orientações e facilitar a preparação para o parto;
  • Encorajar o parto normal;
  • Tirar dúvidas e diminuir anseios relacionados ao parto e a vida do casal com o novo bebê;
  • Sugerir formas de aliviar a dor, através de posições ou massagens;
  • Oferecer apoio emocional antes, durante e após o parto;
  • Apoio e assistência em relação aos primeiros cuidados do bebê.

Aproveite e veja: Contrações de parto: veja como e a partir de quando cronometrar

Entrar no grupo do Telegram

A doula não substitui os profissionais de saúde

O trabalho das doulas é muito importante, no entanto, é diferente do trabalho dos médicos e enfermeiros.

Publicidade

A doula não pode fazer diagnósticos, exames, prescrever remédios nem interferir nas escolhas da mãe ou do casal.

A doula presta apoio de forma isenta, com base em suas experiências – que, muitas vezes, acompanham conhecimentos em terapias naturais para oferecer mais conforto e bem-estar à gestante.

Hoje em dia, as mulheres sabem que é muito importante manter o pré-natal desde o início até o final da gestação, e quem faz isso é apenas o médico obstetra.

Publicidade

Veja também: Síndrome do útero irritável pode levar ao parto prematuro

Quando é o momento certo para contratar uma doula?

Essa é uma questão que varia conforme a necessidade de cada gestante/casal. Alguns querem contratar essa profissional para acompanhar a gestação desde o início, outros só recorrem a esse serviço no final da gravidez e no pós-parto. Não há uma recomendação padrão. Mas, quanto mais tempo ela puder acompanhar a gravidez e a rotina da família, melhor irá fazer o seu trabalho.

Doulas só acompanham partos naturais?

Não, as doulas podem acompanhar todo tipo de parto, mesmo sendo cesariana, por exemplo. O nome da doula é mais lembrado quando falamos de partos humanizados porque remetemos às doulas de antigamente, quando não havia cesariana e outros procedimentos realizados pela medicina moderna.

Publicidade

Veja também: Partofobia: um transtorno psicológico que afeta muitas gestantes

Fontes: Tua Saúde/Doula

creme de ervilha

Receitas deliciosas e fáceis de creme de ervilha

Big Mac

Homem come Big Mac todo dia há 50 anos e bate recorde