em

FofoFofo

Doenças autoimunes: o que são e quais as mais comuns

Você já deve ter ouvido falar nessas cinco doenças, mas talvez não soubesse mais sobre elas
doenças autoimunes
Crédito: Freepik

Muitas doenças têm suas origens desconhecidas, ainda sendo um mistério para os médicos, que acertam no diagnóstico, mas desconhecem uma forma efetiva de curá-las. Essas são as doenças autoimunes. Veja a seguir cinco exemplos de doenças que você já deve conhecer, mas talvez não soubesse que fazem parte desse grupo.

O que são doenças autoimunes?

Quando uma pessoa tem uma doença autoimune significa que o seu sistema imunológico tem uma disfunção. Essa disfunção faz com que os anticorpos ataquem o próprio organismo ao invés de atacar e combater apenas os agentes maléficos, como vírus, fungos e bactérias. A causa desse tipo de doença ainda é desconhecida e os sintomas variam bastante conforme a doença e a área do corpo afetada. Veja quais são as mais conhecidas.

Lista das doenças autoimunes mais comuns

Certamente você já ouviu falar de boa parte das doenças autoimunes, mas não sabiam que faziam parte desse grupo de patologias. Veja um resumo sobre as principais, que ocorrem com maior incidência. Nenhuma delas é contagiosa.

Lúpus

doenças autoimunes lupus
Crédito: Opas

O lúpus é uma das doenças autoimunes e crônicas que atinge, em média, 1 a cada 1.700 mulheres no Brasil. Atinge também aos homens, porém em menor proporção.

Os principais sintomas são alterações hormonais, rigidez nas articulações, manchas no rosto que pioram com o sol, sensibilidade ao calor do sol, disfunção renal, queda de cabelo, feridas na boca, inchaço em volta das unhas.

Em casos mais graves, pode apresentar problemas neurológicos. Por ser crônica, essa é uma doença ainda sem cura e o tratamento é feito com medicamentos e a adoção de hábitos que evitem o surgimento dos sintomas.

Diabetes tipo 1

O diabetes tipo 1 é uma doença autoimune e congênita, ou seja, a pessoa já nasce com ela, mas pode levar alguns anos para que apresente sintomas e se desenvolva. O que acontece no diabetes tipo 1 é que o sistema imunológico ataca as células que produzem a insulina no pâncreas.

Quando uma pessoa não produz insulina suficiente, a glicose no seu sangue vai subir constantemente, dando início ao diabetes. Os sintomas são mais fome do que o normal, sede, cansaço, emagrecimento sem dieta e aumento do volume de urina.

O tratamento costuma ser feito com uma injeção de insulina que a pessoa precisa aplicar diariamente para que tenha insulina o suficiente no seu organismo e seja possível absorver toda a glicose que for ingerida. Levar uma vida saudável, com alimentação balanceada e a prática de atividades físicas, também é uma medida essencial para quem tem essa doença.

Esclerose múltipla

Essa é uma das doenças autoimunes mais agressivas por conta da sua evolução. Ela afeta o cérebro, o sistema nervoso central e os nervos ópticos, quando o sistema imunológico ataca células saudáveis por engano e acaba corroendo a bainha de proteção dos nervos, chamada mielina.

Esses danos causam interferência na comunicação entre o sistema nervoso central e o cérebro, fazendo com que os nervos se deteriorem, levando à perda ou atrofia da massa cerebral. Esse processo ocorre lentamente até o momento em que a pessoa perde suas capacidades.

O diagnóstico precoce é complicado, pois não há sintomas recorrentes e fáceis de perceber. O tratamento é feito com a intenção de reduzir os sintomas quando já estão mais avançados e perceptíveis, bem como de retardar a progressão da doença.

Vitiligo

doenças autoimunes vitiligo
Crédito: Veja

Quem tem vitiligo sofre com uma doença de pele caracterizada pela perda gradativa da pigmentação em partes aleatórias do corpo, inclusive no cabelo, no interior dos olhos e da boca. Formam-se manchas de tom mais claro do que o normal da pessoa.

Essa doença não tem efeitos colaterais, exceto pelo fato de que, muitas vezes, afeta a autoestima e a vida social.

Os médicos já sabem que nessa doença as células que produzem melanina (que dá cor à pele), simplesmente deixam de produzir em determinadas partes do corpo. Não se sabe o que faz isso acontecer com as células. O tratamento visa desacelerar o processo e também deixar as manchas menos aparentes.

Doença celíaca

De alguns anos para cá, tem-se ouvido muito falar em doença celíaca, mas apenas quem descobriu ser portador sabe realmente o que acontece no organismo. A doença é causada pela intolerância do sistema imunológico ao glúten, atacando essa proteína, o que resulta em atrofia da mucosa intestinal, prejudicando a absorção de nutrientes e de água.

Entre os principais sintomas estão dor abdominal, flatulência, diarreia, fraqueza, redução do apetite, queda de cabelo, anemia e outros problemas decorrentes da falta de nutrientes e de água no organismo.

No tratamento, a primeira atitude é cortar todos os alimentos que contêm glúten para que o sistema imune não ataque essa proteína quando ela estiver sendo digerida pelo intestino. Assim, evita-se a inflamação e os sintomas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0
Comentários
como limpar faróis
Como limpar os faróis
15 Coisas que só acontecem segunda-feira de manhã