Crédito: Freepik
em

15 Dicas de organização de casa

Se você nunca ouviu falar da Marie Kondo, saiba que ela pode te ajudar muito na arrumação da sua casa

“A Mágica da Arrumação” é um livro que vendeu muitas cópias ao redor do mundo. Da autoria de Marie Kondo, o livro já virou até série da Netflix e ajuda na organização da sua casa e também da vida. Conheça as dicas de organização de Marie Kondo para acabar de vez com a bagunça.

15 Dicas de organização para arrumar a casa

O método é especial, pois é diferente dos outros mais práticos e utilitaristas. Ele envolve o seu sentimento, mantendo somente o que te deixa feliz de verdade. É um processo de desapego, descobertas e reencontro consigo através das dicas de organização. É jogar fora, doar ou consertar o que não está adequado e guardar com carinho o que te faz feliz.

E sim, isso pode ser na vida, nos relacionamentos e até na sua gaveta!

1. Organize por tipo de item

dicas de organização organize por tipo de item
Crédito: Today Show

Você costuma organizar primeiro a sala, depois o quarto e assim por diante? Então tente fazer diferente dessa vez.

Marie ensina que se deve organizar os itens e não os cômodos, senão você vai acabar se deparando com o mesmo tipo de objeto, por toda a casa, sem conseguir organizá-los adequadamente.

Pode ir buscar as roupas nos guarda roupas, na cesto para passar e na roupa suja. Pegue os livros da estante, os que estão na mesa da sala, nas prateleiras da cozinha, na cabeceira da cama, e junte todos. Faça o mesmo com remédios, canetas e botões.

2. Siga uma ordem para a organização

Para deixar o processo mais fluido, deixe sempre os itens sentimentais – aquelas fotos, desenhos, cartas e presentes que têm significado emocional – para o final, pois podem tomar mais tempo.

Comece pelo mais fácil para você, pode ser primeiro as roupas e sapatos, indo para os livros, depois papéis e objetos, finalizando com os de valor sentimental.

3. Separe em pilhas

dicas de organização separe em pilhas
Crédito: Leroy Merlin

Decida o que vai doar, se desfazer, consertar ou ficar. Deixe o processo bem visual, faça pilhas de roupa, de livros, papeis… Deixe bem visível o que está indo e o que está ficando.

É fundamental que elas estejam afastadas, para evitar confusão. Não extrapole as quatro pilhas definidas por Marie: doar, lixo, consertar e ficar. Mais pilhas, como o de dúvida, só complicariam o processo.

4. Escolha o que doar

Provavelmente essa vai ser a que vai ficar mais cheia, principalmente se você não tem o hábito de fazer a faxina de final de ano, cujo objetivo é se desfazer das coisas que não foram úteis.

A pilha de coisas para doar deve ter mais espaço do que as outras e ser tratada com respeito e carinho, doando os itens com amor e agradecendo por terem estado com você.

5. Separe o que consertar

Essa pilha deve ficar bem pequena, sendo somente em casos de roupas que você gosta muito e que precisam de ajustes, ou aquele livro inspirador, cuja a capa está soltando.

Quanto menos coisas a consertar, melhor. Então veja com cuidado o que vale a pena ir para essa pilha ou a do lixo.

6. Junte o que vai para o lixo

O lixo é composto de roupas que estão muito desgastadas, que não servem mais para doação, papéis velhos, alimentos vencidos e similares.

Ao final dessa tarefa, observe o quão acumulador de lixo você é. Pense se não é melhor estar em constante processo de arrumação, para não juntar tanta coisa.

7. Escolha o que vai ficar

A pilha de coisas para ficar deve ficar semelhante à pilha de itens a doar, para que você possa fazer um comparativo ao final.

Nada de pegar peças da pilha de doação e colocar na de peças a ficar depois de tudo feito, ok? Isso bagunçaria o processo.

8. Sinta cada item

dicas de organização sinta cada item
Crédito: Uol

As dicas de organização de Marie se baseiam em pegar cada peça em suas mãos e se perguntar: isso me traz felicidade? Se ele te traz uma sensação de força, tranquilidade, alegria, paz e outros sentimentos bons, pode deixar. Se não, manda para frente, sempre com gratidão.

Se ficar em dúvida ou pensar demais, coloque na pilha para doar. Isso pode ser aplicado não somente a vestimentas, mas também aos livros, papéis, objetos de decoração e todo o resto.

9. Agradeça sempre

Cada coisa que está na sua casa chegou de alguma maneira, com um objetivo, então agradeça sempre ao descartar.

Aquela camisa estranha dada pela tia de Natal tinha o objetivo de ser o símbolo da lembrança dela e já cumpriu o seu papel. Agradeça e descarte.

O livro que você comprou e não gostou depois da quarta página já cumpriu o seu objetivo de se conhecer melhor e experimentar outras leituras. Agradeça e descarte.

Aquela calça jeans azul escura que já está sem bolsos, rasgada e manchada já cumpriu o seu papel de te vestir por um bom tempo. Agradeça e descarte.

Agradeça cada objeto da sua casa, os que ficam e os que vão embora.

10. Desapegue corretamente

Não adianta separar todas as peças, agradecer e ficar com sentimento de apego, como se não pudesse doar aquele monte de coisas, mesmo que não te façam feliz.

Se tiver que jogar fora, faça com gratidão. Se escolher para doar, faça com carinho, pensando na felicidade de quem vai receber a peça.

11. Guarde tudo verticalmente

Dobre as roupas de forma que elas fiquem em pé, na vertical. Coloque livros com fácil visualização, assim como maquiagem, temperos e tudo mais, na vertical. Assim, evita-se que se baguncem os objetos, facilitando sua visualização e manutenção.

Além de ficar esteticamente mais bonitas, essas dicas de organização facilitam quando tem que tirar alguma coisa para usar, além de ficar fácil ver onde deve guardar de volta. Além disso, é muito mais simples encontrar coisas assim, na vertical, do que uma por cima da outra.

Essa dica é especialmente recomendável na organização de roupas. Com ela, você ganha muito mais espaço e mantém as peças mais conservadas durante mais tempo.

12. Saiba dobrar e organizar roupas e bolsas

Separe as roupas que irão para a gaveta e as do cabide. Marie recomenda que você coloque as peças escuras à esquerda e as mais claras à direita, dentro da gaveta, verticalmente. Veja no vídeo como dobrar:

Dependure as roupas em cabides, separando-as por cores, peso e comprimento. Assim você facilita sua vida na hora de se arrumar para sair, bem como quando decidir comprar novas peças, sabendo exatamente o que tem.

Além disso, coloque as roupas mais compridas, pesadas e escuras à esquerda. Já as mais curtas, leves e claras ficam à direita.

Mantenha suas bolsas limpas, higienizando a que for utilizada no dia, retirando os objetos, eliminando quaisquer papeis desnecessários e reservando os documentos e itens importantes para o outro dia. Depois de limpa e vazia, guarde uma dentro da outra, deixando somente a que vai usar no dia seguinte, colocando a carteira com documentos e os outros itens importantes.

13. Organize pequenos objetos

Separe os objetos por tipo de item, descarte o que não serve mais para uso, doe o que der para doar e organize os que ficaram, sempre verticalmente, assim como nas outras dicas de organização.

Escolha um lugar para cada coisa, com caixas organizadoras e locais predeterminados, evitando assim que a bagunça volte. Com relação às suas fotografias, escolha poucas favoritas e coloque em uma bancada especial, como parte da decoração.

14. Organize livros

Deixe, na pilha de doar, dois tipos de livros: aqueles já lidos ou que não são os favoritos e os que já estão mofando na lista de espera e você não leu.

Os livros já lidos podem ser aproveitados por outras pessoas, tendo já realizado o seu propósito em sua casa e os que não foram lidos, devem passar pela pergunta “isso me traz alegria?”. Se não, doe.

As dicas de organização na hora de escolhê-los é: mantenha os que te trazem alegria, que são importantes para o seu trabalho ou que te inspirem.

15. Organize alimentos

dicas de organização cozinha
Crédito: PopSugar

Boa parte da alimentação hoje é comprada em mercados, de empresas que competem por sua atenção. Dessa forma, muitas caixas multicoloridas, com letras grandes e muita poluição visual são ofertadas.

Quando se coloca esses recipientes em um mesmo espaço, acaba-se dando origem a um “ruído informativo”, que dificulta a localização e deixando um aspecto bagunçado. Um das dicas de organização de Marie é colocar os produtos em potes de vidro ou plástico transparente com etiquetas, padronizando a comunicação e facilitando o manuseio.

Além disso, vai deixar sua cozinha com um novo ar, com mais espaço e inspiração para decorar adequadamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0

Comentários

Perda auditiva: tipos, causas e sintomas

plantar maracujá

Como plantar maracujá em casa